ECONOMIA E AGRO

Sexta-Feira, 10 de Fevereiro de 2017, 18h:08 | Atualizado: 10/02/2017, 18h:15

otimismo

2017 pode ser "ano dos 30" e safra bater 60 mi de t de grãos no Estado

Gilberto Leite

Endrigo Dalcin

Para Endrigo Dalcin, presidente da Aprosoja, colheita avança e setor já crê em 30 milhões de t de soja

A produção de grãos em Mato Grosso poderá chegar a 60 milhões de toneladas na safra 2016/2017, de acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Endrigo Dalcin.

O otimismo do setor e a expectativa de supersafra aumentaram após a última publicação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgada nesta quinta (9), apontar que a produção poderá alcançar quase 56 milhões de toneladas.

Endrigo ainda revelou que o agronegócio tem dito que 2017 pode ser o “ano dos 30”. A referência leva em conta a possibilidade de o setor alcançar 30 milhões de toneladas de soja, 30 milhões de toneladas de milho e 30 milhões de cabeças de gado. “Do jeito que está se desenhando, com o avanço da colheita da soja, acreditamos que os 30 milhões dela [soja] estão garantidos. Com o milho, a previsão atual é de 25 milhões, mas temos um movimento de produtores, como em Sapezal, que estão aumentando a área do plantio. Por isso podemos, sim, chegar a 60 milhões de toneladas”, argumentou.

Mesmo diante de projeções contínuas de crescimento a cada safra, esta é a estimativa mais otimista da Conab para Mato Grosso até agora. Em safras anteriores, as projeções já ultrapassaram os 50 milhões de toneladas de grãos. No ciclo 14/15, a produção de grãos chegou ao recorde de 51,6 milhões de toneladas no Estado. No entanto, na safra anterior, 15/16, uma queda de 15% derrubou a safra em Mato Grosso para 43,4 milhões de toneladas.

O presidente da Aprosoja afirmou que o setor espera que o tempo contribua com a produção na safra atual e que alguns indícios têm mostrado que o ano será “animador”, como ele mesmo definiu. 

Na última versão de seu balanço, a Conab aponta que Mato Grosso deverá ter uma área plantada de 14,3 mil hectares, uma quantia apenas 2,8% maior do que a safra 2015/2016. A produtividade, porém, pode aumentar em 25,3% de acordo com o órgão. O Estado saltaria de 3,1 kg/hectare para 3,8 kg/hectare. 

Projeções

Reprodução

soja supersafra

Conforme balanço da Conab, na safra 16/17 projeção saltou de 53 milhões de t para 55,9 milhões de t

O primeiro levantamento da atual safra foi lançado em outubro do ano passado. À época, a previsão era que Mato Grosso produzisse 53.216,5 milhões de toneladas de grãos. O número alcançou 53.287,3 milhões no segundo levantamento, de novembro, o que representou um acréscimo de 0,13% no anterior. 

No terceiro balanço, a projeção para a atual safra diminui pela primeira vez e chegou a 52.729,6 milhões, uma diminuição de aproximadamente 1%. No mês passado a Conab divulgou o quarto levantamento, que apontava uma estimativa de 53.008,7 milhões, que representou um aumento de 0,7% em relação ao anterior.

O balanço mais recente, lançado nessa semana, é o mais otimista e que teve o maior aumento em relação ao anterior nessa safra 16/17. O número saltou dos 53,008,7 milhões para 55.943,3 milhões, o que representa uma alta de 5,5%. 

O levantamento da Conab leva em consideração os seguintes grãos: caroços de algodão, amendoim, arroz, aveia, canola, centeio, cevada, feijão, girassol, mamona, milho, soja, sorgo, trigo e triticale.  

Semeadura

De acordo com um levantamento do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgado no início dessa semana, a colheita da soja em Mato Grosso atingiu 30,5% da área plantada na última semana, número 16,2% maior do que o registrado na safra 2015/2016. 

Em relação ao milho, os produtores do Estado já semearam 26,6% do potencial do plantio do milho nessa safra 16/17. O valor está 18,4% mais avançado do que a média das últimas cinco safras. O Instituto pontuou, porém, que o volume de chuvas dos últimos 15 dias vieram a agravar as dificuldades do produtor na semeadura do cereal em determinadas regiões.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.