Últimas

Segunda-Feira, 07 de Maio de 2007, 08h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Waldir Teis será o próximo conselheiro do TCE


Governador
trabalha com
possibilidade de
nomear o seu
secretário na
cadeira de
Ary, Spinelli ou
de Júlio

   O goverrnador Blairo Maggi já decidiu que a próxima vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado será ocupada pelo seu secretário de Fazenda, Waldir Teis. Trabalha com possibilidade de abertura de ao menos uma cadeira para o cargo vitalício até o próximo ano entre Ary Leite de Campos, Ubiratan Tom Spinelli e/ou Júlio Campos.
   Ary enfrenta problemas de saúde e já foi orientado pela família a se aposentar, algo que pode acontecer ainda este ano. Spinelli completa 70 anos em junho de 2008, data a partir da qual deve entrar para a compulsória. Júlio pode antecipar sua aposentadoria em maio do próximo ano para, assim, ganhar legitimidade como eventual candidato a Prefeitura de Várzea Grande.
    Essas articulações estão sendo amarradas nos bastidores. Em conversa com aliados próximos, Maggi avalia que qualquer uma das vagas que vier a ser aberta será possível "costurar" entendimento com a Assembléia para poder emplacar Teis no cargo vitalício.
   O Pleno do TCE é composto de sete conselheiros. Cada um ganha R$ 22,1 mil de salário, fora uma série de privilégios. A cadeira é vitalícia. A principal missão é exercer o controle externo, por meio da fiscalização da gestão dos recursos do Estado e dos municípios. O TCE fiscaliza anualmente algo em torno de R$ 10 bilhões.
    Teis é um dos homens de confiança de Maggi. Antes de passar a cuidar do caixa do governo do Estado atuou como executivo do Grupo Amaggi, pertencente ao próprio Maggi, maior produtor individual de soja do mundo.
     Blairo Maggi é o único dos quatro últimos governadores que ainda não indicou conselheiro para o TCE, cargo equivalente ao de desembargador do Tribunal de Justiça. A efetivação de Alencar Soares no ano passado, apesar da assinatura de Maggi, partiu da Assembléia e não do Poder Executivo. Jaime Campos (91/94) "emplacou", à época, dois conselheiros: Ubiratan Spinelli e Branco de Barros, que se aposentou em 2006. Já Dante de Oliveira (1995/2002) indicou três: Antônio Joaquim, José Carlos Novelli e Valter Albano. O governo Rogério Salles (2002) nomeou Júlio Campos.

------------------------------------------------------
Quem são os atuais conselheiros do TCE
------------------------------------------------------
José Carlos Novelli                Júlio Campos
------------------------------------------------------
Valter Albano                       Antônio Joaquim
------------------------------------------------------
Ubiratan Spinelli                   Alencar Soares
------------------------------------------------------
Ary Leite de Campos
------------------------------------------------------

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • senhorinha neta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    porque sera; que o governador Blairo Magi não da uma cadeira para o senador jonas pinheiro!!sera que o governador não gosta dele?
    E um assunto para ser analizado, voce não acha?

  • Josias Gonçalo Martins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa coisa de governador indicar, nomear, sei lá, conselheiros do TCE dá uma "merda" (desculpe o termo (sic) danada. Veja as nossas "autoridades" do TCE: Tom Spinelli, Julio Campos, Ari Campos, e um monte de mais conselheiros que não têm respaldo para dar dura emgovernanate algum. Qual a reprimennda que o sr. Waldir Teis daria ao governador Blairo Maggi. Com todo respeito, santa poaciência.

  • Pacheco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É provável que Maggi tente, como Dante de Oliveira, montar sua 'tropa de choque' no TCE, com todo o respeito que aquela corte merece. Contudo, Maggi deve refletir muito bem.
    Ninguém tem dúvidas da qualidade técnica de Waldir Teis. Só resta saber a que custo será indicado para o TCE que, aliás, não é tão mal assim, seja na questão salarial ou em outras...


    Pacheco

  • Leandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse pau-rodado sulista não tem serviço prestado a MT para ganhar uma cadeira no TCE. Vai ficar de papo pro ar, tocando a sua viola. E assim caminha a mediocridade.

  • Antonio Luiz de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não é possível que o governador tenha mudado de opinião assim tão rápido. Ele sempre foi contra a indicação política para o TCE. Alguém lá em brasilia têm que ter a coragem de mudar esse escândalo da administração pública, a legalização da barbárie politica, do nepotismo, do fisiologismo. Esse país não é sério mesmo, o jeito é sair fora, não é fácil aguentar tanta mediocridade da nossa classe política. Merecemos o Brasil que aí está, nós somos os responsáveis!

  • Ricardo Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O tribunal de contas serve para politicos de fim de carreira, que não desejam disputar mais nenhuma eleição. é um absurdo um conselheiro aposentar para disputar eleiçôes, sera que estão vendendo vagas para levantar dinheiro para aí sim disputar eleiçôes. fica esperto julio campos estamos de olho.
    quanto a waldir teis, não tembagagem politica, porque o governador não nomeia alguem de peso como, Antero paes de barros, Ricardo Corrêia, Jonas Pinheiro, Roberto França, Humberto Bosaipo, José Riva e tantos outros!

  • luis Augusto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Qualquer um por menos informado que seja sabe que a próxima vaga para o TC está reservada para um membro da Assembléia Legislativa pois a cóta é do Poder Legislativo e não do governo. Nas conversas de corredor o nome mais cotado é do deputado Humberto Bosaipo.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Voces sabem porque que as contas do poder executivos são aprovadas na maioria das vezes pelo "GLORIOSO TCE"?porque os indicados são apaniguados do rei, este da soja, pra não ficar muito "na cara" aprovam as contas com "ressalvas" como dizia um velho amigo meu:"ISTO É UMA VERGONHHHHHHHHHHHHA.

  • Epitácio Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O povo merece mesmo, um pau-rodado que nada fez pra Mato Grosso, e tão somente ao rei da soja Blairo Maggi, deve ser pagamentos de serviços prestados em suas empresas.
    O povo merece porque deixa as coisa acontecerem, até hoje não sabem que o poder está em suas mãos, como colocam podem tirar, "não tiraram o Collor", então. E MAIS UMA MARACUTAIA.

    Epitacio

Prédio da Câmara receberá decoração

misael 400 curtinha   A Câmara Municipal de Cuiabá vai gastar R$ 41 mil com decoração natalina. E quem executará os serviços para deixar o prédio do Legislativo todo iluminado é a Capriata de Souza Lima & Souza, vencedora do pregão eletrônico. Com seus 25 vereadores, 521...

Avalone aposta em Nigro pra prefeito

carlos avalone 400 curtinha   Carlos Avalone (foto), hoje vice-presidente da Executiva estadual do PSDB, está cheio de planos como futuro presidente tucano. Já anunciou que em fevereiro Paulo Borges renuncia ao comando partidário e, então, passa a tocar a legenda no Estado e com a missão de coordenar os trabalhos...

"Choque" de agenda de EP e de MM

mauro mendes 400 curtinha   Prefeitos e primeiras-damas estão sendo convidados para dois eventos programados para o mesmo dia e horário, em Cuiabá. Um partiu do prefeito Emanuel Pinheiro, que entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá em 18 de novembro, às 20h, e espalhou convites para tanto gestores municipais,...

Mutirão já negociou quase R$ 40 mi

O Mutirão Fiscal Fecha Acordo do Governo de Mato Grosso, em parceria com o Judiciário, já negociou, na primeira semana, R$ 22.430 contratos, somando brutos R$ 37,7 milhões. E, com os descontos, ficaram em R$ 20,8 milhões, sendo R$ 12 milhões à vista. As negociações são feitas por meio da PGE e da Sefaz. O mutirão começou em 1º de novembro e segue até o próximo dia 29. Funciona no segundo...

Parceiros pra eventos de final de ano

emanuel pinheiro marcia 400 curtinha   Esta semana o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia, que faz trabalho social voluntário, iniciam a maratona de reuniões com empresários em busca de apoio e parcerias para realização de festas natalinas e do réveillon. A ideia é,...

Fora da disputa e elogios à prefeita

toninho domingos 400 curtinha   Irmão do ex-prefeito Murilo Domingos (já falecido), o empresário Toninho Domingos (foto), que foi vice-prefeito por duas vezes, das gestões Nereu Botelho (94/98) e Jayme Campos (2001/2004), disse neste domingo que não está animado para concorrer à sucessão em...