Últimas

Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2009, 09h:58 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CÂMARA DE CUIABÁ

Vereadores ignoram Regimento e demostram despreparo


Em sessão, Antônio Fernandes (PSDB) cobra aprovação de projeto; pastor Washington e Cintra observam
Foto: Luiz Alves

  Alguns vereadores cuiabanos têm mostrado despreparo no exercício do cargo, que rende a eles um subsídio mensal de quase R$ 10 mil e uma série de outras vantagens financeiras e regalias. Na sessão ordinária desta terça, eles simplesmente “rasgaram” o Regimento Interno, a Constituição Municipal, com uma sucessão de falhas normativas. Parecia mais um "circo”. Tudo começou quando um projeto que altera o tempo da tribuna livre, de autoria do vereador tucano Antônio Fernandes, foi colocado em pauta, quando nem havia essa programação para aquela sessão. Fernandes conseguiu algumas assinaturas dos colegas parlamentares e, assim, forçou a entrada na pauta de sua proposta para apreciação em caráter de urgência. O que se viu depois foi uma verdadeira aberração.

   O tucano começou a discutir com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) Domingos Sávio (PMDB), a quem acusou de emitir parecer favorável a seu projeto por questões políticas. Sávio, por sua vez, subiu a tribuna para dizer ao colega que o projeto era inconstitucional. O curioso é que o tucano também é membro da CCJ. Ambos travaram uma apoteótica discussão. “Só estou querendo legalizar o que já acontece na prática. Sou contra as pessoas virem aqui, falar e a gente não poder perguntar nada”, reclamou Fernandes.

    Sávio argumentou que a proposta tinha dupla interpretação e que precisava ser corrigida. Irado, o tucano disse que havia feito uma emenda para corrigir o erro e que bastava aprovar tudo junto. Ele reclamou também do fato de Sávio querer emitir o parecer da tribuna e não por escrito. “Acho estranho tudo isso. Porque Vossa Excelência se furtou a assinar o parecer?”, cutucou. O peemedebista pediu questão de ordem e respondeu: “Vossa Excelência me respeite! O senhor sabe que seu projeto é inconstitucional”.

  Tanta discussão parece ter feito mal ao vereador Washington Barbosa (PRB), que presidia a sessão. Ele chamou Toninho de Souza (PDT) para emitir o parecer sobre a emenda de Fernandes e, depois, o novato Arnaldo Penha (PMDB). O peemedebista ficou confuso, mas foi à tribuna e acompanhou o voto de Sávio pela inconstitucionalidade. Toninho foi a favor. O resultado deixou Fernandes revoltado. “Presidente, o senhor sabe que deveria ter chamado Totó César (PRTB), por questão de ordem”, bradou, da tribuna. Em meio ao imbróglio, vereadores mais experientes disseram que tanto faz chamar o  primeiro ou o terceiro suplente da CCJ. Mesmo assim, foi invalidado o voto de Penha e Totó votou a favor do tucano. Diante do resultado de 10 a 4, a emenda foi aprovada. Apenas Francisco Vuolo (PR), Lúdio Cabral (PT), Sávio e Penha foram contrários.

  Após essa confusão, tudo indicava que a sessão, enfim, iria começar, até que o presidente da CCJ usou a tribuna para lembrar que regimentalmente a sessão já havia sido encerrada. Já se registra 13h30. O tucano ainda tentou forçar a votação e contou com a ajuda de Washington, que queria prorrogar a sessão. Vuolo, então, alertou: “É melhor deixar isso para a próxima sessão. Qualquer um pode anular essa votação porque regimentalmente o prazo terminou”. O bate-boca prosseguiu. Às 13h40 os parlamentares foram para casa esfriar a cabeça.

   Pela proposta de Fernandes, ao invés de duas pessoas, a tribuna livre receberia apenas uma. O cidadão teria direito a 30 minutos de pronunciamento e, os parlamentares, 10 minutos para fazer perguntas à pessoa acerca do assunto a ser abordado. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • MANOEL MESSIAS CARDOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é POR ESSA E OUTRAS COISAS, ALHEIA A JUSTIÇA QUE O VER RALF LEITE PODE VOLTAR, POIS DE LEI ELLEES NAO ENTENDEM. MAIS SUPERFATURAR, POSAR PARA IMPRENSA, DAR ENTREVISTA MESQUONHAS, SABEM MUITO BEM FAZER. ACHO QUE SERIA UMA BOA IDEIA O PRESIDENTE FAZER UM CURSO NAS FERIAS COM TODOS EDIS COM O TITULO. VEREADOR O SEU VERDADEIRO PAPEL, EIS MINHA SUGESTAO.

  • Britto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não adianta reclamar agora vcs votaram em pinoquio duas vezes e ele já esta se assanhando para as 3 kkkkkkkkkkkkk agora aguenta

  • Brandão Leal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alguém ai poderia propor para a camara de vereadores um curso de capacitação. Como, praque e porque ser um vereador.
    Pelo que vemos eles entendem de tudo menos do papel de um vereador.

  • Regina Celia da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como estudante de Direito, as vezes acompanho as sessões da Câmara e fico completamente estarrecida com o despreparo tanto dos atuais Vereadores quanto da Assessoria Parlamentar da Câmara. O processo legislativo passa longe de ser respeitado. O batalhão de servidoras que aparecem durante as sessões fazendo caras e bocas no vídeo é de dar dó. Será que esta é a imagem de assessoria que o atual Presidente deseja transparecer.Os Vereadores e a assessoria de plenário estão precisando de treinamento de compostura e aulas de português também faz bem, nobres edis. Aliás as aberrações que estão cometendo com o nosso português é vergonhoso, basta olhar na agenda de eventos do site da Câmara. E vergonhoso, pois eles pensam que ninguem da sociedade vê esses absurdos gramaticais que estão cometendo. A câmara realmente tem uma assessoria a altura da imagem atual. Parabéns.

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MEU DEUS. KAKAKAKAKAKAAA.... QUE TURMA BOA QUE CBÁ TEM... KAKKAAKAKAKA....

    ESSA CAMARA É DE ÚLTIMA, NAO FAZ NADA E QDOP TENTA FAZER FAZ ERRADO.


    FALANDO NISSO OQUE ESSES VER, TEM FEITO NA FISCALIZAÇAO DA SAÚDE E DO PAC. ??? HEIIIII



    CADE OS VEREADORES DE CBÁ. ESTAO TODOS CORRENDO POR FORA JUNTO AO PREFEITO ????

  • Artur Rocha Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha, essa notícia é realmente nova: Antônio Fernandes ignorar os procedimentos, brigar com os colegas, tumultuar processo apelar para ignorância para conseguir o que quer. Novidade seria se quem fez toda essa lambança não fosse essa pessoINHA! Vai estudar, Antônio traira Fernandes!

  • André Souza Bandeira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estive presente na Sessão e compreendi a atitude do Ver. Antônio Fernandes querendo apenas oficializar e democratizar mais a Tribuna Livre e confesso que não entendi a atitude reprovável do Ver. Domingos Sávio em negar a assinar o parecer, se ele era contra que votasse contra, mas negar a assinar o parecer ele que se diz ser o presidente da CCJR.
    Também não entendi a manobra da Mesa Diretora em convocar o Ver. Arnaldo Penha que nem da CCJR não era, pelo que ficou provado na sessão e o Domingos Sávio mais uma vez errou veio ao falar no ouvido do Penha para acompanhá-lo na votação, se o Antônio Fernandes não fosse esperto a mesa diretora tinha atropelado mais ainda o processo.
    Afinal, assistir as sessões da até nó na barriga em ver as aberrações juridicas que os membros da mesa cometem.
    Deixo aqui uma pergunta como espectador da sessão e eleitor que sou, será porque que estão querendo brecar os projetos do Ver Antônio Fernandes? seria medo dele ser considerado o melhor e mais atuante do desacreditado legislativo cuiabano? seria siumes por não terem ideias para apresentar porjetos?
    De ante mão, quero deixar bem claro que não conheço pessoalmente o Ver Antônio Fernandes e nem votei nele, apenas acompanhei uma sessão e vi que ele tem duas coisas importante no politico: Posição coerente e coragem para enfrentar os rolos compressor.

  • LUIZ CARLOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por coincidência estive presente nessa sessão. Para mim o Antônio Fernandes quer tirar a liberdade daqueles que participam da Tribuna Livre. O nome já diz que a tribuna é livre, mas ele quer interferir para que? Qualquer pessoa do povo pode ir na Tribuna Livre e dar opinião sobre qualquer tema de interesse público. O problema é que muitas vezes a pessoa vai lá e fala de um mal serviço prestado pela prefeitura. Dessa forma, o engraçadinho do Ver. Antonio Fernandes quer usar o tempo para defender (leia-se puxar o saco) do seu lider Prefeito de Cuiabá. DEIXA O POVO FALAR VEREADOR. Pelo que vi lá o senhor só faz usar a tribuna para falar mal do Governo do Estado e defender Wilson Santos. FISIOLOGISTA DE PRIMEIRA. Quem diria... Legisle e fiscalize, mas não em causa própria, falou? Menos Antonio... tá muito na cara!

  • Fabio Rangel de Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa Camara de Cuiabá é uma vergonha é vereador falando no celular é rindo todo tempo postura nenhuma, assesores invadem a qualquer hora desfila pra la e pra ca roupas inadequadas isso como diz o regimento se for para o lado das normas ai o bicho pega duas audiencias no mesmo horario, audiencias sem convidar as partes, pubicação não se faz é uma baderna.

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.