Judiciário

Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2018, 16h:38 | Atualizado: 09/01/2018, 16h:42

Deu na Época

PF questiona suposto lobby de senador para favorecer empresas portuárias

A Polícia Federal questionou o presidente Michel Temer (MDB) sobre a atuação do senador por Mato Grosso Wellington Fagundes (PR) em suposto esquema que teria favorecido empresas do setor portuário nacional.

Gilberto Leite

wellington fagundes_forumlogistica

Nome do senador Wellington Fagundes aparece em várias das 50 perguntas enviadas ao Palácio do Planalto pelo STF

O nome do senador aparece em várias das 50 perguntas enviadas ao Palácio do Planalto em 3 de janeiro, pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármem Lúcia. Os questionamentos foram feitos no âmbito do inquérito que apura suspeita de favorecimento indevido a empresas em um decreto presidencial que alterou regras das concessões das áreas.

O decreto questionado foi publicado em 11 de maio e, segundo a revista Época – que divulgou as perguntas na última sexta (5) - aumentou o prazo dos contratos de concessão de áreas portuárias de 25 para 35 anos, podendo ser prorrogado até 70 anos. A alteração do prazo beneficiaria as atuais concessionárias.

As perguntas, que questionam o suposto recebimento de propina por parte de Temer, foram formuladas pelo delegado Cleyber Malta Lopes e além de Wellington também questiona a participação do ex-deputado Rodrigo da Rocha Loures – alvo da Lava Jato, do coronel João Baptista Lima Filho - acusado de receber propina em nome de Temer -, e o advogado e ex-assessor José Yunes, que já admitiu ter recebido um pacote de dinheiro do operador Lúcio Funaro.

De acordo com os elementos colhidos pela PF, houve intenso lobby da empresa Rodrimar, concessionária de áreas no Porto de Santos, junto a autoridades públicas para conseguir benefícios no decreto presidencial. A empresa teria recorrido a Rocha Loures, ao deputado Beto Mansur, do PRB de São Paulo, e a Wellington. Os elementos colhidos indicaariam que Temer delegou a seus subordinados a responsabilidade de cuidar do decreto.

Conforme a reportagem, o assessor jurídico da Casa Civil, Gustavo Rocha, revelou à PF que Rocha Loures, Beto Mansur e Wellington o procuraram para defender a questão dos contratos pré-1993, o que beneficiaria a empresa.

Perguntas

Na pergunta de número 35, a PF questiona Temer se ele foi procurado pelo senador mato-grossense para tratar sobre o decreto. Caso tal encontro tivesse ocorrido, onde foi a reunião e quais as demandas apresentadas por Wellington. “O senador Wellington Fagundes defendia a inclusão de solução das concessões dos contratos pré-93 no novo decreto dos portos? Quais as justificativas apresentadas pelo senador?”, diz um trecho das perguntas.

O interrogatório de Temer é uma das últimas diligências do inquérito. O presidente terá o prazo de 15 dias para apresentar resposta por escrito.

Ao , a assessoria de Wellington afirma que ele tratou do assunto porque é presidente da frente parlamentar de logística.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo | Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2018, 16h56
    1
    0

    Suposto lobby ????Tem que ir"FUNDO" nessas investigações. E...,caso comprove A SUA REAL PARTICIPAÇÃO no esquema, caberá a justiça, enquadrá-lo de acordo com a lei ......... FIM DE PAPO......

Matéria(s) relacionada(s):

Ulysses, ideologia e clima amistoso

Ulysses Moraes curtinha   Entre os 14 deputados novatos, Ulysses Moraes (foto), do DC, é quem assumiu cadeira na Assembleia fazendo o maior barulho. Polêmico líder do MBL em Mato Grosso, ganhou fama devido aos vídeos no Youtube, em que faz críticas ao petismo e a corrupção no Estado. Antes mesmo de...

Max ou Maluf será conselheiro do TCE

max russi curtinha   Até 5ª (21) a Assembleia deve aprovar tanto no colégio de líderes quanto em plenário o nome de Max (foto) ou de Maluf para o cargo vitalício do TCE. Curiosamente, os dois estão nivelados em termos de “problemas”. Maluf se tornou réu. Max responde também a...

Guiratinga dá R$ 900 pra paciente SUS

humberto domingues bolinha curtinha guiratinga   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingues Ferreira, o Bolinha (foto), do PSDB, transformou em lei uma medida considerada rara no Estado, garantindo auxílio de R$ 900 reais a cada paciente do SUS que necessite se deslocar a outra cidade para fins de tratamento médico. Essa...

O retorno e como apresentador de TV

eder moraes curtinha   E ele ressurge depois de ir do céu ao inferno. Eder Moraes, que foi supersecretário dos governos Blairo e Silval, se envolveu em escândalos, ficou preso por alguns meses e carrega condenações, processos e ações sobre os ombros, volta ao noticiário, agora como apresentador...

Condenada por fraudes na equipe de JC

chica nunes curtinha   Jayme Campos (DEM), de volta à cadeira de senador para mais oito anos de mandato, emprega no gabinete não apenas Baiano Filho, que foi vereador por Sinop e deputado estadual. Na lista de 22 nomeados nos últimos 15 dias está outra pessoa que passou pelos mesmos cargos, a ex-deputada e...

Reação do agro por causa da taxação

mauro mendes curtinha   Em solo onde brotam culturas que sustentam Sorriso no ranking de capital nacional do agronegócio e dentro de um círculo tomado por um grupo de produtores rurais, o governador Mauro Mendes (foto), que teve a coragem de taxar o agronegócio, não poderia encontrar um ambiente favorável. Ali, ao...

Selma usa Dilma para ficar no Senado

selma arruda curtinha   Na tentativa de escapar de uma cassação pela Justiça Eleitoral, a senadora Selma Arruda (PSL) invocou, quem diria, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Conhecida por bradar contra o Partido dos Trabalhadores, a senadora traz em suas alegações finais a decisão do TSE que inocentou a...

Deputado presta homenagem a pastor

thiago silva curtinha   Da tribuna da AL, em sessão na quinta, o deputado estreante Thiago Silva (foto) prestou homenagem ao pastor da Assembleia de Deus, Rubens Siro de Souza, que faz aniversário neste sábado (16). Membro da mesma Igreja, Thiago rasgou elogios a Rubens, vice-presidente da Convenção dos Ministros...

Janaina confirma bloco dos 10 na AL

A deputada Janaina Riva (MDB) confirma a construção de um bloco formado por 10 parlamentares. Ela pondera que Ullysses e Xuxu foram convidados, mas que não integram o grupo. Garante que a ideia é atuar na defesa dos direitos dos servidores e que, por enquanto, pautas como as eleições de 2022 ou a presidência da AL em 2020 ainda não são tema de discussão. Sobre o TCE, confirma que o bloco pretende votar unido em um candidato. A...

MAIS LIDAS