ECONOMIA E AGRO

Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017, 17h:15 | Atualizado: 23/08/2017, 17h:21

Quase 30% da produção do milho de Mato Grosso é escoada por leilões da Conab

Reprodução

Milho.jpg

 30% da produção do milho mato-grossense foi negociada nos leilões

Aproximadamente 30% da produção do milho mato-grossense da atual safra 2016/2017 foi negociada através dos leilões realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As ações têm ajudado os produtores a complementarem a renda, já que eles estão sofrendo com os preços abaixo do mínimo estabelecido de R$ 16,50.

De acordo com a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), dos cerca de 28,7 milhões de toneladas de milho que o estado deve conseguir produzir, 8,6 milhões foram escoados desde maio através do Contrato de Opção de Venda (Cov), Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) ou Prêmio de Escoamento do Produto (Pep).

O presidente da Aprosoja, Endrigo Dalcin, pontuou que os leilões garantiram aos produtores pelo menos o preço mínimo, mas ressaltou que eles não tiveram lucro porque o custo com o plantio foi alto nesse período produtivo.

Além disso, ele lembra que as ações acabam favorecendo outras culturas também. “É importante este movimento porque precisamos abrir espaço para a soja que será colhida em janeiro. Ficaria inviável para a armazenagem com toda a safra de milho ainda estocada”, argumenta.

O Pepro foi a modalidade que mais alavancou o mercado com negociação de 6,3 milhões de toneladas e, no PEP, foram mais 1,3 milhão de toneladas. Já por meio do COV foram negociados 37 mil contratos, que equivale a 999 mil toneladas de milho.

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, também reforçou a importância dos leilões. “São mais de 9 milhões de toneladas negociadas numa ferramenta muito importante não só para o setor, mas também para a economia brasileira. Temos que garantir renda e preço mínimo para o produtor rural”, frisa. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.