Últimas

Quarta-Feira, 29 de Agosto de 2007, 19h:03 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

LEGISLATIVO

Votação do nome de Pagot não entra na pauta

  Com a pauta obstruída e a crise Renan, a resolução que indica Luiz Antonio Pagot para o Dnit não entrou em votação e só deve ser apreciada agora em plenário nesta quinta ou, possivelmente, em meados de setembro. Há seis meses, o afilhado político do governador Blairo Maggi espera pela nomeação ao cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes.

   "Nãó é mais possível ficar suspenso essa questão e o Dnit sem ter uma direção definida, enquanto é urgente a recuperação das estradas em todo o país", conclamou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). O senador João Ribeiro (TO), do PR, mesmo partido de Pagot, emendou: "O governo não tem de peitar a oposição. Quem quiser votar contra, que vote".

   O líder do PSDB, senador Arthur Virgílio, reagiu. Disse que a bancada tucana não está unida quanto à indicação de Pagot. Ele voltou a questionar a indicação do aliado de Maggi e disparou contra os governistas, principalmente ao senador Ribeiro, que cobrou ação da base aliada para aprovar logo a resolução com o nome de Pagot. "Certamente é mais prudente não se desgastar uma relação com a oposição porque amanhã o governo se encontra fragilizado num outro momento de votação e aí não vai contar com a gente".

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Clovis E. dos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    29/08/2007 - Vi na tarde de hoje, apesar da obstrução, o Senado Federal aprovar algumas indicações para o STF.
    Acho que a aprovação dos Diretores do DINIT seria de maior prioridade, pois este órgão está praticamente prado nos últimos seis meses, e quem sofre com as consequências são os usuários das estradas, do transporte intermodal, dos portos, etc., enquanto o STF continua funcionaldo normalmente, haja vista o julgamento do MENSALÃO realizado nos últimos dias.
    O PSDB está fazendo um grande mal ao povo brasileiro, dificultando a indicação do Sr. Antônio Pagot para o DENIT.

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se fosse um outro nome, com certeza já teria sido aprovado. Se ainda não o fizeram, é porque conhecem a figura e a razão e desejo do porque ocupar esse cargo, que está mais sendo uma imposição do patrão.
    Quanta vergonha!!! afinal, quanto tempo faz isso? 1 ano? até quando vai essa mendicância?
    O que vejo é que trabalhadores comuns deixam curriculum em empresas e se houver interesse desta, os chamam para entrevista e posterior ingresso para trabalhar. Dessa forma, do representante da Amaggi é vergonhoso, não pelas peregrinações de batalhões em Brasilia, mas pelo chá de cadeira, e pelas humilhações que vem passando para ter seu nome aprovado.
    Como se diz: Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Será que essa vai furar? pode até furar, mas já chegará do outro lado suja, contaminada.

  • Carlos Roberto de Aguiar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Enquanto isso o Mato Grosso fica alijado por ainda não ter um representante no comando de um dos segmentos mais importantes do Governo Federal, somente por manobras de proprios matogrossenses;
    é o famoso fogo amigo, mas de amigo urso.
    Picuinhas e mazelas são coisas de comadres, e não
    de homens públicos. Ninguem merece.

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.