Últimas

Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2007, 09h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Vossa Excelência, o Corrupto!

     A partir do fim da era dos presidentes militares, a corrupção cresceu assustadoramente ano após ano no Brasil. Desde as gestões de José Sarney, depois Fernando Collor, Itamar Franco, FHC, até o atual Lulla, a corrupção veio se alastrando como uma doença contagiosa, tornando-se crônica. Está dentro dos ministérios, da Câmara dos Deputados e no Senado, nas agências reguladoras, enfim em todos os órgãos e em todas as esferas de governo.
     Essa prática repugnante, que assalta os cofres públicos, desvia dinheiro que deveria ir para setores prioritários como a saúde e educação, engorda contas bancárias de políticos, empreiteiros, usineiros, industriais e todos os que estão no ápice da pirâmide da corrupção.
     Hoje, a corrupção está tão impregnada, "colada" no setor público que se tornou banal perante a visão da sociedade. Os casos são tantos, tão corriqueiros, que às vezes um "atropela" o outro. Vide mensalão e sanguessuga.
     A população não confia na Justiça brasileira quando o réu é um político ou alguém envolvido no meio. As CPIs instauradas não investigam, não desvendam e não punem ninguém. O cidadão não acredita no governo, na Polícia Federal e nem mesmo nos tribunais federais. E tudo isso por culpa do próprio governo, que na ânsia de proteger os seus, lança descrédito geral.
     Quando eu digo que se tornou uma coisa banal, basta ver um anúncio de nova CPI e a expressão de qualquer cidadão é: - Ih, já sinto cheiro de pizza!... O descrédito é geral. Quem foi punido nos últimos anos? Quem perdeu o mandato? Praticamente ninguém.
     E o que mais me revolta é assistir a uma sessão da Câmara dos Deputados ou do Senado e ver um corrupto dirigir-se a outro corrupto por Vossa Excelência. É Vossa Excelência aqui, Vossa Excelência acolá... Até quando se xingam usam o pronome de tratamento com todo respeito: - Vossa Excelência é um safado!... Vossa Excelência é um mentiroso!...
     Isso é um absurdo. É revoltante! Eles, os políticos, deveriam se dirigir ao povo por Vossa Excelência. Esse sim, o povo, merece esse tratamento. Que dignidade um corrupto tem para merecer tal tratamento?
     O povo que trabalha pelo menos oito horas por dia, às vezes até mais de doze horas, que recebe um mísero salário de R$ 380,00 e tem que arcar com despesas abusivas no transporte público, na cesta básica e ainda não tem escola digna para seus filhos, nem vaga em hospital público de qualidade quando enfermo, deveria receber mais atenção e respeito por parte da classe política.
     Já o nosso amigo, o Corrupto, Sua Excelência, esse recebe gordo salário mensal, 13º e 14º, mais ajuda disso, ajuda daquilo, verbas indenizatórias, e isto tudo legalmente. Agora imagine o que vem "por fora" com as maracutaias, propinas, desvios de verba e tudo mais que estamos acostumados a ver na mídia. Que o digam os mensaleiros do valerioduto, os sanguessugas, os vampiros, anacondas, sem esquecer os antigos Caso PC Farias, Escândalo do Banestado, Escândalo da Sudam, do Sudene... São tantos que precisaria de páginas somente para citar os escândalos de nossos governos. Nunca na história deste país houve tanta corrupção.
     E eu aqui, me envergonhando pelo Brasil, toda vez que vejo um cara de pau se dirigir a outro cara de pau por Vossa Excelência. Aff, ninguém merece! Por isso mudei minha opinião e tomei a decisão de votar nulo para o Congresso Nacional. Deputado federal e senador não voto mais, pois não temos nenhum controle ou forma de pressão. Essa é minha forma de protesto. Tardia, mas como diz o ditado, antes tarde do que nunca.

Silvio Furtado de Mendonça Filho é funcionário público municipal, bacharel em Ciências Econômicas e pós-graduado em Gestão Pública (silviomendonca@yahoo.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ibope vê falha na pesquisa de Cuiabá

abilio 400   A  última pesquisa Ibope sobre intenção de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada na sexta passada (16) pela TVCA, cujo resultado destoa muito de outras amostragens, foi feita por telefone. E, por causa disso, o próprio instituto, em nota de esclarecimento publicada no próprio site,...

Medeiros x Fernanda e o bolsonarismo

jose medeiros 400 curtinha   Não são apenas Carlos Fávaro (PSD) e Nilson Leitão (PSDB), que se auto-combatem, com um tentando desconstruir a candidatura do outro na corrida pela única vaga em disputa ao Senado. Como num ringue de boxe, José Medeiros (foto), do Podemos, e coronel Fernanda (Patriota)...

Leitão x Fávaro sob efeito-Bolsonaro

nilson leit�o 400   O ex-vice-governador e hoje senador interino Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito sinopense e ex-deputado federal pelo PSDB Nilson Leitão (foto) travam uma guerra eleitoral, com críticas mútuas, como se só existissem os dois na disputa para o Senado, quando, em verdade,...

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

MAIS LIDAS