Executivo

Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020, 12h:25 | Atualizado: 01/12/2020, 12h:38

Retomada

Quando quer e tem competência se faz, afirma Mauro sobre obras do Júlio Müller

Estimada em R$ 216 milhões, a retomada das obras do Hospital Universitário Júlio Müller compõe uma das 400 que estavam paralisadas e foram herdadas pelo governador Mauro Mendes (DEM). Mais de 80% dos empreendimentos do Estado, que estavam sem conclusão, já foram retomados.

Em evento, onde assinou a autorização para o reinício das obras, Mauro deu alfinetadas no antecessor Pedro Taques (CD) que protelou a conclusão da construção do hospital.

“Quem tem que responder sobre o tempo da obra parada são eles, nós demoramos 2 anos para tomar as providências, refazer projetos, atualizar, preparar uma atualização que é complexa, RDCI é muito complexa, mais de 2 mil páginas de proposta de cada proponente e foram 6. Quando se quer fazer e se tem competência para fazer”.

Rodinei Crescêncio

Momento em que governador Mauro Mendes assina ordem de servi�o para retomar obra do Hospital Julio Muller. Mauro aproveitou para alfinetar Taques

Momento em que governador Mauro Mendes assina ordem de serviço para retomar obra do Hospital Julio Muller. Mauro aproveitou para alfinetar Taques

A licitação, por Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCI), foi feita pela secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e a proposta de preço vencedora, entre as 6 que apresentaram proposta, foi o Consórcio Jota Ele–MBM.

 “Se não concluíssemos essa obra, teríamos que tirar do bolso do Estado R$ 40 milhões. Perderíamos os R$ 100 milhões que estão na conta. Então seria um prejuízo direto de R$ 140 milhões. Como eu sei fazer conta, rapidamente fiz a conta e concluí que é um bom negócio pra MT, além de ter um excepcional hospital”.

Com a assinatura do contrato e a emissão de ordem de serviço, o Consórcio Jota Ele–MBM será o responsável pela elaboração do projeto executivo e também pela execução da obra, que teve início em 2012 e até o presente momento tem apenas 9% de seu andamento concluído. Para a retomada, R$ 96 milhões de recursos federais, por meio do Ministério da Educação (MEC), já estão assegurados.

“Não posso analisar outros governos, eu não estava lá, não vivi com ele, não acompanhei o caixa deles e as providências que estão tomando. Fato é que estamos consertando o Estado, tivemos coragem de tomar medidas necessárias para reposicionar o governo e hoje pagamos em dia fornecedores, retomamos e lançamos obras e diversas ações, não só obras”.

Rodinei Crescêncio

Obras do Hospital Universit�rio J�lio M�ller ser�o retomados

Estrutura

O hospital, cuja obra estava parada desde 2012, terá 58,5 mil m² de área construída e está localizado em um terreno de 147 hectares. O anteprojeto, que foi elaborado pela UFMT, mantém a concepção de hospital-escola e prevê a construção de oito blocos para atender as áreas assistenciais, de internação, nutrição, administrativa, entre outras. 

Contará com 228 leitos de internação, 68 leitos de repouso e 63 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), sendo 25 para adultos, 18 voltados a atender crianças (pediátrico) e 20 para recém-nascidos (neonatal).  Além disso, a unidade de saúde contará ainda com 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame, 21 salas para banco de sangue e triagem e outras 53 salas administrativas.

Vazios assistências na saúde

Ao todo, Mauro garante que vai concluir 5 hospitais sendo o Hospital Central (22 meses), HUJM (36 meses), ambos em Cuiabá e os Hospitais Regionais de Araguaia, Juína, Tangará da Serra. “Estamos preenchendo os chamados vazios assistenciais em saúde de média e alta complexidade”.

Também comparecem no evento o senador Wellington Fagundes (PL); o deputado federal Dr. Leonardo (SD); o reitor da UFMT, Evandro Soares; a vice-reitora da UFMT, Rosaline Lunardi; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf; os deputados estaduais Allan Kardec (PDT) e Wilson Santos (PSDB); os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Marcelo Oliveira (Infraestrutura e Logística), César Miranda (Desenvolvimento Econômico) e Jordan Espíndola (Gabinete de Governo); o presidente do Intermat, Francisco Serafim de Barros; o presidente da MT Gás, Rafael Reis; o presidente da Ager, Luis Alberto Nespolo; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges; a diretora da Faculdade de Medicina da UFMT, Bianca Borsatto Galera; e a superintendente do hospital, Elisabeth Mendonça.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Helder Santos | Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020, 18h41
    3
    0

    A única "cagada" desse Hospital é distância. Quais foram as intenções de uma localização tão distante? Ou será ideia de girico mesmo? O hospital está praticamente em Sto. Antônio, quem não tem veiculo, esta ferrado.

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...