Cidades

Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 17h:18 | Atualizado: 22/05/2019, 17h:24

Defensoria repudia desfile para adoção e avalia que ação pode prejudicar jovens

A Defensoria Pública criticou duramente o desfile realizado com adolescentes aptos para adoção, realizado na noite da terça (21), no Pantanal Shopping. O evento, intitulado “Adoção na passarela”, reuniu cerca de 200 pessoas na plateia, conforme a Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), responsável por organizar a ação, junto com a Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT).

Rodinei Crescêncio

defensoria publica

Defensoria Pública, em nota, repudia evento e diz que expõe vunerabilidade social de jovens

Na tarde desta quarta (22), a Defensoria emitiu um comunicado repudiando o evento. "Corre-se o risco de que a maioria dessas crianças e adolescentes não seja adotada, o que pode gerar sérios sentimentos de frustração, prejuízos à autoestima e indeléveis impactos psicológicos", disse a instituição.

A Defensoria ressalta ainda que a exposição dos menores pode levar à objetificação e passar uma ideia de mercantilização dos jovens. “Fato que não coaduna com os princípios norteadores da Constituição da República Federativa do Brasil e do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).”

“A intenção desta nota não é descaracterizar a relevância das instituições idealizadoras. O evento, com a intenção de dar visibilidade a crianças e adolescentes de 4 a 17 anos que estão aptas para adoção, em verdade, as expõe ainda mais à situação de extrema vulnerabilidade social”, disse trecho do comunicado.

O sonho de ser mãe ou pai deve ser tratado como um ato de amor e não como uma mercadoria a ser buscada numa vitrine

Diz nota dos defensores

Conforme a Defensoria, é necessário ressaltar que não se pode, sob o pretexto de facilitar a adoção, usar práticas que possam atentar ou violar a integridade psíquica e moral dos menores. “Existem limitações éticas à busca de voluntários dispostos à adoção, e elas devem ser verificadas, como já diz o adágio popular: os fins jamais poderão justificar os meios”, assinalou a instituição.

“Por fim, o sonho de ser mãe ou pai deve ser tratado como um ato de amor e não como uma mercadoria a ser buscada numa vitrine. Diante do exposto, repudiamos o evento Adoção na Passarela”, concluiu.

O comunicado foi assinado pelos defensores públicos da Infância e Juventude de Cuiabá e de Várzea Grande, Márcio Bruno Teixeira Xavier de Lima e Cleire Regina Ribeiro Nascimento.

Repercussão negativa

Nas redes sociais, o evento foi duramente criticado. O jornalista Paulo Henrique Amorim, no site Conversa Afiada, rechaçou: “quando se pensa que o Brasil é capaz de tudo, aparece uma inovação alucinada: uma passarela para que crianças de 4 a 17 anos desfilem diante de futuros pais como se fossem modelos! Seguramente, a ideia deriva da SP Fashion Week, com a coreografia e o know-how da cultura do espetáculo com que a Globo contaminou o Brasil”.

Este é o segundo ano que a Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara) realiza o desfile, em parceria com a Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da OAB-МT. A Ampara faz um trabalho paralelo ao Poder Judiciário, ministra cursos para pais adotantes e se dispõe a apoiar quem opta por adotar uma criança.

O conversou com Ana Regina, da Ampara, sobre a repercussão negativa. Ela disse que viu as críticas ao desfile, mas assegura que, apesar das posições contrárias ao evento, as pessoas que foram ao ato conseguiram entender a proposta e ver a realidade das crianças que, uma vez rejeitadas por pais biológicos e familiares, esperam ansiosamente por um lar.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Cidadão Preocupado | Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, 07h37
    1
    3

    Interessante as reclamações, quero mesmo é ir lá ajudar o dia a dia desse pessoal que trabalha com essas crianças. Dar um pouco de atenção, carinho, se doar um pouco para um irmão que precisa de ajuda. Criticar no sofá é fácil.

  • Beatriz | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 21h35
    7
    3

    Parabéns ao Defensores que assinam a nota. O evento foi lamentável.

  • gilda balbino | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 19h14
    7
    3

    PARABÉNS. LAMENTÁVEL O OCORRIDO.

  • Luis | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 17h38
    7
    3

    Só agora? E olha q essa monstruosidade está em sua segunda edição, se brincar os marajás do ministério público estavam lá, na primeira fileira.

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeitos e dinheiro público com shows

marquinhos do dede curtinha   Algumas prefeitos estão aproveitando datas comemorativas, como o aniversário de seus municípios, para promover farra artística com dinheiro público. Em Paranatinga, por exemplo, o prefeito Marquinhos do Dedé (foto) autorizou gastar R$ 115 mil em dois shows dentro da...

Possível duelo entre Pátio e Sachetti

adilton sachetti curtinha   Em 2008, Adilton Sachetti (foto) era prefeito de Rondonópolis e, com a máquina a seu favor, tentou a reeleição e, mesmo assim, foi derrotado por Zé do Pátio. No próximo ano, 12 anos depois, os dois devem se enfrentar de novo nas urnas. Agora em posições...

Situação de emergência na MT-100

As péssimas condições de trafegabilidade da MT-100, agravadas por ingerências e irresponsabilidade de empreiteiras que fizeram obras pela metade, levaram o governo estadual a decretar situação de emergência no trecho entre Torixoréu e Pontal do Araguaia e sob interferência da Defesa Civil. Com isso, está sendo possível executar obras paliativas sem licitação, uma forma de amenizar o transtorno,...

Após governador, prefeito vai à Bolívia

francis maris curtinha   Duas semanas depois do governador Mauro e dois secretários terem ido à Bolívia tratar da comercialização do gás e do fornecimento de ureia para MT, o prefeito de Cáceres Francis Maris (foto) e sua vice Eliene Liberato vão fazer igual. Ambos ficarão 10 dias em...

Articulação rumo ao Palácio Alencastro

cidinho curtinha   Continua repercutindo nos meios sociais, políticos e empresariais a festa do ano realizada em Cuiabá, na última quarta, pelo ex-senador Cidinho (foto). Para comemorar o cinquentenário e Bodas de Prata com a esposa Marli Becker, ele recebeu mil convidados, desde grandes empresários do PIB...

Câmara, Misael, corte de VI e pepino

misael galvao curtinha   Sobrou para o presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão (foto), o pepino de providenciar o corte de uma fatia generosa da VI dos vereadores por Cuiabá. Isso porque, o Supremo decidiu que os parlamentares poderão receber, a título de reembolso, até 60%  dos...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.