Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Junho DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Assembleia

Base quer controlar 13 comissões da AL, diz líder

Por 06/02/2019, 08h:40 - Atualizado: 06/02/2019, 08h:54

O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (DEM), pretende concluir as articulações para composição das 13 comissões permanentes até segunda (11) para garantir a leitura em plenário na sessão de terça (12). Segundo ele, a base governista e os independentes totalizam 20 deputados e devem indicar o presidente e três membros em cada comissão.

Dilmar está dispensando atenção especial para duas comissões: de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), que afere a constitucionalidade dos projetos de lei; e a de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO), responsável por fiscalizar a maior parte das ações do Executivo.

“A base governista não abre mão de indicar o presidente e três membros da CCJR e da comissão orçamentária, mas vamos fazer isso buscando o consenso. Os 24 deputados serão ouvidos. Não trabalhamos na base patrolando nem atropelando os colegas”, disse ao .

Atualmente, a CCJR está sob a presidência de Max Russi (PSB). Já a CFAEO sob Wilson Santos (PSDB).

Gilberto Leite/Rdnews

deputado dilmar dal bosco

Líder Dilmar Dal Bosco busca construir consenso entre deputados para formação de comissões e diz não "atropelar"

Disputa

A 19ª legislatura conta cinco deputados médicos. Na lista estão o reeleito Guilherme  Maluf (PSDB) e os novatos  Doutor João (MDB), Doutor Gimenez (PV), Doutor Eugênio (PSB) e Lúdio Cabral (PT).

Com exceção do petista, todos são da base governista e têm interesse de presidir a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social. Por isso, Dilmar precisa buscar o entendimento para evitar qualquer racha entre os aliados.

As outras comissões permanentes são Defesa do Consumidor e do Contribuinte; Trabalho, Administração e Serviço Público; Direitos Humanos, Cidadania e Amparo à Criança; Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto; Segurança Pública e Comunitária; Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e Regularização Fundiária; Indústria, Comércio e Turismo; Infraestrutura Urbana e Transportes; Meio Ambientes, Recursos Hídricos e Minerais; e Revisão Territorial dos Municípios e das Cidades.

Oposição

Wilson, que se credencia para liderar a oposição, avalia que dificilmente integrantes do grupo formado por apenas quatro deputados serão indicados para compor comissões. Pondera que sequer foram procurados para conversar sobre o assunto. “Neste momento, a correlação de forças no Parlamento é essa. Isso faz parte do jogo democrático”, concluiu.

Postar um novo comentário

EFEITO-GREVE

Sob ordem judicial, governador já bloqueia 30% de repasse do Sintep

Por 18/06/2019, 21h:05 - Atualizado: 18/06/2019, 21h:13

Tchélo Figueiredo

mauro mendes governador 680

 

Cumprindo determinação judicial, o governador Mauro Mendes já mandou a secretaria de Fazenda bloquear 30% do repasse mensal do Sintep, algo em torno de R$ 200 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Maria | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 06h37
    5
    6

    Indecente este senhor! Ilegal e imoral a atitude desesperada do senhor Mauro Mendes. O Sintep é uma entidade sindical. Seus recursos financeiros lhe são conferidos por seus filiados e filiadas por livre vontade. O Estado deve arcar com o dever de fornecer educação aos seus cidadãos e cidadãs com recursos determinados pela lei. Se ele não consegue cumprir leis e pensa que o Estado é simplesmente uma das suas empresas, deve renunciar. Vá administrar as suas empresas, senhor Mauro Mendes! O Estado é outro organismo, bem diferente do que a sua pouca inteligência consegue absorver! Tire as mãos dos recursos do Sintep que não lhe pertencem e nem ao Estado!

  • Iury Lara | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h53
    4
    6

    Quanto abuso de poder. Inconcebível a atitude desse governador tirano/autoritário! Não esqueceremos de você Mauro Mendes, nos aguarde nas próximas eleições.

  • aloísio | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h12
    5
    2

    Impressiona como nossas relações são permeadas pelo dinheiro. As pessoas, independentemente de posição social conhecem essa realidade e se utilizam desse expediente para tomarem suas decisões, levarem vantagem. Isso até lembra a lei de Gérson: "levar vantagem em tudo...!

  • Citizenship | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h03
    3
    6

    Essa determinação de subtrair a arrecadação do sindicato para pagar locomoção de alunos é uma completa loucura. Que lei estabelece subtrair receita sindical por causa de greve? Ou trata-se de multa? Que lei autoriza vincular receita subtraída do sindicato a uma despesa estatal específica? Ou uma multa a uma despesa específica do governo? Juiz pode impor penalidades previstas em lei. Não pode inventar o que a lei não diz. Houve algum acordo? Mas a decisão do sindicato não é manter a greve? Greve no serviço público é permitida por lei, resguardada a prestação de serviço em 30% do serviço regular. O juiz inverteu a lei antes do processo encerrar-se?

  • Todeolho | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 22h36
    8
    7

    Que reposição? Não está descontando os dias parado? Se está, ninguém vai trabalhar de graça! Vai pagar a parte os dias de reposição? Ou vai contratar outro profissionais para repor as aulas?

INAUGURAÇAO DA UFR

Bolsonaro deve visitar Rondonópolis

Por 18/06/2019, 20h:25 - Atualizado: 18/06/2019, 20h:30

Marcos Correa

jair bolsonaro 680

Presidente Jair Bolsonaro, em reunião nesta 3ª com líderes do Governo e do Podemos, entre eles José Medeiros

Depois de Barra do Garças, no Araguaia, Rondonópolis, cidade pólo da região Sul, deve ser a segunda cidade mato-grossense a receber a visita do presidente Jair Bolsonaro.

Postar um novo comentário

PROPAGANDA

Juíza libera 3 informes publicitários

Por 18/06/2019, 19h:00 - Atualizado: 02h atrás

Mayke Toscano

mauro camargo 680

 

Mesmo com orçamento para tal, o governo estadual só está conseguindo liberação da Justiça para fazer campanhas publicitárias em etapas e, assim mesmo, no caso daquelas consideradas emergenciais. Essa limitação trava a gestão do secretário adjunto de Comunicação, jornalista Mauro Camargo.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • daniel | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 06h10
    1
    0

    Pior governador da história de Mato Grosso. Transformou as secretarias em cabide de emprego.

EFEITO-TECNOLÓGICO

Taquígrafas são demitidas da AL-MT

Por 18/06/2019, 11h:36 - Atualizado: 18/06/2019, 11h:39

ze domingos 680

Ex-deputado Zé Domingos, consultor legislativo da Mesa, alega que equipamento de degravação é eficiente

A Assembleia Legislativa exonerou todas as nove taquígrafas, a maioria com mais de 15 anos na atividade que é considerada milenar. E fez retornar à origem outras que estavam em desvios de função. Em tempos de novas tecnologia, elas foram substituídas por um sistema de degravação, que já é utilizado pela TV Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zé Cuiabano | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 18h00
    3
    0

    Isso é mentira não estão economizando nada os valores dos cargos de taquigrafas e revisoras foram divididos em 3 cargos menores para empregar os puxa sacos, alem do mais esse programa que a AL tem no senado tem e é de graça, agora vão investigar quanto está custando para a AL, MP fica de olho!

  • Carlos | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 17h36
    3
    1

    Uma trapalhada atrás da outra. A economia maior seria feita se devolvesse o dinheiro da caixa.... vai vendo

38º FIPE

Prefeitura de Cáceres vai gastar quase R$ 700 mil só com shows

Por 17/06/2019, 23h:30 - Atualizado: 18/06/2019, 07h:31

cesar menotti & fabiano 680

Dupla Cesar Menotti & Fabiano vai se apresentar no dia 10 de julho no FIPE por um cachê de R$ 195 mil

A Prefeitura de Cáceres vai gastar R$ 675 mil somente com seis shows artísticos do 38º Festival Internacional de Pesca Esportiva (FIPE), que acontece na praça de eventos da Sematur, 10 a 14 de julho.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Siminina | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 08h51
    2
    1

    Gostaria que a matéria fosse refeita e colocasse o valor do show do Leo Santana

  • Leocadio | Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019, 23h44
    4
    0

    Mas nunca que um show do Falamansa vai custar 125 mil e nem o do Alendre 180 mil

OBRAS

Secretário vê avanços e cita 200 kms

Por 17/06/2019, 20h:35 - Atualizado: 17/06/2019, 20h:40

vanderl�cio rodrigues 680

 

O secretário de Obras Públicas da Capital, Vanderlúcio Rodrigues da Silva, assegura que a gestão Emanuel Pinheiro, que começou na Capital a partir de janeiro de 2017, já avança para 210 kms entre pavimentação asfáltica já inaugurada, em execução e/ou em licitação.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2377