Últimas

Quinta-Feira, 13 de Setembro de 2007, 16h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CONVENÇÃO DO PR

Vereadores Lutero e Fabrício ameaçam deixar PP

  O vereador por Cuiabá, Lutero Ponce (PP), se mostrou insatisfeito com a direção de seu partido. Segundo ele, a filiação de Walter Rabello (ex-PMDB) foi recebida de braços abertos sem que ele, que é presidente da Câmara Municipal da Capital, e o vereador Marcus Fabrício, presidente do diretório municipal do PP, fossem consultados. “Não tenho nada contra o Walter, mas nós não fomos chamados para participar das reuniões”, reclamou Lutero, durante a sessão extraordinária desta quinta (13). Tanto ele quanto Fabrício ameaçam deixar o PP.

    Rabello "costurou" seu ingresso no PP junto à direção regional e chega à legenda com respaldo dos caciques José Riva e Pedro Henry. Lutero chegou a dizer que sua permanência na legenda dependerá da conversa com os líderes partidários. Fabrício avalia o processo na mesma direção. Diz que vai ouvir os dirigentes do partido e depois definir qual será o seu futuro político. Eles se dizem preocupados com inchaço na sigla.

     “Estou contente com a vinda do Walter, mas precisamos saber quem vem junto com ele para o PP. Não queremos ficar numa chapa que não nos beneficiará politicamente”, disse Fabrício, preocupado em ser atropelado no projeto à reeleição. O encontro dos progressistas deve ocorrer nesta sexta. Marcus Fabrício vai entregar o comando do diretório municipal para Walter Rabello na próxima segunda. “Vou fazer isso para que ele (Rabello) possa trabalhar melhor em seu projeto político”, frisou Fabrício.

     Três siglas partidárias já fizeram o convite a Lutero e a Fabrício: PSDB, PPS e DEM. Por enquanto, tentam contornar a crise interna por causa do "efeito Rabello" antes de deixar o PP. (Simone Alves - RDNews)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • cica | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Conheço Lutero. Quem não se lembra do que ele fez na campanha do ano passado? Alias fez de conta que saiu do PP, mas não saiu. Dizia que não podia fazer campanha para o Blairo, porque ele não fazia nada por Cuiabá. Fez os acordos que quis. Agora esta achando ruim de que????? Ora, já ouviu falar para não fazer para os outros o que não quer para si? É isso ai.

  • Jose Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parece brincadeira essa noticia, os dois maletas (vereadores) estão com ciúmes do mala (deputado).
    Para de graça seus maletas, vocês não apitam em nada e agora querem dar uma de vitima...
    Toda mala quando chega, traz consigo o bom e o ruim, e daí qual é o problema, o partido tem hierarquia, ou seja tem chefe = RIVA (aquele dos escandalos dos cheques, calcinhas e outros), tem o sub-chefe PEDRO HENRY (aquele do mensalão, sanguessugas e outros). Portanto seus maletas vocês estão no lugar que merecem.... Pau neles maleta, eles aguentam.....

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já que o legislativo municipal não funciona mesmo e que para que os seus familiares tenham orgulho, no futuro, de V.Sª sugiro que saim de vez da câmara municipal.

    Iniciem um movimento pela renovação dos poderes e quem sabe até do sistema republicano brasileiro. Estamos cansados de legislativo de faz-de-contas.

  • carlos silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se não foram chamados, é pq são inexpressivos e desnecessários no processo. Ou não?

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • alonso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • stenio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...