Variedades

Sábado, 30 de Março de 2013, 12h:53 | Atualizado: 30/03/2013, 16h:40

MT SAÚDE

Auditoria aponta que Santa Rosa aumentou em 88% o faturamento

 -- Evolução dos pagamentos feitos pelo MT Saúde aos hospitais Santa Rosa, São Mateus, Amecor e Jardim Cuiabá com valores e porcentagem   Auditoria encomendada pelo Fórum Sindical de Mato Grosso, sob Gilmar Brunetto, entregue para a CPI do MT Saúde nesta terça (26), aponta que o hospital Santa Rosa - que tem como um dos sócios o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) – teve aumento de 88,11% no faturamento da unidade, comparando os valores pagos em 2010 e 2011.  Os hospitais São Mateus, Amecor e Jardim Cuiabá também apresentaram aumento, de 27,24%, 25,81% e 15,59%, respectivamente, no comparativo entre 2010 e 2011.

  No ano de 2010,  o Santa Rosa recebeu do MT Saúde R$ 6, 5 milhões, no ano seguinte o valor saltou para R$ 12,3 mi milhões (88,11%). Dos 31 milhões pagos para hospitais em 2010, R$ 25 milhões foram destinados apenas para os quatros que contaram com aumento no faturamento. O repasse para eles representa 80,63% do total. Em 2010, o que mais recebeu foi o São Mateus, com R$ 7,3 milhões (23,64%); seguido pelo Santa Rosa que levou 21,22% do pagamento.

    Em 2011, dos R$ 43  milhões pagos, R$ 35  milhões foram destinados para os mesmo quatro hospitais. Desta vez quem levou mais foi o Santa Rosa, seguido pelo São Mateus, Amecor e Jardim Cuiabá. O MT Saúde destinou 79,77% dos recursos para pagamento da rede assistencial. Os demais hospitais receberam valores que correspondem a menos de 4% do valor total pago.

   O relatório da auditoria encomendada pelo Fórum Sindical aponta ainda que no exercício de 2011 foram identificadas lacunas nos pagamentos para todos os fornecedores de serviços médicos. As análises foram elaboradas com base nos relatórios do Fiplan (Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças). As despesas referentes a 2011 foram 34,93% maior que as despesas do exercício de 2010. As despesas saltaram em um ano de R$ 93, 3 milhões para R$ 125, 9 milhões.

     As despesas de 2011 foram classificadas em três grupos: serviços médicos, administrativas e reembolso para usuário. Do total das despesas de 2011, 80,31% foram destinados para pagamentos de serviços médicos, o que significa o valor de R$ 101, 1 milhões.

Auditoria reforça a existência de rombo de R$ 21 mi no MTSaúde

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • lopes | Domingo, 31 de Março de 2013, 10h12
    0
    0

    O hospital santa rosa nao tinha nem licenca para funcionar maluf quando secretario de saude que arrumou a tal licenca na epoca remedios de alto custos ou sejam caros saiam do almoxarifado da saude para o hospital e so verificar hj ta ai aparacendo os rombos de remedios pagos mas nao entregados forao entregues sim e voces sabem onde e so terem peito e fazer uma investigacao da epoca que maluf foi secretario

  • Valdir | Sábado, 30 de Março de 2013, 22h37
    0
    0

    Tá explicado as razões do silêncio da chamada oposição. Pode apurar que esse rombo deixou mais gente feliz. Não foi só o Guilherme... Tem mais Guilherme... ah tem!

  • Paulo | Sábado, 30 de Março de 2013, 19h32
    0
    0

    Paulo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Léo Kuiabano | Sábado, 30 de Março de 2013, 18h37
    0
    0

    Trocando em miúdos, somente quem lucra com o caos da saúde publica são os hospitais particulares, que no caso aqui em Mato Grosso a qualidade por incrível que pareça já está bem equiparada com o Pronto Socorro. Mas é uma pena que a vigilância sanitária não passa nem perto.

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

TCE vê superfaturamento em Juara

carlos sirena 400 curtinha   Em plena campanha eleitoral o prefeito de Juara, Carlos Sirena (foto), candidato à reeleição pelo DEM, está tendo que buscar explicações sobre irregularidades apontadas pelo TCE-MT em alguns casos de dispensa de licitação, especialmente nas compras de produtos para...

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...