Executivo

Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020, 12h:25 | Atualizado: 01/12/2020, 12h:38

Retomada

Quando quer e tem competência se faz, afirma Mauro sobre obras do Júlio Müller

Estimada em R$ 216 milhões, a retomada das obras do Hospital Universitário Júlio Müller compõe uma das 400 que estavam paralisadas e foram herdadas pelo governador Mauro Mendes (DEM). Mais de 80% dos empreendimentos do Estado, que estavam sem conclusão, já foram retomados.

Em evento, onde assinou a autorização para o reinício das obras, Mauro deu alfinetadas no antecessor Pedro Taques (CD) que protelou a conclusão da construção do hospital.

“Quem tem que responder sobre o tempo da obra parada são eles, nós demoramos 2 anos para tomar as providências, refazer projetos, atualizar, preparar uma atualização que é complexa, RDCI é muito complexa, mais de 2 mil páginas de proposta de cada proponente e foram 6. Quando se quer fazer e se tem competência para fazer”.

Rodinei Crescêncio

Momento em que governador Mauro Mendes assina ordem de servi�o para retomar obra do Hospital Julio Muller. Mauro aproveitou para alfinetar Taques

Momento em que governador Mauro Mendes assina ordem de serviço para retomar obra do Hospital Julio Muller. Mauro aproveitou para alfinetar Taques

A licitação, por Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCI), foi feita pela secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e a proposta de preço vencedora, entre as 6 que apresentaram proposta, foi o Consórcio Jota Ele–MBM.

 “Se não concluíssemos essa obra, teríamos que tirar do bolso do Estado R$ 40 milhões. Perderíamos os R$ 100 milhões que estão na conta. Então seria um prejuízo direto de R$ 140 milhões. Como eu sei fazer conta, rapidamente fiz a conta e concluí que é um bom negócio pra MT, além de ter um excepcional hospital”.

Com a assinatura do contrato e a emissão de ordem de serviço, o Consórcio Jota Ele–MBM será o responsável pela elaboração do projeto executivo e também pela execução da obra, que teve início em 2012 e até o presente momento tem apenas 9% de seu andamento concluído. Para a retomada, R$ 96 milhões de recursos federais, por meio do Ministério da Educação (MEC), já estão assegurados.

“Não posso analisar outros governos, eu não estava lá, não vivi com ele, não acompanhei o caixa deles e as providências que estão tomando. Fato é que estamos consertando o Estado, tivemos coragem de tomar medidas necessárias para reposicionar o governo e hoje pagamos em dia fornecedores, retomamos e lançamos obras e diversas ações, não só obras”.

Rodinei Crescêncio

Obras do Hospital Universit�rio J�lio M�ller ser�o retomados

Estrutura

O hospital, cuja obra estava parada desde 2012, terá 58,5 mil m² de área construída e está localizado em um terreno de 147 hectares. O anteprojeto, que foi elaborado pela UFMT, mantém a concepção de hospital-escola e prevê a construção de oito blocos para atender as áreas assistenciais, de internação, nutrição, administrativa, entre outras. 

Contará com 228 leitos de internação, 68 leitos de repouso e 63 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), sendo 25 para adultos, 18 voltados a atender crianças (pediátrico) e 20 para recém-nascidos (neonatal).  Além disso, a unidade de saúde contará ainda com 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame, 21 salas para banco de sangue e triagem e outras 53 salas administrativas.

Vazios assistências na saúde

Ao todo, Mauro garante que vai concluir 5 hospitais sendo o Hospital Central (22 meses), HUJM (36 meses), ambos em Cuiabá e os Hospitais Regionais de Araguaia, Juína, Tangará da Serra. “Estamos preenchendo os chamados vazios assistenciais em saúde de média e alta complexidade”.

Também comparecem no evento o senador Wellington Fagundes (PL); o deputado federal Dr. Leonardo (SD); o reitor da UFMT, Evandro Soares; a vice-reitora da UFMT, Rosaline Lunardi; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf; os deputados estaduais Allan Kardec (PDT) e Wilson Santos (PSDB); os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Marcelo Oliveira (Infraestrutura e Logística), César Miranda (Desenvolvimento Econômico) e Jordan Espíndola (Gabinete de Governo); o presidente do Intermat, Francisco Serafim de Barros; o presidente da MT Gás, Rafael Reis; o presidente da Ager, Luis Alberto Nespolo; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges; a diretora da Faculdade de Medicina da UFMT, Bianca Borsatto Galera; e a superintendente do hospital, Elisabeth Mendonça.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Helder Santos | Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020, 18h41
    3
    0

    A única "cagada" desse Hospital é distância. Quais foram as intenções de uma localização tão distante? Ou será ideia de girico mesmo? O hospital está praticamente em Sto. Antônio, quem não tem veiculo, esta ferrado.

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.