Últimas

Quinta-Feira, 10 de Maio de 2007, 10h:14 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

RONDONÓPOLIS

Zé do Pátio corre risco de ser "engolido" de novo

   Mesmo na liderança nas pesquisas à corrida sucessória em Rondonópolis, cidade-pólo do sul do Estado, o deputado Zé Carlos do Pátio (PMDB) corre risco de ser "engolido" novamente. Em 2004, ele foi a grande surpresa nas urnas à prefeitura. Ficou em terceiro, mas com pequena diferença entre Wellington Fagundes e o hoje prefeito Adilton Sachetti.

   Agora, longe daquele cenário, a tendência é de haver uma polarização entre o atual prefeito Adilton Sachetti (PR) e o antecessor Percival Muniz (PPS). Seria uma campanha de comparativos. Nesse caso, só restaria a Pátio correr por fora.

   Aos poucos, Sachetti, empurrado pelo governador Blairo Maggi, de quem é amigo íntimo, vem melhorando o desempenho popular, conforme mostram pesquisas internas. No início do mandanto, ele passou a enfrentar grande rejeição por ter adotado medidas austeras e antipopulares. Após o lançamento de um pacote de obras e de jogadas estratégicas para mostrar publicamente um novo estilo de administrar, mais na linha empresarial, começa a se animar rumo ao projeto da reeleição.

   Percival Muniz, por sua vez, havia ficado isolado ao optar pelo ruptura com o prefeito e por se distanciar do governador Maggi. Como ainda detém respaldo dos chamados movimentos populares, fatia do eleitorado que disputa com Zé do Pátio, Muniz tem chance de se recuperar politicamente.

   Apesar disso, se as eleições fossem hoje, ele seria o terceiro colocado, atrás de Sachetti e de Pátio, que, por enquanto, seria o vencedor. O detalhe é que, como deputado, Percival Muniz vem marcando posição e começa a explorar a estratégia do comparativo de seus dois mandatos com o do atual prefeito Sachetti.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

Parlamentar temido reassume em VG

caio cordeiro 400 curtinha   Com menos de 15 dias no cargo de vereador em Várzea Grande, o primeiro-suplente Caio Cordeiro (foto), do PRP, já terá de desocupar a vaga. Eis que está de volta, da prisão para retomar o assento de parlamentar, Jânio Calistro, que está no segundo mandato e responde...

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.