Últimas

Sexta-Feira, 26 de Outubro de 2007, 13h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CHAPADA DOS GUIMARÃES

Vice-prefeito comemora liderança nas pesquisas

     O vice-prefeito de Chapada dos Guimarães, Flávio Daltro (PP), irmão do secretário estadual de Ciências e Tecnologia, Chico Daltro, julgou positivo o resultado da pesquisa de intenções de voto, divulgada na última terça (23) no RDNews. Hoje na oposição, Daltro criticou o prefeito Gilberto de Mello (PR) que, segundo ele, demorou para mostrar trabalho. O pré-candidato progressista aparece na liderança em várias amostragens. Está à frente até mesmo do prefeito republicano – clique aqui e confira. Veja tam aqui as simulações de confrontos dois-a-dois e aqui para conhecer os números da espontânea.

     Para Flávio Daltro, sua liderança é resultado do trabalho que vem realizando, principalmente na zona rural. Ele afirma que promove reuniões semanalmente com líderes de bairros. “Em algumas dessas reuniões temos até palestras para tratar de temas como, por exemplo, cidadania e orçamento público”, declarou o vice-prefeito. "Eu também atuo junto aos movimentos sociais e trabalhei na realocação dos moradores da região do Manso”, completou.

    Apesar de Gilberto mostrar uma pequena reação, Daltro diz não temer seu maior adversário. Fez críticas ao atual gestor e ainda condenou a pré-candidatura de Gilberto ao afirmar que não é a favor do processo de reeleição. O pepista defende um mandato de cinco anos para o Executivo. “Gilberto apresenta melhora. Ele tem andado mais pela região. Mesmo assim, os chapadenses estão decepcionados, pois a expectativa era bem maior. Temos dificuldades na educação, já que faltam coletivos para buscar crianças ma zona rural, a Saúde precisa melhorar e faltam programas de geração de emprego", enfatiza. Completa ainda que, apesar de Chapada usufruir de uma bela paisagem , "não há um turismo planejado". "Eu sempre digo que aqui o turismo ainda não trouxe inclusão econômica”, criticou Daltro.

    Já o prefeito Gilberto de Mello evitou comentar o resultado das pesquisas. Procurado, ele chegou a comunicar, via assessoria, que daria retorno às ligações, o que não ocorreu. (Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Laerte de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Daltro a unica coisa que fez em chapada foi invasão de terras e turismo. Me admira a UFMT ter uma pessoa dessa nos seus quadro de funcionários, não trabalha nem lá e vive fazendo politicagem em chapada dos guimarães. Nunca vi alguém recer R$ 10.000,oo por mês e não trabalhar. Agora vem criticar o prefeito atual que está trabalhando, pouco más tá. E o Daltro que foi vereador e secretário por três vezes e nunca fez nada por chapada. Agora vem dizer que é o salvador da´pátria. Vai trabalhar vagabundo!!! como dizia o chico.

  • romulo silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    è dificil acreditar nesta pesquisa. Uma vez que foi entrevistado somente 100 pessoas num universo de 13.ooo eleitores, e procura ser tendenciosa em todos os seus aspectos. O Vice-Prefeito não tem condições nem de ser vereador novamento, pois teve a chance de exercer por duas vezes tal cargo e nada fez por chapada, nem com ajuda de seu irmão que foi deputado estadual e secretário de estado. Chapada não quer mais invasões de terra, coisa que ele só sabe fazer. Chega de Daltro chapada não merece isso.

  • josé carlos de passos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É preciso como esse cidadão consegue sobreviver, pois é funcionário fantasma da ufmt, não trabalha na prefeitura da chapada, e só fica fazendo politicagem, e o rapaz mora em uma mansão na chapada, entre outros patrimônios que denota uma situação altamente suspeita.

  • leide Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    acho muito cedo esse confronto, pois acaba prejudicando a cidade, deixando os moradores preocupado, por que não deixar o disque me disse pro ano que vem, deixar o Prefeito trabalhar em paz, um mandato é de 4 anos se não me falha a memoria, ainda falta um ano e ja estão preocupados com a eleição do ano que vem, por isso que o Brasil não vai pra frente minha gente.

  • leide Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    muito me admira o Vice Prefeito criticar o Prefeito , ele tambem foi eleito junto com ele, deveria esta junto trabalhando pela chapada, e naõ vivendo so na critica na mureta da igreja, acorda vice prefeito, como diz um cartaz que eu li
    "falar de mim é facil o dificil é ser eu"

  • Carlos Mendes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito me adimiro do senhor Flávio Daltro falar em Turismo de Chapada, ainda por cima criticar. Vejamos, o senhor Flávio Daltro foi secretário municipal de turismo da cidade e o desavio apontar duas coisas que conseguiu concretizar lá. Ainda por sinal realizou um dos piores festivais de inverno já visto por chapada.

  • suely batista de almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A politica em Mato Grosso está em processo de modernização, e o fim do coronelismo e da familiocracia está próximo. Essa familia daltro já mamou nas tetas de diversos governos, e a todo custo querem continuar no poder nem que tenham que aliar-se ao próprio demo. Chega de Daltros no poder, são como parasitas e em coloio com outros politicos velhos vivem fazendo esquemas e querendo derrubar pessoas. Chega, Daltinho volta as suas funções de assistente administrativo na UFMT, pois como vice-prefeito você não quis colaborar, não conseguiu prevalecer as suas chantagens. Rapaz, vai trabalhar.

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...