Cidades

Sexta-Feira, 10 de Janeiro de 2020, 08h:50 | Atualizado: 11/01/2020, 12h:32

SEM ASSISTÊNCIA

A céu aberto, venezuelanos acampam na Rodoviária e sonham com recomeço veja

Rodinei Crescêncio

Venezuelanos acapados na Rodovi�ria

Famílias de venezuelanos improvisam acampamento com lonas e redes em terreno ao lado da Rodoviária de Cuiabá, desde o dia 1º de janeiro

Um grupo de 7 famílias venezuelanas, de 20 pessoas, entre crianças, adultos e idosos, estão em acampamento num terreno de eucaliptos que dá acesso para a Rodoviária de Cuiabá, na avenida República do Líbano, um dos pontos mais movimentados da Capital, em direção ao Centro Político.

Segundo uma jovem venezuelana de 23 anos, que preferiu não se identificar, eles chegaram a Cuiabá em 1º de janeiro. Mas, no Brasil, estão por volta de um ano. Antes da Capital, estavam em Manaus (AM) e conta que “pouco a pouco” foram chegando a Mato Grosso. Questionada, contou que viajam todos juntos, nunca separados.

Os venezuelanos armaram redes nos eucaliptos. Quando a reportagem do chegou ao acampamento, nesta quinta (09), a venezuelana estava sentada e acompanhava o trabalho de uma senhora, que arrumava a costura de uma roupa. Outra senhora, além duas crianças por volta de 10 anos, dormiam mais ao fundo.

Naquele momento, por volta das 9h, todos os homens da família tinham ido para pontos públicos e movimentados da cidade para pedir emprego. Algumas crianças também os acompanharam, o que já foi proibido pelo Conselho Tutelar e Ministério Público. Por ora, pretendem ficar em Cuiabá, que não foi escolhida de forma pensada. A certeza de fixar em um ponto, e não ficar como nômades, vem com trabalho, segundo a venezuelana.

Rodinei Crescêncio

Venezuelanos acapados na Rodovi�ria

Enquanto os homens das 7 famílias de venezuelanos estão em busca de dinheiro, mulheres cuidam do acampamento montado em área pública

Conta ainda que o Poder Público não ajudou ou procurou para prestar assistência. Apesar de acamparem em um ponto próximo a uma região de drogas, ninguém foi violento com o grupo estrangeiro. Cuiabanos têm ajudado com alimentos e roupas. Numa parte do acampamento, a reportagem viu a bagagem dos estrangeiros e alguns pacotes de comida, como arroz e pão de forma.

“Saímos de nosso país para pedir ajuda”, disse. Apesar de viajarem em grupo grande, disse que muitos parentes ainda estão na Venezuela - país em crise econômica severe -, e passam por dificuldades. “Precisamos também levar comida para as nossas famílias”.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Daniel | Sexta-Feira, 10 de Janeiro de 2020, 18h46
    1
    0

    Pode não ser todos, mas minha sogra ofereceu trabalho pro casal de venezuelano, eles aceitaram, e formo pro trabalho em uma chácara, no outro dia o casal deixou o lugar sem nem dar satisfação, foram embora, ai eu penso será que querem trabalho mesmo ou só um lugar pra comeŕ e dormir??

  • GILMAR DE PAULA | Sexta-Feira, 10 de Janeiro de 2020, 16h44
    1
    1

    Os russos derrubaram O Czar Nicolau II, os chineses derrubaram a monarquia, os cubanos derrubaram Fulgêncio Batista, os nicaraguenses derrubaram Somoza, os iranianos derrubaram o Xá Reza Pahlavi, ditadores da África e do Oriente Médio também foram colocados para correr pelos povos cansados de opressão e tirania. Enquanto os venezuelanos se debandarem para outros países o Maduro se fortalece cada vez mais no poder. Aqui nas praças e ruas do Brasil eles são inúteis para combater o governo comunista e atrasado de Maduro.

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.