Últimas

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2007, 16h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Zahran "toma" uma fazenda de Júlio por dívida

Conselheiro Julio Campos, atolado em dívidasUeze Elias Zahran, presidente do Grupo Zahran    O conselheiro do Tribunal de Contas, Júlio Campos, terá uma de suas fazendas leiloadas para pagar dívida de campanha eleitoral de 1998 quando concorreu e perdeu a disputa para governador. O credor é o Grupo Zahran, presidido pelo empresário Ueze Elias Zahran que congrega, entre as empresas, a TV Centro América (afiliada da Rede Globo). O montante é de R$ 1,5 milhão, mas, atualizado, pode superar a R$ 2 milhões. Júlio, que já ocupou as cadeiras de prefeito de Várzea Grande, deputado federal, governador e senador, alega que a dívida pertence a seu ex-partido (PFL, que foi extinto para surgimento do Democratas (DEM). Lembra que foi contraída durante a campanha de 98 e diz sentir-se injustiçado por herdar a dívida.

     O conselheiro afirma que já perdeu um apartamento por conta da ação movida e pode perder a fazenda denominada São José do Piquiri, avaliada em R$ 5,6 milhões. O imóvel de 8,4 mil hectares, sendo 50% da área de reserva ambiental e 246 hectares de pastagem artificial, está localizado em Santo Antonio do Leverger, à margem do rio Piquiri. É considerada uma relíquia para a família Campos. O imóvel abriga entre outras características, um sobrado com mil metros quadrados e 36 divisões e varandas, uma piscina de alvenaria, galpão para máquinas e até uma pista de pouso com mil metros de comprimento.

     O leilão já foi autorizado pelo juiz Lídio Modesto da Silva Filho, titular da Comarca de Santo Antonio do Leverger, e está marcado para 11 de novembro. Nesta data, não havendo licitantes ou uma oferta condizente, a fazenda pode ser arrematada no próximo leilão, também já marcado para o dia 30. Neste último ato, o imóvel poderá ser arrematado pelo maior lance, independente do valor. O leiloamento será realizado na Comarca de Santo Antonio do Leverger. 

     Julio Campos afirma que vai pagar a dívida, mas que não queria perder a fazenda. Nesta terça, seu advogado Guilherme Gantos chega a Cuiabá para buscar uma nova negociação junto ao Grupo Zahran. "Podemos tentar rever a dívida, mas é inevitável o pagamento. Quem me mandou ser candidato", diz o conselheiro, que em 98 perdeu a disputa pelo Palácio Paiaguás para Dante de Oliveira. (Simone Alves) 

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa fazenda foi cenário de fotos para a revista Caras ainda em 1998. A notícia que correu após as eleições dava conta que o Arcanjo havia tomado posse dela por conta de empréstimo para a campanha.

  • Hamilton Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O sr. Zahran poderia cobrar dos srs. Simá, Cleber & companhia, pois os mesmos deixaram um bom naco na fortuna do ex-governador.

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E a prestação de contas na justiça eleitral, será que julio omitiu as divida ?

  • Hamilton Gomes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O sr. Zahran poderia cobrar dos srs. Simá, Cleber & companhia, pois os mesmos deixaram um bom naco na fortuna do ex-governador.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até hoje nimguem sabe como o patrimonio do Conselheiro Julio Campos cresceu tanto...? Na lei e na vista dos homens tudo se multiplica ...agora diante de Deus seu Julio nada é para sempre... aquilo que vem facil... vai do mesmo jeito.

  • sergio guimaraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    coitado dos prefeitos e dos secretarios de estado... a turma do conselheiro ja vai comecar a andar com maior furor, mas cuidado julinho, aqui se faz aqui se vaiiiiiiiiiiiii....

  • alessandra catanduva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    parabens ao sr. zarahn, esse caloteiro deu maior tombo na campanha aqui no cpa, eu trabalho na seduc e sei das artimanhas que ele e seu povo faz para tomar dinheiro de prefeitos, presidentes de camaras de vereadores e etc... abre o olho MPE E MPF, bem feito julio campos, aqui se faz aqui mesmo se paga, logo logo o MPE vai te pegar.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...