Legislativo

Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 16h:15 | Atualizado: 13/08/2020, 08h:26

aposentadoria em mt

Por 16 a 8, deputados aprovam Reforma da Previdência em 2º turno – veja placar

Angelo Varela

Barranco AL1

Deputado Valdir Barranco, que votou contra a reforma da Previdência, acusou governador Mauro Mendes de fazer maldades contra os servidores públicos 

Com 16 votos favoráveis e 8 contrários, a Assembleia acaba de aprovar em 2º turno a PEC da reforma da Previdência. Agora, os deputados devem apreciar 18 destaques a emendas que podem modificar o texto enviado pelo Governo do Estado antes de votar em redação final. Somente após a conclusão desse processo, o texto será promulgado pelo presidente do Legislativo Eduardo Botelho (DEM).

Entre os destaques está a emenda do deputado Lúdio Cabral (PT) que proíbe o desconto da alíquota previdenciária para aposentados e pensionistas que ganham até o teto do INSS (R$ 6,1 mil). Também será apreciada emenda de autoria do deputado Elizeu Nascimento (DC) que reduz a alíquota de contribuição de PMs e bombeiros de 14% para 11%, que inclusive é questionada pelo Executivo na Justiça.

Com a apreciação dos destaques deve fazer com que a sessão se estenda noite adentro. Botelho disse que pretende encerrar os trabalhos somente após a conclusão da análise.

Durante a sessão, o deputado Valdir Barranco (PT) reconheceu a derrota da oposição. No entanto, disse que os favoráveis a reforma da Previdência entrariam para a história como os responsáveis pela retirada dos direitos dos trabalhadores.

“O governador Mauro Mendes, mesmo hospitalizado em São Paulo, foi competente em articular, por meio dos seus interlocutores, a aprovação da reforma. Não conseguimos os 10 votos necessários para barrar essa reforma. Embora ele seja uma pessoa má, que faz maldades, vamos continuar orando pelo seu completo restabelecimento”, declarou o petista.

Já Wilson Santos (PSDB) saiu em defesa do Executivo. Além de dizer que a reforma da Previdência deveria ter sido feita há 50 anos, lembrou que o ex-presidente Lula foi o primeiro a mexer nos direitos dos servidores.

“Me admira os deputados do PT esquecerem que  Lula foi pessoalmente, acompanhado dos 27 governadores, levar a primeira reforma da Previdência no Congresso Nacional. E nunca uma reforma tramitou tão rápido. Foi Lula e o PT que enfiaram 11% no lombo dos servidores. E no Maranhão, governador pelo PCdoB, cobram até 22%”, provocou o tucano.

Previdência

A PEC da Reforma da Previdência aumenta a idade mínima para aposentadoria voluntária de 55 para 62 para as mulheres e de 60 para 65 para os homens. As regras de transição ainda estão sob discussão dos parlamentares e só devem ser definidas na  segunda votação.

Foi Lula e o PT que enfiaram 11% no lombo dos servidores. E no Maranhão, governador pelo PCdoB, cobram até 22%

Deputado Wilson Santos

Outra alteração, que impacta a vida dos servidores, é com relação ao valor da aposentadoria, que deve ser paga até um limite máximo pelo regime básico de filiação obrigatória. O restante do valor fica para sistema complementar e o servidor não é obrigado a aderir. A previdência complementar é objeto do PLC 06/20, que compõe o pacote da reforma.

O servidor tem como limite máximo de proventos o valor máximo do salário de benefício fixado para o INSS, atualmente de R$ 5.839,45. Assim, quem tem remuneração de R$ 10 mil, por exemplo, só pode receber no R$ 6,1 mil pagos pelo regime próprio e o restante pode ser pela previdência complementar, caso decida aderir.

Placar da votação

Votaram favoráveis, o líder do governo Dilmar Dal Bosco (DEM), Carlos Avalone (PSDB), Xuxu Dal Molin (PSC),    Doutor Gimenez (PV), Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), Pedro Satélite (PSD), Romoaldo Júnior (MDB), Silvio Fávero (PSL),  Ulysses Moraes (PSL), Wilson Santos (PSDB), Delegado Claudinei (PSL), João Batista (Pros), Faissal (PV), Valmir Moretto (Republicanos) e Doutor Eugênio (PSB).

Os contrários foram Paulo Araújo (PP), Thiago Silva (MDB), Elizeu Nascimento (DC), Janaina Riva (MDB), Lúdio Cabral (PT), Allan Kardec (PDT), Valdir Barranco (PT) e Max Russi (PSB). O Doutor João (MDB) se ausentou da votação.

João Batista e Delegado Claudinei, ligados ao funcionalismo público, estão sendo chamados de “traidores” pelos votos favoráveis à reforma da Previdência. No entanto, dizem que as emendas vão melhorar a situação dos servidores.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Márcio | Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020, 12h19
    0
    0

    Lamentável ver o tratamento diferenciado aos servidores. Os peritos criminais, todos, foram beneficiados com a aposentadoria integral e com a paridade, direito que não tinha quem entrou no serviço público em 2004, enquanto os demais, terão percas significativas no valor das aposentadorias.

  • Anderson Pires | Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 20h06
    12
    4

    Parabéns a todos os Servidores que votaram no Deputado João Batista do PROS e Gisela Simona do PROS, E agora O Deputado João Batista tem seu candidato a vereador o Advogado Carlos Frederick, Agora Servidores vota nele. Cadê o Oscarlino da Saúde, sempre falador agora esta calado, sumiu. Servidores eu só posso rir kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Luciano | Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 18h33
    3
    10

    Sao 3 milhões de habitantes no estado e 100 mil servidores, considere a família e chegaremos a 400 mil pessoas que dependem do serviço público ou seja 85% da população que se aposenta no regime geral e que paga a conta Dos que se aposentam com 50 anos e 30 mil reais de aposentadoria..,os deputados estão corretos, todos devem se aposentar pelo teto do regime geral e idades mínimas, afinal ninguém é melhor do que ninguém!!! Porque os servidores se acham melhores que os outros para terem tantas benesses? Vamos colocar a população na rua, perguntem para quem anda de ônibus quanto ele ganha, com quantos anos ele vai se aposentar e o que ela acha do dinheiro dela que vai para sustentar essas aposentadorias com padrão europeu dessa casta de privilegiados...

  • Roberval Barros | Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 17h56
    0
    20

    O policial penal João Batista votou pensando na sua categoria que o elegeu...Nos precisava que ele votasse favorável para garantir nossos direitos como a paridade e a integraridade. E também temos a nossa PEC da Polícia Penal...Cada deputado em suas bases e o João e o Claudinei fizeram o que todos nós sabíamos....Votar pensando na sua categoria que o.elegeu e sabe que precisa do governo para garantir a outra PEC e outras lutas....parabéns ao deputado João Batista....

  • marcos | Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 16h59
    19
    3

    Os dois votos que a oposição precisava para não ser aprovado a reforvergonha era os votos do Agepen e do delegado, vergonha pra quem votou nesses camaradas.

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.