Polícia

Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 07h:40 | Atualizado: 02/12/2020, 12h:52

PROTESTO

Cobrando reajuste e valorização, policiais penais fecham sede do Governo - fotos

protesto policiais penais

Policiais penais fecharam as entradas do Centro Político Administrativo na Capital na manhã desta quarta (2) em protesto. Cobram "valorização do trabalho" e a regulamentação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 05, que cria a Polícia Penal no Estado. Conforme a assessoria da categoria, ativos e aposentados, acompanhados de seus familiares, fecharam os quatro pontos de entrada e saída da sede do Governo. Servidores estão sendo impedidos de entrar para trabalhar.

O ato conta com policiais penais, da Capital e do interior, que não mediram esforços para demonstrar a insatisfação com forma que estão sendo destratados pelo governador Mauro Mendes (DEM) e deputados estaduais.

A assessoria informou ainda que os policiais, articulados junto ao Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen), lutam pela regulamentação da categoria Polícia Penal Estadual e pela valorização salarial. Alegam que ambas as demandas têm se arrastado por anos. 

A valorização salarial, por exemplo, é uma luta desde 2014, quando os profissionais tiveram que dividir seus direitos com outras carreiras o que não foi devidamente corrigido e nunca houve nenhum acordo por parte dos governantes, para sanar o que chamam de "injustiça". 

Em 2019, foi aprovada em assembleia pela categoria a Comissão Temática de Valorização Salarial, com intuito de subsidiar o sindicato na busca pela valorização da tabela salarial. “Criamos e apresentamos uma tabela salarial ao secretário Alexandre Bustamante (de Segurança), tentamos diálogo e negociações de todas as formas, mas nada foi feito e agora vamos agir da mesma forma que fizemos para conseguir os mais importantes direitos que temos hoje!” - disse um dos membros da comissão, Everaldo Rodrigues.

Já no próximo dia 4 de dezembro completa um ano que a Emenda Constitucional 104/ 2019 inseriu a Polícia Penal, Federal, Estadual e Distrital, na Constituição Federal. Cada Estado passou a ter obrigação, legislativa e administrativa, para aprovar e regulamentar a funcionalidade dessa nova polícia, mas em Mato Grosso, até o presente momento, essa demanda está pendente.

A presidente do Sindspen ressalta que não vão sossegar até que o pedido seja acatado. “Não vamos aceitar que alterem o texto da PEC 05 que já foi aprovada em 1° turno na Assembleia Legislativa e também nenhum valor a menos do qual apresentamos. Queremos nossa nova tabela aprovada e publicada no diário oficial, em um órgão novo e com uma nova estrutura organizacional". (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • marta | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 17h16
    1
    1

    enquanto isso o ministerio publico mt comprando celulares modernos de 8 mil pra promotor e servidores......ta sobrando dinheiro la, e faltando no poder executivo.

  • Roger | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 11h31
    4
    1

    Teve sindicato que apoiou o paleto furado, e agora querem ter direito a aumento de salario com dinheiro publico. Tem que primeiro não votar em quem coloca dinheiro publico em paleto furado pra que tenha dinheiro publico sobrando pra ser investido em segurança e saude. Banir essa gente que gosta de um paleto furado não querem né

  • Kleber Gonçalves | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 11h07
    10
    3

    Esse agente penitenciário ganha super bem um ótimo salário .trabalha 11 dias no mês estão aí fazendo politicagem

  • Marcio da SEFAZ | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 10h48
    8
    2

    Os servidores da segurança tem sido grandemente beneficiados pelos deputados e pelo governo do Estado. A reforma da previdência, além de conceder a todos os servidores o direito a paridade e a integralidade salarial, mesmo os que entraram após 2003, ainda querem mais? O triste são os demais servidores, principalmente, aqueles que entraram após 2003, que perderam ainda mais os seus direitos. E o Forum Sindical, que não presta pra nada, nem para exigir o mesmo tratamento para os demais servidores no que se refere a questão da paridade e integralidade. Não bastasse tudo isso, os servidores da área meio sofre ainda mais, pois tem um presidente louco que só atrapalha a categoria que tem o pior salário dentre todos os analistas do Estado.

  • Carlos | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 10h43
    7
    1

    Por um acaso, já houve concurso para policial penal em MT.

  • rafael | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 09h46
    12
    8

    ação politica. deputado querendo mostrar força e se projetar para 2022. Tomou um susto na eleição. Não se consideram servidor, por isso agem isoladamente, redicula esta ação. Hoje temos teletrabalho, essa ação não reflete em nada no serviço publico hoje. Tá na hora de inovar nas ações sindicais... esse tempo já passou.

  • pedro Souza | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 09h38
    22
    4

    São agentes prisionais e não policia, foi este cargo que passaram no concurso, querem virar policia para terem reajustes acima do que foram concursados. Se querem virar policia façam novo concurso.

  • José Carlos | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 09h34
    17
    4

    Pra trabalhar não pode ter aglomeração. Mas pra reivindicar aumento salário, pode.

  • Roger | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 09h24
    1
    0

    Sindicatos foram em sua maioria apoiadora do Mané do Paletó né. Se fizeram de cegos com paleto furado do dinheiro publico e agora querem mais dinheiro publico? Enquanto a sociedade for conivente com a corrupção e os corruptos, não terá dinheiro publico pra aplicar nas áreas essências deste país. RECLAMAM, RECLAMAM mas na hora de BANIR OS CORRUPTOS da vida publica se fazem de cego né.

  • Juca | Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020, 09h19
    20
    4

    Pra sindicato é protesto, se for o povo nas ruas é aglomeração da COVID. Ta certo..........

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.