Últimas

Terça-Feira, 02 de Outubro de 2007, 08h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

ARTICULAÇÃO

Vereadores Lueci e Levi mudam de legenda

    Os vereadores por Cuiabá Lueci Ramos e Levi de Andrade ampliaram a lista do troca-troca partidário. Parlamentar de terceiro mandato, Lueci deixou o DEM (ex-PFL) nesta segunda (1º). Decide agora até quinta para qual legenda migrará. Ela ocupa a primeira-vice-presidência da Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá e é afilhada política do deputado estadual Humberto Bosaipo há 20 anos. Assim que ingressou na vida pública, nunca mais quis exercer a atividade de assistente social.

    Já Levi, que foi reeleito pelo PMDB e havia pulado para o PSDB, agora vai para o PP do deputado José Riva. A bancada pepista deve receber ainda o primeiro-secretário da Mesa Diretora, vereador Luiz Poção (ex-PMN e ex-PSDB). Todos são são pré-candidatos à reeleição, ignoraram a fidelidade partidária para mudar de sigla de última hora com vistas a atender conveniências pessoais e a interesses de grupos políticos.

    Além de Lueci, Poção e Levi, também trocaram de legenda nos últimos dias o vereador Dilemário Alencar (do PSB para PTB) e Lutero Ponce (do PP para PMDB). Depois de eleitos, em 2004, também procuraram outros rumos Domingos Sávio (do PT para PMDB), Francisco Vulo (PPS para PR) e Eronides da Luz, o Nona (do PDT para PSDB), além de parlamentares que estão licenciados como os secretários Éden Capistrano (Meio Ambiente), que deixou o PSB e decide até amanhã seu novo partido, e Júlio Pinheiro (Habitação), que era do PDT e hoje integra o PTB.

   Nesta contagem regressiva para mudança de agremiação, o PSDB do prefeito Wilson Santos, mesmo com a perda de Levi, continua dono da maior bancada, junto com PMDB e PP. As três siglas têm 3 vereadores. Quatro partidos registram agora duas vagas cada: PR, PTB, DEM e PT.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Lourdes Cavalcanti de moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até eu deixaria de ser assistente social, virou vereadora e simplesmente ENRIQUECEU. Só não sei como, porque o salário não daria pra tanto.

  • ivan deluqui | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    De bobo esse LEVE LEVI não tem nada mamou no governo e agora sai, o povo sabe VEREADOR o seu mandato já era

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Finalmente amanhã oSTF deve fazer justiça e punir os infiéis.Quem precisou da legenda para ser eleito deve perder o mandato.Vai acabar o jogo de interesse,as candidaturas sem compromisso partidários.

  • Jacobssil@hotmail.com | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E o Lúdio não vai acompanhar o Lutero ?

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É irrelevante se o vereador muda desse praquele partido, e torne a mudar daquele para outro qualquer. O que importa mesmo é saber se nessas mudanças ele continua o de sempre, ou seja: o mesmo demagogo, o mesmo oportunista, o mesmo cara de pau.

    Se aprendermos a olhar com mais atenção, com mais profundidade, os mandatos dos nossos vereadores, veremos que por mais que eles mudem de partido, eles continuarão os mesmos inúteis de sempre.

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.