Variedades

Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2011, 12h:18 | Atualizado: 24/01/2011, 18h:45

ANÁLISE

Voto ainda é moeda de troca

O jornalista Romilson Dourado comenta no RDTV desta 2ª sobre a importância do voto consciente. Segundo o jornalista, a compra de voto continua cada vez mais sofisticada e inovadora. Um exemplo é o fato de candidatos contratarem milhares de cabos eleitorais e, como moeda de troca, cobrar a votação dos familiares dessas pessoas. Ainda segundo Romilson Dourado, nenhum dos deputados eleitos, por exemplo, gastou menos de R$ 1 milhão na campanha do ano passado. Confira o comentário e dê sua opinião.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Augustus | Terça-Feira, 25 de Janeiro de 2011, 16h29
    0
    0

    Será mesmo que um candidato consegue, pelo número do título de eleitor, aferir se um eleitor votou mesmo nele? O fato de ter uma lista de eleitores, não significa compra de votos. Todo candidato precisa se relacionar com o eleitor e um cadastro é imprescindível para entabular esse relacionamento. A compra de votos existe e deve ser combatida, mas fazer uma matéria tão generalista é querer Ibope, eu penso.

  • Eduardo Manfrin | Terça-Feira, 25 de Janeiro de 2011, 16h11
    0
    0

    É por isso que se chama "Crime Organizado", afinal, qual a melhor maneira de ser eleito "lícitamente" em um país como o nosso?? Pincelando algo parecido com asfalto em ano de eleição, "doação" de combustivel, um cento de tijolhos ou bolsa família?? Hmm, acho que todos. Mas doque isso importa, afinal sempre foi assim, AINDA é, e vai ser pra sempre, SEMPRE! Não existe futuro social para o país se basearmos nossas esperanças em votos. Talvez (sim, eu escrevi "talvez") ainda exista a solidariedade, a confiança no proximo, o respeito (social, cultural, étnico), uma pontinha de justiça, o trabalho em equipe em prol de um bem maior. Mas votos.. Esqueça.

  • Maria | Terça-Feira, 25 de Janeiro de 2011, 11h11
    0
    0

    Parabéns.. Romilson meta a boca no trombone... enquanto houver esses "benditos" cabos eleitorais, essa sujeira toda nunca vai mudar... vai ser sempre isso.. Mudaaaaaaaa Mato Grosso que tem tudo p/a crescer e ser feliz

  • CARLOS | Terça-Feira, 25 de Janeiro de 2011, 09h18
    0
    0

    QUEM TEM DÚVIDA QUE OS VOTOS SÃO COMPRADOS NO MATO GROSSO! SÓ COM MUITA GRANA É QUE SE CONSEGUE SE ELEGER E É POR ISSO QUE VCS VERÃO SEMPRE OS MESMOS EM SUA GRANDE MAIORIA, POIS JÁ TEM OS ESQUEMAS COM OS GRANDES PATROCINADORES DE CAMPANHAS QUE DEPOIS TIRAM TUDO COM BONS LUCROS DOS BESTAS QUE SÃO ESTES VENDALHOES DE VOTOS. ETA POVINHO SEM VERGONHA ESTE NOSSO E O PIOR BUROOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  • denir | Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2011, 23h05
    0
    0

    isso está mas que explicito em todas as campanhas eleitoriais,somente o TRE,não consegue enxegar ,pois essa bandalheira é notoria,mas par um orgão que espera que os politicos com irregularidade usufruir do mandato ,para depois cumprir com as leis eleitorais ,somente fazem somar para que tudo isso continue,equanto isso o nosso suado dinheiro sai pelo ralo , através destes politico que fazem de tudo para recuperar o investimento (?) de campanha, gostaria de saber da justiça eleitoral quando de fato vão deixar de fazer parte desta quadrilha,pois não consigo enxegar de outro modo, pois que se cala consente .

  • matilde | Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2011, 22h28
    0
    0

    E, quem não tem a moeda de troca nem deve entrar porque leva ferro. O povo está mal acostumado , o que nos envergonha.

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....