Nacional

Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020, 13h:51 | Atualizado: 25/11/2020, 14h:10

Maradona já passou carnaval no Brasil e quase jogou em clubes brasileiros - veja


O Globo

Reprodução

Diego Maradona e Zico

Influência de Pelé e Zico quase trouxeram craque argentino para atuar por clubes brasileiros nos anos 1990; São Paulo também cogitou a sua contratação

Campeão mundial e maior ídolo do futebol argentino, Diego Armando Maradona faleceu nesta quarta-feira.

Aos 60 anos, o ‘El Pibe de Oro’ por pouco não escreveu sua história também nos gramados brasileiros. Na década de 1990, quando o camisa 10 já havia levado o país vizinho ao título da Copa do Mundo de 1986, Flamengo, Palmeiras, Santos e São Paulo tentaram trazê-lo — sendo que o alvinegro praiano chegou a ter a ajuda de Pelé.

A história mais conhecida aconteceu em 1991, quando um possível retorno do craque ao continente para jogar no Flamengo tomou o noticiário. À época, a revista “Placar” fez reportagem afirmando que o rubro-negro ofereceu um projeto para comprar os direitos do argentino junto ao Napoli e ajudá-lo a reestruturar sua trajetória. Ele enfrentava o sobrepeso e vivia na mira das agências antidoping.

O Flamengo era o atual campeão da Copa do Brasil, mas tinha pouco dinheiro em caixa. Ao fim de 1990, perdeu duas peças fundamentais no elenco: o atacante Renato Gaúcho e o lateral Leonardo. O grande nome era Júnior, de 36 anos, e a chegada de Maradona era vista como possível.

Porém, por questões financeiras, a negociação com Maradona não avançou. Posteriormente, o craque argentino foi pego no antidoping e suspenso por 15 meses, mas isso não diminuiu o interesse de outros clubes brasileiros. 

O Santos foi outro que se aproximou de Maradona, muito em função de Pelé, que ofereceu uma parceria para tentar contratá-lo. Segundo o “Estado de São Paulo”, a ideia inicial era tentar Raí, que estava no Paris Saint-Germain, mas ele não aceitou. Então, Maradona virou opção, já que cumpria suspensão por doping na Copa do Mundo de 1994.

Pelé queria levá-lo para sua empresa, a ‘Pelé Sports & Marketing’, que seria a detentora do passe do argentino e o negociaria com o Santos. O Rei ficaria responsável por pagar os salários de Maradona durante dois anos.

As conversas aconteceram, mas a negociação não avançou, pois ele queria receber mais do que o acordado. Ele acabou voltando ao Boca Juniors, onde se aposentou, em 1997. 

Palmeiras com Parmalat e São Paulo tentaram

Após a suspensão de um ano e meio sofrida por Maradona, o Palmeiras apareceu como possível destino para o craque. Impulsionado financeiramente pela Parmalat, patrocinadora master do clube na época, diretor de esportes da empresa na América do Sul, José Carlos Brunoro, chegou a viajar para a Itália para negociar com o Napoli, segundo a 'ESPN'.

As conversas chegaram a ser bem sucedidas e uma proposta de 5 milhões de dólares foi enviada. Porém, Maradona não se interessou a deixar a Europa naquele momento. Posteriormente, acertou com o Sevilla, da Espanha.

Maradona. Segundo a 'Folha de São Paulo', o Tricolor Paulista tentou se aproveitar da época onde ainda vigorava a lei do passe e os jogadores ficavam presos aos clubes ou aos donos de seus passes.

Na época, a empresa de Pelé ficaria com o passe de Maradona e chegou a abir negociação com o São Paulo, mas não houve sucesso nas conversas. Hoje, Maradona treina o Gimnasia y Esgrima.

Berg Silva

Diego Maradona

 

Carnaval no Brasil

Em 2006, Maradona fez sucesso no Rio. O craque argentino, que completa 60 anos nesta sexta-feira, foi uma das principais estrelas nos camarotes do Carnaval e brincou com os brasileiros. Na época, a expectativa para a Copa do Mundo da Alemanha fez o Pibe apostar no Brasil como campeão:

– O Brasil tem a equipe mais preparada. Tem um técnico de ponta e jogadores acostumados a ganhar – comentou Maradona, que aproveitou o desfile ao lado de personalidades.

Maradona foi muito assediado e provocou tumulto ao chegar ao sambódromo. Os organizadores do camarote da cervejaria tiveram que fazer um cordão humano em volta dele para garantir sua chegada até um estúdio instalado no camarote.

Outra passagem lembrada de Maradona no Rio foi em 1985, quando participou de um amistoso que celebrava o retorno de Zico, após uma temporada na Udinese. Ele aproveitou para conhecer as praias e jogar futevôlei.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

Seduc e microônibus para municípios

alan porto 400 curtinha   A secretaria estadual de Educação, sob Alan Porto (foto), tem buscado parcerias com prefeituras para construir quadras poliesportivas, laboratórios de informática e escolas, além de ampliar salas de aula, adquirir ares condicionados e microônibus escolares, de modo a atender...

Emanuel é quem mais realizou obras

emanuel pinheiro 400 curtinha   Um levantamento da empresa Percent Pesquisa & Consultoria, feita em Cuiabá entre os últimos dias 13 e 14, destaca que, na percepção de 49% dos cuiabanos, o prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (foto) foi o que mais fez obras e serviços. Em segundo lugar, com 19,8%, é citado...

Emendas ajudam Unemat de ROO

thiago silva 400 curtinha   Em reunião com o reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, e com o pró-reitor Alexandre Porto, o deputado estadual Thiago Silva (foto) tratou da emenda de R$ 1 milhão para manter o curso de direito e abertura do de jornalismo em Rondonópolis neste ano. E, juntos, definiram o modelo de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.