Cidades

Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 11h:09 | Atualizado: 20/01/2020, 19h:00

REPERCUSSÃO NEGATIVA

Sicredi veta uso da marca pelo Operário de VG, após contratação do goleiro Bruno

Atualizada às 18h53

Marcelo Rodrigues/EPTV

Goleiro Bruno

O goleiro Bruno Fernandes com a camisa do Poços de Caldas, de MG, time que jogou apenas 45 minutos em 2019

A cooperativa Sicredi exigiu que a marca da empresa não seja utilizada pelo Clube Esportivo Operário Várzea-grandense durante o campeonato estadual deste ano. A decisão leva em consideração a contratação do goleiro Bruno Fernandes, de 35 anos, condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, homicídio e ocultação de cadáver da ex-namorada Elizia Samudio, em 2010.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da cooperativa. O Sicred segue apoiando financeiramente a Federação Mato-Grossense de Futebol e o campeonado de 2020.

Bruno tem que esperar aval da Justiça de Minas Gerais para vir para Várzea Grande. Só depois disso é que ele será apresentado ao time. A contratação do goleiro no Boa Esporte, em 2017, um dos times pelo qual jogou após passar a cumprir pena em regime semiaberto, fez com que o clube perdesse quatro patrocinadores, segundo reportagem do Globo Esporte.

Protesto contra a contratação

Um grupo de mulheres chamado “Bloco das Meninas” também irá protestar, na noite desta terça (21), na Arena Pantanal. O local, no entanto, pode ser alterado, já que as manifestantes souberam que o Operário vai organizar um evento no Estádio Dito Souza, em Várzea Grande, no mesmo horário. Caso seja confirmado, o local será redefinido.

O protesto receberá apoio também do Núcleo Feminino da Força Jovem Operário, que já se manifestou contra a contratação. Em nota, afirma que "aceitar a contratação dele de forma tranquila é naturalizar e ser conivente com as opressões que lutamos. Nós, mulheres que frenquetamos a arquibancada que lidamos diariamente com o machismo dentro dos estádios e torcidas não podemos aceitar de forma natural".

O Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso, que já se posicionou contra a contratação por meio de nota, também vai participar. Segundo a presidente Glaucia do Amaral, o repúdio por meio de nota não surtiu nenhum efeito no time. “Não obtivemos resposta nenhuma”.

Glaucia ressalta que não faz parte da organização do protesto, mas que, representando o Conselho, somente o integra. Aponta que o objetivo é questionar o Operário e também seus patrocinadores sobre a contratação. “A idéia (das empresas) é associar o nome deles a um feminicida?”.

Acredita também que a mensagem que se passa é que o time, “que tem uma função social”, chancela a ideia de feminicidio. “Não temos nenhuma crítica quanto a ressocialização. Mas o fato é que o ídolo de crianças e de famílias não pode ser um feminicida que, sequer, diz que se arrepende. Pelo contrário, o que ele busca é retomar o status anterior que ele tinha".

Para Glaucia, a contratação dá a imagem de que o goleiro “busca fugir das consequencias do que fez”. Afirma que, caso a contratação siga adiante, haverá campanhas junto ao Operário e seus patrocinadores, além do protesto. “Um dos nossos objetivos é que não se assistam jogos, não comprem ingressos, não financie”.

Às 18h53 - TJ-MT confirma autorização

Na tarde de hoje, a assessoria do TJMG confirmou que o juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha, deferiu o pedido da defesa de Bruno para que ele seja transferido para Várzea Grande e cumpra o restante da pena em Mato Grosso. A decisão deve ser enviada ao TJMT.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Joilson | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 11h17
    0
    2

    O que eu vejo é muitas pessoas atirando pedra e esquece do que eles ja cometeram, ou pessoas da familia. Aqui em mato grosso tem políticos que cometeu crimes de desvio da saúde que Mator muitas vidas e o mesmo povo pegou dinheiro e de voto e agora vem com hipocrisia querendo ser Deus e ou Juiz. Não esqueça o que a Bíblia diz que com a vara que medir sera medido.

  • arildo | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 10h52
    2
    3

    melhro ele trabalhar e viver do seu trabalho, que eu ficar pagando comida e bebida para o resto da vida dele, e outra que moral essas instituicoes financeiras tem para falar alguma coisa? cobran juros pior que agiota ai vem com esse moralismo como se fizessem alguma coisa boa para a sociedade

  • Jonas Matos | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 08h27
    3
    3

    A repercusão negativa será grande para o Operário, pois o Bruno é um assassino, ele ficou preso e cumpriu apenas parte da pena conedenatória. Pois aqui no Brasil as Lei favorecem os criminosos, pois em pouco tempo estão em liberdade, já as pessoas que foram mortas estão eternamente no cemitério.

  • José Augusto | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 07h51
    1
    1

    Estrategia politica, Bruno vai transferir o titulo eleitoral e sera o futuro prefeito de Varzea Grande.Bem feito.

  • Robson José | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 23h41
    1
    2

    Jucilei. Já que você perguntou vou te rsponder. Você é o HIPÓCRITA.

  • Jucilei | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 20h51
    6
    5

    ROBSON JOSE! Se ele tivesse assassinado a sua irmã ou a sua mae vc teria este mesmo pensamento, aposto que voce é parente dele. Hipocrita!!!! Será quem é?

  • Ricardo | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 19h41
    3
    1

    Um bom nome para prefeito fala pro Joaozito levar a ficha de filiação do DEM

  • Rico | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 19h32
    5
    0

    Têm dinheiro público nesse angu amar cuidar e acreditar

  • José Augusto | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 17h14
    10
    11

    O Banco quer uma carona no assunto.Deixa o homem trabalhar.

  • ROBSON JOSÉ | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 16h19
    17
    15

    Sociedade hipócrita, se fala tanto em ressocialização, é tudo conversa fiada. O banco deveria ser o primeiro a dar apoio, afinal é muito importante para a sociedade ver um cidadão recuperado do mundo do crime. Tenho certeza que essas mesmas pessoas, essas mesmas mulheres "Blocos de meninas" vão a Igreja todo domingo e fala em perdão. Quanta enganação, chega ser nojento o comportamento do ser humano. Se o criminoso sai da cadeia, continua praticando crimes por falta de oportunidade os babacas falam, "não deu oportunidade por isso é que está desse jeito" se dá oportunidade os mesmos babacas criticam e não aceitam. Parabéns Operário, lição de cidadania.

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

PT, candidata vetada e novo ajuste

bob pt 400 curtinha   O PT em Cuiabá, comandado pelo assessor do deputado Lúdio, Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), terá de ajustar de novo a chapa proporcional, especialmente sobre candidaturas femininas em Cuiabá. Depois que foi intimado pela Justiça a completar a cota de mulheres, sob pena de indeferimento da...

MAIS LIDAS