PARTIDO

Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2020, 16h:03 | Atualizado: 01/02/2020, 08h:50

SEGUNDA MAIOR SIGLA

Com Barbudo fora da presidência desde dezembro, PSL continua sem comando

JLSiqueira

Nelson Barbudo

Deputado Nelson Barbudo durante audiência pública na AL; federal deixou comando do PSL e espera criação de sigla

O deputado federal Nelson Barbudo deixou a presidência da Comissão Provisória do PSL em  Mato Grosso. Entretanto, refuta os boatos que foi expulso do cargo pela direção nacional do partido.

Em nota, Barbudo esclarece que não houve expulsão ou destituição da direção partidária. Ocorre que o prazo de seis meses de vigência da Comissão Provisória, venceu em 31 de dezembro, em Mato Grosso e diversos estados da federação.

 O Diretório Nacional do PSL promete fazer nomeação de novos dirigentes, mantendo a atual composição ou não, em breve. No entanto, as indefinições sobre os filiados que pretendem migrar para o Aliança pelo Brasil, novo partido conservador e de direita lançado pelo próprio presidente da República Jair Bolsonaro, o que inclui Barbudo e outros dirigentes da sigla, está adiando o processo.

“A situação é natural no processo democrático partidário. Por este motivo, rechaçamos as especulações aventadas nesta quarta. Por fim, Nelson Barbudo se coloca à disposição do partido para qualquer que seja a decisão”, diz a nota divulgada pelo parlamentar.

Aliança pelo Brasil

Enquanto o PSL mato-grossense segue sem comando, o Aliança pelo Brasil começa a se articular no Estado. O ativista Rafael Yonekubo, do movimento Direita MT, se desfiliou da sigla e pediu demissão da assessoria do deputado estadual Sílvio Fávero (PSL), para organizar os eventos do novo partido de Bolsonaro em Mato Grosso.

No próximo dia 09 de fevereiro, os apoiadores do Aliança pelo Brasil se reúnem no Hotel Fazenda Mato Grosso, a partir das 9h. E em 14 de fevereiro, a militância receberá em Cuiabá o vice-presidente nacional Luís Felipe Belmonte.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vereador fora da prisão e sem sessão

janio calistro 400   Desde quando deixou a prisão, no último dia 20, o vereador de Várzea Grande, Jânio Calistro (foto), não participa de sessão ordinária. Foram realizadas duas, uma em 30 de março, com presença física dos parlamentares, e outra na última terça, 7 de...

Ex-vereador por 5 vezes tenta retornar

wilson kishi 400   Após uma década sem encarar uma disputa eleitoral, Wilson Kishi (foto), que já exerceu cinco mandatos de vereador por Cáceres, somando quase 20 anos ininterruptos de assento no legislativo, decidiu se submeter ao teste das urnas de outubro. Vai tentar cadeira de vereador. Se filiou ao PSB, que tem a...

SD e chapa competitiva pra vereador

aluizio lima 400   Comandado no Estado por Zé do Pátio, prefeito de Rondonópolis, o Solidariedade ganhou novos filiados em Cuiabá e já tem uma lista de 32 pré-candidatos a vereador, numa expectativa de conquistar até quatro cadeiras. Além dos recém-filiados, vereadores Vinicius Hugueney...

MDB diz apostar em Thiago em Roo

thiago silva 400 curtinha   Dirigentes do MDB contestam o registro em nota no Curtinhas, assegurando que a oposição está forte em Rondonópolis e que deve unificar os grupos políticos e derrotar o projeto de reeleição do prefeito Zé do Pátio. Pesquisas internas estão deixando...

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.