Últimas

Quinta-Feira, 27 de Março de 2008, 13h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

LEGISLATIVO

Vereadores ignoram servidores e mudam PCCS

    Vereadores da base aliada do prefeito Wilson Santos (PSDB) vão patrolar as emendas apresentadas pelos vereadores Lúdio Cabral (PT) e Francisco Vuolo (PR) para que o Executivo altere leis complementares que determinam a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS).  

  Às 12h10, a sessão na Câmara de Cuiabá foi suspensa para que servidores e todos os vereadores se reunissem com os secretários de Planejamento, Guilherme Muller, e de Governo, Andelson Gil do Amaral, com o intuito de debater as emendas. Da reunião, vereadores de oposição ao prefeito saíram com o consenso de que as mensagens do Executivo não fossem votadas antes da análise das emendas.

    Assim que ficaram a sós, vereadores da base aliada resolveram mudar de idéia e decidiram enfiar guela abaixo o projeto do prefeito. As mudanças nas leis complementares que determinam a implantação do PCCS frustam os servidores públicos. Eles temem que um aumento no rendimento mensal ao invés de ficar entre 10% e 16%, sejam reduzidos a 0%. A sessão continua suspensa. (Simone Alves)

(Às 16h50) - Sessão é retomada depois de quase 5 horas

  Depois de quase 5 horas de discussões, a Mesa Diretora da Câmara retomou a sessão. Praticamente durante todo o período vespertino, servidores e parlamentares "negociaram" com os secretários Guilherme Muller e Andelson Gil do Amaral.

(Às 17h25) - Câmara patrola pedidos dos servidores

  A Câmara aprovou as três leis complementares de autoria do Executivo que, segundo os servidores, não trarão nenhum adicional aos seus salários. Os servidores se sentem derrotados, pois apenas seis dos 19 parlamentares de Cuiabá aprovaram emendas que rejeitavam a proposta do prefeito Wilson Santos (PSDB). Mais uma vez foi demonstrado que o prefeito possui o apoio da maioria absoluta. 

   O Sispumc pretende recorrer judicialmente na tentativa de anular as alterações na lei do PCCS.  "Depois de 13 anos teremos o PCCS implantado mais com aumento zero para os funcionários públicos. Continuamos parados no tempo", reclama Gilmar Metelo, presidente do Sispumc. "Mesmo sabendo que é difícil, vamos acionar a Justiça", avisa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • ANSEF- Associação de Servidores de Nível | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PCCS aprovado, simplesmente desprestigiou todos os servidores com mais de 20 anos de carreira, porque a única classe oferecida para o enquadramento dos servidores so atinge 4 padrões: Padrão I, de o à 5 anos, padrão II, de 5 à 10 anos, padrão III, de 10 à 15 anos e padrão IV, de 15 anos em diante, ou seja todos os servidores com tempo de serviço acima de 20 anos, foram marginalizados num padrão que deveria ser apenas de 15 à 20 anos de serviço. Mas servidores com 34 e quase 35, próximo da aposentadoria, estão enquadrados no mesmo patamar dos acima de 15 anos. Isto é um desrespeito aos valorosos servidores que dedicaram sua vida ao serviço público, e simplesmente vê todo o seu tempo de serviço, jogados no lixo. Obrigado Prefeito, se é isso que ele quer ouvir. Ele atingiu o objetivo dele, mas não o nosso.

Extremista vai ter que se explicar na PF

Marcelo Stachin 400   O barulhento militante de extrema-direita Marcelo Stachin (foto) tem perdido o palco desde que teve um pífio desempenho nas urnas e acabou com apenas 0,8% dos votos para prefeito de Sinop. Em sua busca incessante por aparecer, o bolsonarista, que é investigado pelo STF por espalhar fake news, decidiu ironizar e...

Prefeitos, MPE e afastamento do cargo

jose antonio borges 400 Prefeitos de MT que descumprirem as diretrizes do decreto estadual que impôs o toque de recolher em todo o território podem até mesmo ser afastados do cargo. O alerta é do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira (foto), e reforçada pelo procurador Domingos...

Prefeito se rebela e é enquadrado

vander masson 400 curtinha O prefeito de Tangará da Serra Vander Masson (foto), do PSDB, bem que quis ser rebelde, mas acabou enquadrado pelo MPE. Vander fez um decreto mais ameno que o do governo do Estado, impondo toque de recolher a partir das 23h, mas teve de recuar após ser notificado pelo MPE. Nas redes sociais, para evitar desgaste com...

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...