CONTEÚDO

Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017, 16h:27 | Atualizado: 18/12/2017, 16h:35

após Semana Santa

Taques só debate reeleição em abril e minimiza disputar com Mauro e ter divergência com Leitão

O governador Pedro Taques (PSDB) estabeleceu data para começar a debater seu projeto de reeleição com os aliados. Além disso, considera remota a possibilidade de enfrentar o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (sem partido) nas urnas e minimiza as divergências com o correligionário Nilson Leitão (PSDB).

Reprodução

Taques Jornal do Meio Dia

Taques em entrevista ao Jornal do Meio,  TV Vila Real, nesta segunda

“Não discuto eleições antes da Semana Santa. Sou bem pago para trabalhar por Mato Grosso. Por enquanto, sou candidato a ser bom governador. Na verdade, meu sonho é ser prefeito de Cuiabá, desde criança. Como filho de pequeno produtor e aluno de escola pública, posso dizer que chegar a governador não é para qualquer um”, declarou Taques em entrevista ao Jornal do Meio, na TV Vila Real, nesta segunda (18). 

Sobre a possível candidatura de Mauro ao Governo do Estado, Taques prefere não polemizar. Afirma que todo cidadão pode ser candidato se cumprir os requisitos previstos no artigo 14 da Constituição. As especulações ganharam força quando Mauro descartou disputar o Senado, alegando que seu perfil está mais adequado ao Executivo. Rompido com o PSB, estuda filiação ao DEM, PP e PR para se viabilizar na eventual disputa eleitoral. “Não sei se Mauro Mendes é candidato. Se for, merece nosso respeito. Em 2010, apoiei o Mauro ao governo contra Silval Barbosa e acho que acertei”, completa.

Taques também lembra que apoiou Mauro para prefeito em 2012 e recebeu a retribuição em 2014, quando concorreu a governador. Já em 2016, insinua que o ex-prefeito quebrou acordo com o grupo político. “Em 2016, tínhamos um acordo. O Mauro seria nosso candidato. Eu cumpri a minha parte”, pontuou Taques sem citar que o então prefeito de Cuiabá desistiu da reeleição faltando 48h para as convenções, obrigando o grupo político a lançar Wilson Santos (PSDB), que acabou derrotado em segundo turno pelo peemedebista Emanuel Pinheiro.

No que diz respeito às divergências com Leitão, Taques garante que está travando o debate dentro do PSDB com “respeito e tranquilidade”. No entanto, a crise ente os correligionários se tornou pública ao ponto do presidente nacional da sigla, governador de São Paulo Geraldo Alckmin, anunciar que vai interceder para acalmar os ânimos entre os tucanos de Mato Grosso.

Ocorre que Leitão quer disputar vaga no Senado em 2018. Já Taques defende que o cargo na majoritária deve ser cedido aos aliados para fortalecer seu palanque à reeleição. “Partido recebe esse nome porque não é inteiro. Existem várias posições. O deputado Leitão tem sua posição e eu respeito. Agora, preciso dizer que sou governador de Mato Grosso e não somente do PSDB. Não posso administrar só para partido. As eleições, nós vamos debater no momento certo”, concluiu.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • JOAO PANCADA | Terça-Feira, 19 de Dezembro de 2017, 16h06
    1
    0

    Esse cara é DOIDO....SO PODE..

  • Evandro | Terça-Feira, 19 de Dezembro de 2017, 14h24
    1
    0

    O Taques chegou de paraquedas no PSDB, será uma justiça que nessa oportunidade ímpar o Leitão fique de fora. Quem é PSDB de carteirinha sabe o quanto o deputado vem suando a camisa pelo partido.

  • Ex-eleitor do Taques | Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017, 22h11
    1
    1

    Este Pedro Taques acha que o povo é imbecil porque todos sabem que a Caravana é campanha eleitoral antecipada..Felizmente o povo não vai cair nesta historinha de que ele estar levando cidadania e dignidade aos moradores das regiões porque se ele quisesse levar dignidade e cidadania fazia os repasses da saúde rigorosamente em dia para que as pessoas fossem atendidas em seus municípios e não tendo que sair dos domicílios e ainda servirem de massa de manobra para a politicagem...Portanto, o senhor já esta em campanha há tempo mas pode fazer o que for não será mais eleito em Mato Grosso nem para sindico...

  • ALMEIZZZ. | Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017, 17h39
    2
    1

    Não quer enfrentar ng pois sabe que vai perder kkkkkkkk vc não é tão bom gestor faça o seguinte, chame seus adversários políticos e diga o seguinte: quem quer ser candidato sinta se a vontade, e não tentando minar a candidatura dos possíveis adversários.

  • Victor | Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017, 17h29
    5
    4

    Mauro Mendes PR governador; Nilson Leitão (deve migrar pro PMDB) ao senado junto com Blairo Maggi PP. Jayme Campos DEM vice-governador.

Caminho bem consolidado à reeleição

leonardo 400 curtinha   Dos prefeitos que podem ir à reeleição de cidades pólos, o que encontra situação mais confortável é Leonardo Bortolini, o Léo (foto), de Primavera do Leste. Bem articulado e habilidoso politicamente e com uma relação extensa de obras e...

PSDB e balão de ensaio para prefeito

paulo borges 400 curtinha   Bastante enfraquecido e fragilizado, após perda do comando do Executivo estadual e de quadro de filiados, o PSDB anuncia que terá candidato a prefeito de Cuiabá. E até lista três "prefeitáveis", sendo eles os empresários Luiz Carlos Nigro e Dorileo Leal, além do...

Grupo de Fabinho ávido pelo poder

fabio tardin 400 vereador   Uma ala do DEM de Várzea Grande, que se sente excluída do Paço Couto Magalhães, está torcendo pela cassação da prefeita Lucimar e do vice Hazama. O placar do julgamento no TSE está em 2 a 1 pela manutenção do mandato. Esse bloco anti-Lucimar é...

Vereadores oficializam 2 férias por ano

emerson 400 alta floresta curtinha   Os vereadores de Alta Floresta, no Nortão, aproveitaram este período de pandemia, com as atividades presenciais suspensas, para garantir dois períodos de "férias" por ano. Em decisão desta segunda, a Câmara Municipal, presidida por Emerson Sais Machado (foto), alterou o...

Comissão da Câmara sob efeito-Covid

renivaldo 400 curtinha   Em meio às discussões sobre transparência e compras emergenciais de medicamento, insumos e equipamentos às unidades de saúde, na luta contra a pandemia da Covid-19, a Câmara de Cuiabá criou uma Comissão Especial, composta por três vereadores. Tem a...

Ex-secretária Martha Maia com Covid

martha maia 400   A ex-secretária de Saúde e de Promoção Social de Alto Araguaia, Martha Maia (foto), anunciou nesta terça à noite que foi diagnosticada com Covid-19. Apesar disso, não está tendo sintomas da doença e já segue as recomendações padrões de ficar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.