Últimas

Sexta-Feira, 14 de Março de 2008, 12h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONFRONTO

Yuri ignora PP, manda recado e só segue Maggi


Maggi discursa, sob sinalização e olhar para o secretário Yuri
Foto: Edson Rodrigues

  O novo secretário de Desenvolvimento do Turismo, Yuri Bastos Jorge, deu uma demonstração nesta sexta, durante bate-papo com um empresário, em seu gabinete, de que não está nem aí para o seu PP e, principalmente, para a bronca do deputado José Riva. Ele disse que "a nomeação é feita pelo governador, que é o dono da caneta" e que não deve satisfação para mais ninguém.

   As declarações de Yuri, nomeado sob indicação do seu padrinho político Luiz Antonio Pagot, foi um recado ao primeiro-secretário da Assembléia, deputado Riva, que considerou uma afronta à forma como o governador conduziu para o staff o filiado do Partido Progressista. Para Riva, até então interlocutor do partido junto ao Palácio Paiaguás, Maggi deveria ao menos consultar a legenda antes de convidar e nomear Yuri para a pasta do Desenvolvimento do Turismo.

  Yuri já foi vereador por Cuiabá, presidente da MT Saúde no início do governo Maggi e, após a derrota para deputado estadual, em 2006, atuou como adjunto da secretaria estadual de Educação. Depois foi para Brasília, onde estava lotado como assessor de Luiz Pagot no Dnit. 

   O impasse sobre sua nomeação no staff acabou rachando o PP. Riva irritou também com o presidente estadual da legenda, Chico Daltro, contemplado desde o ano passado com o cargo de secretário de Ciência e Tecnologia, por este ter contestado o parlamentar e assegurado que Yuri teve aval do partido para vir a compor o primeiro escalão.

   Recado de Pagot

   Não é só Yuri Bastos que mostra menosprezo com a questão partidária. De Brasília, onde atua como diretor-geral do Dnit, Luiz Pagot disse a um prefeito, na semana passada, que o governador Maggi assumiu compromisso com ele (Pagot) de nomear quem indicasse para postos importantes da máquina estadual. No entendimento de Pagot, essa abertura de espaço seria para reforçar o seu nome como pré-candidato a governador em 2010.

   Dessa forma, o ex-trator do governo Maggi e que já ocupou o comando das pastas de Infra-Estrutura, Casa Civil e Educação, já emplacou, inclusive de "porteira fechada" os cargos de secretário e de adjunto da Cultura. São ocupados, respectivamente, por Paulo Pitaluga e por Francielle Leão, ambos ex-assessores do próprio Pagot. Agora, o diretor-geral do Dnit "nomeia" Yuri no Desenvolvimento do Turismo. E assim, Pagot vai loteando o governo do rei da soja rumo ao pleito de 2010.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • celio oczinskii | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse yuri vai si ver na mao do riva, pra comeca ele nao ganha nem pra vereador. coitado

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Temerário achar que o Executivo prescinde do Legislativo e, um suicídio político, brigar com o deputado José Riva. Certamente, as coisas são mais que o aparente, mas, de fato, o senhor José Riva é extremamente brigão e, corajoso. Em suma, o Governo pagará bem mais ao deputado Riva que a atual fatura, quer dizer, os eleitores dele não esperam menos que o troco porque a sua imagem é a de brigão mesmo, que sai no braço e não contemporiza.

  • João Vicente | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TOTALMENTE DESPREPARADO ESSE YURI. FICA CONVERSANDO FIADO, FALANDO O QUE NÃO DEVE. COLOCA O PARTIDO, O GOVERNO E O RIVA NUMA SITUAÇÃO CONSTRANGEDORA.

  • marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o yuri é perseguidor de servidor publico ele e a cambada de capataz que se esconde atras dele...governador é outro despreparado...e nós somos cobaias...

  • Ernesto Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O YURI É OPORTUNISTA, POIS ESTAVA DESMORALIZADO POLITICAMENTE E FOI PEDIR AJUDA PRO RIVA PARA DISPUTAR AS ELEIÇÕES. RIVA O AJUDOU E RECEBE ISSO EM TROCA. VAI EM FRENTE SEU YURI, DAQUI A UM ANO TA FORA DO CARGUINHO E DESMORALIZADO,.

  • Brandão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Respeito o secretário Yuri, porém considero no mínimo infeliz as colocações dele sobre o Riva. Primeiro por que o político tem que respeitar seu partido e logo por que Riva é sem dúvida um dos maiores políticos de Mato Grosso, mesmo, muitos criticando o deputado, mas oxalá se tivéssemos vários políticos com a palavra de Riva. Aliás, é capaz de Yuri ainda precisar muito de Riva. Dor de barriga não dá uma vez só.

  • Jussania Dias Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu acho incrivel como o sr. governador, homem inteligente, consegue se cercar de uma meia dúzia desse genêro, que se diz afilhado do governador, que ninguém pode com ele, e sai por ai desrespeitando meio mundo.O cara não sabe nada, pega quem sabe e fica sugando. Esses ai, quando o Sr. Blairo não for mais governador eles também não serão mais afilhados se quer saber nem conhecidos, eles sempre estarão onde o poder estiver(pelo menos correndo atrás dele e derrubando quem estiver na frente) salvando a própria pele.Te cuida, Blairo.É muito triste constatar isso, quando for passado.

  • Angela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É com tristeza que vejo o descompromisso do governo do estado em nomear para Secretário o cidadão Yuri Bastos.
    O referido Secretário sempre se gabou de pertencer a "alta sociedade cuiabana" e como todo bom "filhinho de papai" continua querendo todos os seus desejos atendidos, sem se preocupar com qualquer coisa que diga respeito á ética.
    Há muito tempo por conhecer este indivíduo, o que tenho há dizer como funcionária pública, concursada, há 13 anos na Saúde Pública, é que o mesmo não tem respeito com o ser humano que não pertence á mesma "classe social" que ele., e sempre se orgulhou de dizer e bater no peito a famosa frase: você sabe com quem está falando?É realmente muito triste, acorda Mato Grosso!!!
    SÓ QUE NESTA HISTÓRIA TODA YURIxRIVA, É RELMENTE O SUJO FALANDO DO EMPORCALHADO , OU VICE E VERSA!!!
    OBRIGADA

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Yuri parece que foi "contaminado" pelo germe da arrogância afeita ao feitor de escravo Pagot,quem se diz político no mínimo tem que ter o "filling" de saber quando falar e principalmente quando calar-se e neste imbóglio perdeu uma ótima oportunidade de silenciar-se pois a sua atitude,com certeza consegui desagradar todos os envolvidos e em briga de tubarão quem é engolido é sardinha

  • Valdir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Blairo e Yuri
    Não tem que pedir benção e nem dar satisfação para esse tal Riva. Se tivéssemos uma justiça célere e leis sérias, esse senhor seria representante de outro povo, daqueles que subtraíram o que não lhes pertencia.
    Fora Riva, seu tempo de política acabou.

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...