Blog do Romilson Cuiabá, 07 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Emanuel cita remédio amargo, pede união, paciência e prega o fim do fisiologismo

Por 01/01/2017, 23h:11 - Atualizado: 01/01/2017, 23h:27

Gilberto Leite

Emanuel Pinheiro

Emanuel Pinheiro ao lado da esposa Márcia durante a solenidade de posse

Em um discurso que durou exatos 33 minutos, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB) – empossado neste domingo (1º de janeiro) - fez referências a apoios políticos, de servidores e da família, além de citar a importância de Deus em sua vida pessoal e como gestor. 

Prometeu deixar para traz qualquer rusga política do período eleitoral e que não vai ficar lamentando “heranças malditas” que venha a receber do ex-prefeito Mauro Mendes (PSB). “Já sabia que não seria fácil. Agora, é hora de arregaçar as mangas e colocar o discurso em prática. Hora de trabalhar duro”, discursou, sob aplausos.

Avisou, entretanto, que não há soluções milagrosas “servidas em bandejas”, por isso, tem consciência que terá que tomar medidas austeras e dar remédios amargos. Para tanto, pediu que seja feito um amplo “pacto por Cuiabá”, envolvendo todos os setores. “Em meu governo, os interesses de Cuiabá estarão em primeiro lugar”.

Nessa linha, pediu paciência para os cuiabanos e disse que quer ser julgado apenas ao final do seu mandato e não após alguns dias ou anos. Ele abriu a fala citando um poema, de autor desconhecido, sobre as belezas e encantos de Cuiabá – que foi feito quando a cidade completou 200 anos. Depois, reforçou que está consciente de que terá desafios gigantes para construir a Cuiabá dos 300 anos.

Apesar de rasgar elogios aos aliados políticos, com destaque ao presidente de seu partido, deputado federal Carlos Bezerra e ao senador Wellington Fagundes (PR), Emanuel garantiu que não haverá fisiologismo em seu governo. Disse, mais de uma vez, que vai estabelecer metas e prioridades, sendo que combaterá qualquer ato de corrupção.

Citou algumas áreas como prioridades: saúde, educação  e geração de emprego. O peemedebista afirmou também que vai abrir a Prefeitura de Cuiabá para a população e que vai valorizar os servidores. 

Relação com Poderes

Emanuel aproveitou o discurso para enfatizar que vai manter uma relação harmônica e de parceria com os Poderes, frisando que pretende construir parcerias com o Governo Pedro Taques (PSDB) e com a Câmara de Cuiabá, sob Justino Malheiros.

Representando Taques, do grupo político adversário de Emanuel, o secretário da Casa Civil Paulo Taques garantiu que todas as parcerias serão mantidas. Citou como exemplo os R$ 2 milhões mensais para o Hospital São Benedito e verbas destinadas à construção do novo pronto-socorro. “Nosso governo permanece de portas abertas ao senhor (Emanuel), seu vice e a seus secretários”. Emanuel agradeceu e disse que não esperava outra postura do Executivo estadual.

Galeria: Posse Emanuel

Minutos antes do discurso de Emanuel, Mauro Mendes (PSB) fez a sua última fala como prefeito. Frisou que deixa o palácio Alencastro com o sentimento de dever cumprido. “Fizemos muito, mas há muito o que fazer”, reconheceu. Depois, desejou sorte ao novo gestor.

Solenidade

Cerca de 2 mil pessoas acompanharam a solenidade de posse de Emanuel e de seu vice Niuan Ribeiro (PTB). A decoração no Centro de Eventos do Pantanal contou com uma viola de cocho gigante, além de canoas recheadas com frutas como manga, abacaxi e laranja. Flores e plantas da terra também enfeitaram o local.

O ato de posse foi comandado pelo presidente do Legislativo Justino Malheiros. O ato começou com 1h de atraso, por volta das 19h e se estendeu até às 21h30, quando começou o coquetel de comemoração e momento de cumprimentos.

Autoridades, familiares e amigos lotaram o auditório principal do Centro de Eventos do Pantanal, sendo que muitos ficaram em pé. Entre os presentes estavam os ex-governadores Frederico Campos, Márcio Lacerda e Júlio Campos, além do secretário Paulo Taques (representando o governador Pedro Taques) e o chefe do Ministério Público Paulo Prado. Também prestigiaram os deputados federais Victório Galli (PSC) e Valtenir Pereira (PMDB), além da estadual Janaína Riva (PMDB).

Antes da chegada de Emanuel, houveram apresentações com a participação de Penélope e do Balé Carolina, além de Comadre Pitu (que recepcionou os convidados). Foram distribuídas rosas às mulheres e a banda Ciranda Sax Club tocou músicas na recepção. 

O clima foi de festa, com apenas dois momentos tensos. Houve vaias quando Carlos Bezerra criticou Mauro Mendes, reclamando que a inauguração de parques não é tão importante; e quando Paulo Taques disse que o governo está de portas abertas para os vereadores cuiabanos.

Agradecimentos

 Nos agradecimentos finais, Emanuel citou a importância da esposa Márcia Pinheiro, dos filhos Elvis e Emanuel filho, além dos irmãos da mãe Maria e do pai Emanuel Pinheiro (Já falecido).

O evento foi encerrado com a música “tiro o chapéu”, jingle da campanha. Depois, foi declamado um poema por Lúcia Palma e teve um show com Roberto Lucialdo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • João Menna Neto | Segunda-Feira, 02 de Janeiro de 2017, 10h17
    3
    4

    Não passa de bravata de demagogo. Vai fazer exatamente igual aos antecessores. Não tem pulso e nem liderança para fugir do figurino habitual. Quem viver verá.

  • Dalagnol | Segunda-Feira, 02 de Janeiro de 2017, 08h51
    5
    2

    Já assumiu o discurso de Taques da crise. Se exonerar tantos servidores vai gerar uma crise de fato como o governador fez no estado ao congelar o salário. A política de austeridade em momento de crise amplia a crise.

CÂMARA DE CUIABÁ

Quase 3 anos depois, Toninho apresenta relatório da CPI do Paletó

Por 06/07/2020, 18h:16 - Atualizado: 06/07/2020, 18h:21

toninho de souza 680

Vereador de terceiro mandato pela Capital, Toninho de Souza se prepara para o chamado Dia D, após quase três anos na relatoria da CPI do Paletó.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • marta | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 07h52
    0
    0

    esse vereador é cara de pau hein, e parece soberba, parece estar tranquilo, quero ver ele aparecer em publico acho que esta se escondendo de vergonha é uma vergonha

  • joaoderondonopolis | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 07h40
    0
    2

    Os vereadores devem absolver Emanuel Pinheiro, até porque, tudo que Emanuel fez pela cidade de Cuiabá a população cuiabana já não considera como agravante a situação e quer na prefeitura por mais 4 anos. Esta CPI é para atrapalhar os trabalhos do prefeito e população.

  • Reginaldo | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 21h02
    5
    0

    Diante dos fatos que se apresenta para o caso, essa CPI deveria ser um instrumento de promoção da justiça que deveria ter cassado o prefeito, mas, na mão dos adversários políticos do prefeito, eles usam isso para fazer o prefeito agonizar e suportar possíveis chantagens até a próxima eleição para tirarem todo o proveito político e econômico.

elefante branco

Governo anuncia licitação para retomar obras do Hospital Central

Por 06/07/2020, 12h:29 - Atualizado: 06/07/2020, 12h:35

hospital central 680

A secretaria estadual de Saúde anunciou para 7 de agosto a reabertura da licitação para contratar empresa, pelo menor preço, para retomar as obras da construção do Hospital Central de Alta Complexidade, em Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Ruy Novaes | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 18h27
    1
    0

    Se a parte deixada construida pelo Governador Julio Campos(1983/86) será aproveitada depois de 36 anos pelo Governo do Mauro Mendes, é sinal que essa obra do Hospital Central de Cuiabá, não é nhenhum elefante branco, pois se a oposição na epóca não tivesem sacaneado o então Secretário de Saude Gabriel Novis e o próprio Governador JC, essa obra teria sido concluida e servida muito bem aos Matogrossenses. Ainda bem, que o atual Secretário Gilberto e o Governador Mauro, resolveram em boa hora, concluir o HC.

EM POCONÉ

Comissão que poderia cassar 2 vereadores perde prazo e é extinta

Por 06/07/2020, 11h:18 - Atualizado: 06/07/2020, 11h:35

marcio marcinho pocone 680

Presidida por Marcinho Fernandes, a Comissão de Investigação e Processante, instaurada pela Câmara de Poconé para investigar dois vereadores por quebra de decoro, foi extinta naturalmente porque extrapolou os 60 dias sem conclui-la e tampouco aprovar em plenário a deliberação para prorrogação do prazo.

Postar um novo comentário

NOVA PLATAFORMA

Regulamentado em Cuiabá serviço delivery

Por 06/07/2020, 10h:10 - Atualizado: 06/07/2020, 10h:24

Edinei Rosa

fachada camara cuiaba 680

Em meio à pandemia, com impactos sem precedentes por causa da suspensão de muitas atividades econômicas, a Câmara de Cuiabá promulgou a Lei 6.543/2020, que regulamenta o comércio de alimentos na modalidade delivery. As empresas têm 30 dias para se adequar.

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Com Covid-19, deputado se transfere para isolamento em Sorriso

Por 05/07/2020, 21h:53 - Atualizado: 05/07/2020, 22h:55

faissal 680

Uma semana após anunciar que está com Covid-19, Faissal Calil (PV) decidiu se transferir provisoriamente de Cuiabá para o hospital 13 de Maio, em Sorriso, uma forma de se separar e evitar contágio do vírus aos pais, que são idosos.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Fábio Pereira | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 10h05
    4
    1

    Seu caráter esta acima da mentira! Homem trabalhador honesto a verdade sempre andou junto com você!

  • Bruna Vieira Silva | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 10h01
    2
    0

    E como vocês colocam no título da matéria q ele foi transferido para uti em São Paulo ???

  • Juca | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 07h57
    2
    10

    Desdenhou do vírus. Tá pagando pela língua. Povo que pegou vírus junto com ele tomou tubaína e já voltou para o trabalho.

PT CUIABANO

De oposição a todos prefeitos ao isolamento político e social

Por 05/07/2020, 18h:43 - Atualizado: 05/07/2020, 18h:50

pt 680

O PT, que no campo municipal foi oposição a todos os prefeitos, hoje está literalmente calado. Acéfalo, perdeu força, discurso, quadros, representatividade em cargos eletivos e adotou o isolamento político e social.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Rccbamt1985@gmail.com | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 14h15
    0
    0

    Esse PT tá acéfalo mesmo

  • Edmilson | Domingo, 05 de Julho de 2020, 22h14
    0
    2

    Edmilson, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2566