Últimas

Sábado, 21 de Fevereiro de 2009, 07h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

VÁRZEA GRANDE

Vereadores vão receber 2 salários sem trabalhar

Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Wanderlei Cerqueira (PR), que preside Câmara, argumenta que foi notificado e precisa adaptar  prédio à lei da acessibilidade

  Os 13 vereadores por Várzea Grande, segundo maior município mato-grossense, receberam integralmente o salário de janeiro R$ 6,2 mil e se preparam para embolsar o de fevereiro e ainda não participaram de uma sessão ordinária. O novo presidente da Câmara Municipal Wanderley Cerqueira (PR) iniciou uma reforma no Legislativo e, por causa disso, postergou o início das atividades. A Mesa Diretora alega que teve que priorizar o projeto de mudanças estruturais porque foi notificada pelo Corpo de Bombeiros, que detectou irregularidades no prédio. Argumenta também que precisa adequar o local à lei de acessibilidade.

   Desde que iniciou a nova legislatura, os parlamentares só participaram da sessão de posse e de uma extraordinária. Enquanto isso, os projetos encaminhados pelo Executivo vão se aculumando. A primeira sessão ordinária está prevista para 27 de fevereiro, mesmo semana em que os vereadores vão receber mais um mês de salário sem trabalhar.

  O duodécimo da Câmara é de R$ 700 mil mensais ou R$ 8,4 milhões por ano. Cada vereador recebe R$ 6,2 mil. Tem direito a 5 assessores que ganham em média R$ 1,3 mil. Já os diretores tem direito a 3 assessores cada. O salário dos servidores varia de R$ 700 a R$ 2,7 mil. O legislativo várzea-grandense possui 236 servidores, incluindo os DAS. Com isso, nada menos que 75% do duodécimo são consumidos com a folha de pagamento. A Câmara realiza duas sessões semanais, ambas terças, a partir das 15h. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Carlos Dorigão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este é o País que vai pra frente, mas só para os políticos e familiares, os caras não fazem nada como estes e já vão receber dois salários, só teem leis para beneficiá-los, para os pobre muito mal e olhe lá 415 reais e na maior humilhação. Nossos políticos precisam criar vergonha na cara e se tocar.

  • Dario Maciel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    |As sessoes da camara de VG sao hilariante, p. se ter uma [ideia, o nobre ver. Wanderley, conhecido como vereador do caixao, ele e o ver. Chico Curvo.Em discurso na camara chegou a propor plantar arvore nos cemiterios p. dar dignidade aos mortos. em seu panfleto de campanha apresentou como uma das suas a;oes como ver. a melhoria dos caixoes kkk. nunca teve uma projeto p. melhoria dos sal[arios dos funcion[arios, s[o de conchavo e esquemas, essa de receber sem trabalhar [e pouca coisa diante das outras

  • Carlos Agusto Lara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Voces estão certos, merece dois, três salarios e muito mais, mas eu quero saber se tem uma boquinha para mim, chega de demagogia meu povo. A politica é o melhor programa nacional de distribuição de renda.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Câmara de Cuiabá está pior. O povo está pagando um salário ainda mais alto que o da Várzea Grande e o único (de)serviço prestado pelo legislativo cuiabano é o turbilhão de acusações mútuas. E o que é ainda pior as acusações tem fundamentos, precisam ser julgadas e os culpados tem que ser punidos: presos, pois a corrupção desviou milhões de reais que poderiam ter sido aplicado, por exemplo em benfeitorias para o pronto socorro.

    Quer mais notícia ruim vindo do legislativo cuiabano? Por absoluta incompetência ou conluio com o poder executivo, ninguém fiscaliza ninguém e assim já se vão dois meses de salários de vereadores e Secretários da prefeitura que poderiam, se tivéssemos um prefeito responsável, ter sido aplicado em obras necessárias para o povo de cuiabá.

    Enquanto isso Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado também fazem de contas que cumprem os seus deveres constitucionais. São dois órgãos que a bem da verdade se deixarem de existir farão pouca falta. Um TCE que fiscaliza uma Câmara Municipal acoberta irregularidades e depois a própria Câmara tem que pagar novamente para fazer a mesma auditoria, prá que serve o TCE então? Cabidão de emprego da elite, essa é a resposta.

  • marcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    realmente eles são unsmandachuvas, aumentaram o salário deles em 20%, do prefeito, vice e secretários, o funcionalismo continua a ver navios, em 13 anos tivemos 2 aumentos, um epoca de JC foi de 12,7%, e com Murilo 3,2% isto sim é democracia, viva os senhores que representa eles mesmo....

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...