Últimas

Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2009, 13h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

SAÚDE PÚBLICA

Vereadores agendam reunião com prefeitos e Maggi na 5ª



Maioria dos vereadores de Cuiabá e VG ignoram problema da Saúde e não comparecem à sabatina
Fotos: Josinei Moreira

   A sessão metropolitana que reuniu, nesta segunda (19), os vereadores de Cuiabá e de Várzea Grande, os secretários de Saúde estadual e de Cuiabá, Agostinho Moro e Luis Soares, respectivamente, e o assessor especial da pasta de Saúde de Várzea Grande, Renato Tetíla, que substituiu a titular Jaqueline Guimarães, não teve muitos resultados práticos. Os parlamentares usaram a sessão para sabatinar os gestores, criticar a postura de Soares no quesito “avanço nas negociações” e, no caso da base do prefeito, para cobrar mais recursos do governo estadual.

  Em meio ao “empurra-empurra” de responsabilidade e culpa no caos que a saúde dos dois maiores municípios de Mato Grosso vivem, a única medida anunciada pelos vereadores foi a realização de nova reunião, agora, com a presença do prefeito Wilson Santos (PSDB), Murilo Domingos (PR), do governador Blairo Maggi (PR), além de Moro, Jaqueline e Soares. “Precisamos resolver logo este problema e durante esta reunião poderemos debater os problemas que os municípios vêm enfrentando e avançar para chegarmos a um denominador em comum”, propôs o presidente da Câmara, Deucimar Silva (PP).

   Como da primeira vez, grande parte dos vereadores cuiabanos “ignoraram” a reunião. No início estavam presentes 11 dos 19, mas ao final da sessão, às 13h, restaram apenas 8. Estavam presentes Lúdio Cabral (PT), Sérgio Cintra (PDT), Antônio Fernandes e Paulo Borges, ambos do PSDB, Néviton Fagundes, Roosivelt Coelho e Washington Barbosa (PRB). De Várzea Grande vieram 7 dos 13: Charles Caetano (PR), Wanderley Cerqueira (PR), Domingos Sávio Pedroso de Barros (PR), Toninho do Glória (PV), Chico Curvo (DEM), João Madureira (PSC) e Fábio Saad (PTC). (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Douglas ( ESTUDANTE) | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    colocando os pontos nos is:

    OAB (esta preocupado com quem deve ser o novo presidente da ordem, e não p/ fiscalizar ordens judiciais).

    MP ( está tbm por sua vez preocupado c/ quem deve ser o candidato que irá representar o msm no governo né Paulo Prado?

    Então meus mortais, vcs estão entregue ao caos da saúde pública.
    A falta de segurança;
    A falta de emprego;
    A falta de políticos que trabalhem p/ a melhoria de todos e não só p/ a deles proprios;
    A falta de agente público que chore;
    A falta de gente que seja de fato gente e não um vegetal como é o caso dos nossos politicos tanto regional quanto nacional;
    A falta de pessoas que possa fazer algo que realmente faz algo e não apenas então somente coisas pífias como trocar nome de rua ou pior ainda que só vivem de licença médica como é o caso do clovito( vereador de cuiabá);

    Quando vcs meu povo vão se dar conta que o mundo é de vcs?

    Quando isso ocorrer vai ser tarde demais pense nisso!!!

    Ano que vem (2010) vai haver novas eleções estaduais e federais, quem sou eu p/ dar conselho mas pense que eles ( politicos) estão fazendo fazendo da politica seu emprego e isso está errado eu tinha um professor que uma vez se elegeu pelo voto do povo e nunca voltou a dar aula e ele era bom professor né Levi?

    O vereador que não tinha nada, nada msm né Tóto Paes hj anda de carro zero pela cidade;

    O vereador que é apresentador de televisão mas não faz nada que seja bom p/ a população e ele sabe do que o povo precisa né Toninho?;

    meu povo, meus argumentos são muitos mas porem, entretando, todavia eu não tenho mais tempo p/ elencar tudo que sei deles ( politicos)

    SÓ TENHO A CERTEZA DE UMA COISA:




    O conformismo e a ignorância que assola o povo brasileiro.

  • JOSÉ MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ONDE CHEGAMOS?! ORDENS JUDICIAIS NÃO SÃO RESPEITADAS, OAB SE OMITE, A CÂMARA DE VEREADORES VENDE O SILÊNCIO, O MINISTÉRIO PÚBLICO FAZ DE CONTA QUE NÃO ESTÁ VENDO NADA E O PREFEITO EMPURRA COM A BARRIGA UMA SITUAçÀO CAÓTICA COMO ESTA! SOCORRO, ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO! ESTOU COM SAUDADE DA ADMINISTRAÇÃO MILITAR. ISSO NÃO SERIA ADMITIDO!

  • João | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TODOS OS VEREADORES TEM PLANO DE SAUDE - UNIMED.
    A GRANDE MAIORIA DOS ELEITORES QUE ELEGEU OS DIGNÍSSIMOS NÃO TEM NEM CARTÃO DO SUS. E AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES ESTÃO AI. VOCE ACHA QUE OS ELEITORES VÃO MUDAR O VOTO? VÃO APRENDER A LIÇÃO? INFELIZMENTE EU ACHO QUE NÃO E ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE. VIVA A ANARQUIA..........

  • VICTOR HUGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O QUE É MAIS TRISTE É QUE O POVO CONTINUA ERRANDO NA HORA DE ESCOLHER SEUS REPRESENTANTES, QUE POR SUA VEZ DÃO MAIOR IMPORTANCIA A QUESTÕES INTERNAS DA CAMARA E SIMPLESMENTE FAZEM VISTA GROSSA A CRISE QUE SE ENCONTRA A SAÚDE DA POPULAÇÃO.
    AUTORIDADES RESOLVAM ESSE PROBLEMA!!!!!

  • Manuella | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Porque o Dr. Lúdio, que é médico, não ajuda a população neste momento de crise e vai atender no Pronto Socorro ????
    Dr. Lúdio é concursado do município, e na verdade foi designado para atender no posto de Saúde do Sucuri, se negou a atender aquela população carente, escondendo-se atrás do mandato de vereador.
    Alías, o Dr. Lúdio apoia o movimento dos médicos que querem usar a população como massa de manobra, mas nem o Dr. Lúdio e nem o Dr. Alvarenga, assinaram o pedido de demissão. Os outros médicos foram na conversa deles, assinaram o pedido de demissão, e a prefeitura aceitou. Mas Dr. Lúdio e Dr. Alvarenga não fizeram....... Agora vem o Dr. Lúdio com o blábláblá........

  • leo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • leo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    se o governador for na camara, ai sim tera um ponto final nesta bagunça chamada de saúde em cuiaba

    porque se depender do prefeito e do secretaro, esquece.

  • MARIA DO SOCORRO DE SOUZA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu não sei em que acreditar, de um lado o Prefeito Wilson Santos, diz que atendeu a maioria das reivindicações e só não atendeu 02 das propostas.
    De outro lado o Sidicanto do Médicos dissem que não foram atendidos nas reivindicações.
    Eu peço que a Prefeitura ou o Sindicato montassem uma tabela com as reivindicações dos médicos de um lado (A) e a Prefeitura de Cuiabá responde a reivindicação lado (B).
    Pois assim a população cuiabana saberia de fato quem está mentindo se é a prefeitura ou o sindicato.
    Afinal, quem está sofrendo com os problemas é a população que necessita do atendimento no Pronto Socorro de Cuiabá.
    Basta, será que a campanha eleitoral de 2010 ja teve seu inicio?
    Eu peço a gentileza que me faça essa comparação o que o sindicato pede e o que a prefeitura se dispoem em atender, só isso por favor.

  • Siro Joaquim Tenutes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não entendo porque a Secretária de Saúde de Várzea Grande, que é médica, não participa desses debates importantes. Ora mando o marido, ora manda o assessor que não entende nem porque está alí.
    É uma tragédia!!!

  • Paulo Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É só meter a borduna na Câmara Municipal de
    Cuiabá, que sou vetado, censurado.......
    Eu disse apenas que o duodécimo enviado
    a Câmara, seria melhor aplicado na Saúde...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.