ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Quinta-Feira, 12 de Janeiro de 2017, 09h:54 | Atualizado: 12/01/2017, 17h:30

mobilidade urbana

Yet Go já opera em Cuiabá, quer taxis parceiros e preço tenta "peitar" Uber

Yet Go

Em Cuiabá, já são 532 motoristas cadastrados e 148 deles com toda a documentação aprovada

O aplicativo de mobilidade urbana Yet Go entrou em funcionamento em Cuiabá na última segunda (9). O serviço, que oferece transporte privado, chega à Capital prometendo preços mais baixos e ainda realizar uma concorrência saudável com a Uber. Entre os diferenciais do aplicativo estão a taxa única e o convênio com os táxis.

Segundo o CEO da empresa, Jailson Ferreira, o Yet Go já está funcionando em 23 cidade, como Porto Alegre, Fortaleza, Maceió, Recife, Alagoas, Manaus e Belém. A ideia inicial era liberar o funcionamento em Cuiabá somente na próxima sexta (13), mas a data foi adiantada porque, segundo o empresário, a cidade já está pronta para receber o serviço.

O principal objetivo do aplicativo é oferecer uma alternativa aos clientes nesse setor que tem pouca concorrência. “O consumidor tem o direito de ter uma livre escolha. O dinheiro suado é dele, ele precisa poder escolher o que cabe em seu bolso. E a única forma disso acontecer é havendo uma disputa saudável entre todo mundo, sem coerção nem nada do tipo”, defendeu Jailson.

Em Cuiabá, segundo o CEO, já são 532 motoristas cadastrados, sendo que 148 deles já estão com toda a documentação aprovada. Os profissionais que querem trabalhar no modelo precisam apresentar documentos do carro, pessoais, comprovante de residência e seus antecedentes criminais.

Um dos diferenciais do Yet Go é sua conexão com os táxis. No aplicativo, os taxistas podem usar seu carro para prestar serviço aos clientes do app. O diferencial, porém, é que eles terão que trabalhar com as taxas propostas pela própria empresa. “O que nós queremos é chamar os taxistas para o nosso lado. As pessoas precisam ter a liberdade de chegar no centro de Cuiabá e ter a possibilidade de, caso não tiver nenhum carro pelo aplicativo concorrente, chamar o taxista que está ali parado no ponto. Eles precisam se adequar a esse modelo de negócio também”, defendeu.

Além disso, a empresa afirma que ser 100% nacional é um dos seus trunfos. O serviço também disponibiliza um número para que clientes e motoristas possam reportar qualquer situação diferente aos responsáveis. “A gente é brasileiro e gosta de se comunicar. Não queremos ficar falando por mensagem de texto, desse modo criamos esse canal de comunicação”, elucidou.

Yet Go

Yet Go atende mais 23 cidades, como Porto Alegre, Fortaleza, Maceió, Recife, Alagoas e Manaus

O empresário relatou, também, que a empresa está sendo levada para Miami, nos Estados Unidos, e que deve, posteriormente, começar a funcionar em Portugal. Ele afirmou que, principalmente nos EUA, esse modelo de transporte é muito comum e que o mercado para eles lá fora é gigante.

Em fevereiro os responsáveis pelo negócio deverão se reunir para avaliar as projeções e fazer um primeiro balanço sobre os resultados da utilização da ferramenta em Cuiabá. 

Perguntado sobre a possibilidade do aplicativo sofrer com proibições ou regulamentações, o CEO afirmou não ter medo, já que “com o Yet Go não existe jeitinho brasileiro, nós estamos ao rigor da lei”. Em Várzea Grande, por exemplo, a Uber foi vetada, mas a prefeita Lucimar Campos (DEM) prometeu estudos para viabilizar o serviço.

Ele contou que a ferramenta chegou a ser proibida em Belém, mas que após uma decisão judicial o funcionamento foi liberado novamente. 

Serviço

O Yet Go oferece viagens em quatro tipos: carro comum, de luxo, táxi e moto taxi. As taxas não variam e o pagamento pode ser realizado tanto pelo cartão de crédito quanto por dinheiro.

Para o carro comum, as taxas cobradas são de R$ 1,7/km e mais R$ 0,15 por minuto. A tarifa mínima para o serviço específico é de R$ 3. No caso do luxo, a tarifa é de R$ 2/km e R$ 0,25 a cada minuto. O mínimo cobrado pela corrida é R$ 3.

Com os táxis, a cobrança estipulada é R$ 2/km e R$ 0,20 a cada minuto. A corrida com os táxis será cobrada em um mínimo de R$ 4. No caso do moto taxi os valores serão R$ 1/km e nenhum adicional por minuto. A cobrança mínima dessas viagens será de R$ 3.

Entre os diferenciais oferecidos pelo aplicativo também está o “Yet Go 10”. Jailson explicou que uma vez por mês, durante o horário comercial qualquer corrida terá o preço de R$ 10.

O aplicativo pode ser baixado pela "Google Play", em celulares com sistema operacional Android ou pela "App Store" para usuários de Iphone. 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • MARCO | Sexta-Feira, 13 de Janeiro de 2017, 08h31
    1
    0

    Adeus Taxis!

Matéria(s) relacionada(s):

PT lança duas só para marcar posição

edna sampaio curtinha   Mesmo sabendo da chance remotíssima de êxito nas urnas, o petismo se coloca à disputa majoritária em MT, com Edna Sampaio (foto) para governadora e com a ex-vereadora cuiabana Enelinda Scala ao Senado. Derrotada duas vezes à Reitoria da Unemat, Edna é esposa do ex-presidente do PT-MT,...

Taques cita voto para Alckmin e Leitão

pedro taques curtinha   O governador Taques (foto) disse em Rondonópolis, neste sábado, no encontro suprapartidário, que já decidiu dois votos para o pleito de outubro. Um será para Alckmin para presidente da República e o outro voto para Nilson Leitão ao Senado. Ambos são do seu partido, o...

Zaeli pega carona em ato pró-Taques

rodrigo da zaeli curtinha rondonopolis   Cerca de 300 pessoas foram à sede do sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondonópolis, neste sábado, para acompanhar o 2º encontro suprapartidário em que a principal "estrela" foi o governador Taques, que busca um novo mandato pelo PSDB. Mas o nome mais gritado efusivamente...

Filho de senador é sugerido para vice

toco palma   Em reunião na sexta à noite do pré-candidato a governador, empresário Reinaldo Moraes (PSC), com representantes da Frentinha, bloco de 9 pequenos partidos, o PHS sugeriu para vice da chapa o nome do advogado Toco Palma (foto), filho do hoje senador Rodrigues Palma (PR). O próprio Toco, que presidiu a...

Dorner de vice para bancar campanha

roberto dorner curtinha   Aos 70 anos, o catarinense de Bom Retiro, Roberto Dorner (foto), que desistiu de concorrer a deputado federal, é lembrado como opção para vice-governador na chapa de Pedro Taques muito mais pelo dinheiro do que pelo capital político. Trata-se de um empresário que costuma investir...

Sem Frentinha e Judiciário anti-Selma

selma arruda curtinha   Selma Arruda, pré-candidata ao Senado pelo PSL, enfrenta resistência de partidos da chamada Frentinha e também de uma ala do Judiciário, incluindo membros do Ministério Público. No caso dos líderes da Frentinha - Podemos, Avante, PSC, Pros, PRP, DC (ex-PSDC), PMN e PHS -, que...

CPI investiga ex-prefeito e vereador

gilberto figueiredo curtinhas   O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), que está numa pré-campanha um tanto tranquila rumo ao governo estadual, começa a ter dor de cabeça por causa da aprovação, pela Câmara Municipal da Capital, de uma CPI com vistas a apurar o que se chama de "obras...

Leitão e Taques e jogo de desconfiança

nilson leitao curtinhas   Em público, Nilson Leitão (foto), que tenta se viabilizar como candidato ao Senado, jura que a relação política é harmônica com o Palácio Paiaguás mas, em privado, reclama de boicote. Mas ele próprio não procura se articular "pra dentro". Vive mais...

Presidente Vidal quer voto consciente

marcio vidal tre curtinha   O presidente do TRE Márcio Vidal se mostra tranquilo com a estrutura e orçamento do tribunal para tocar as eleições, mas está preocupado com a qualidade do voto do mato-grossense. Determinou a realização de 6 audiências, entre 20 de julho e 24 de agosto, para discutir...

MAIS LIDAS