Polícia

Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018, 08h:50 | Atualizado: 05/10/2018, 09h:58

PRF apreende R$ 90 mil e PF informa que dinheiro saiu do comitê eleitoral de tucano

Atualizada às 09h32

 

Carlos avalone

Dinheiro apreendido pela PRF saiu do comitê de Carlos Avalone, candaditaro a deputado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta quinta (4) à noite, R$ 90 mil, na BR-070, próximo à região do posto Cinquentinha, na saída da Capital para Poconé. O dinheiro, de acordo com a Polícia Federal, saiu do comitê eleitoral do candidato tucano Carlos Avalone e estava sendo levado a Cáceres. O caso é tratado pela Polícia Federal como crime eleitoral. A PF investiga se o dinheiro seria usado para compra de votos.

Três cabos eleitorais seguiam de carro, por volta das 20h30, em um Gol prata,  para a cidade na fronteira, quando, a partir de denúncia anônima, foram parados. O dinheiro estava em envelopes. 

 Na abordagem, o motorista ficou muito nervoso e a equipe iniciou uma fiscalização detalhada do carro. O dinheiro foi encontrado dentro de uma mochila. Ao ser indagado, ele disse que se tratava de dinheiro da venda de uma moto e que seria usado para pagar cabos eleitorais.

Avalone é ex-deputado e tenta a reeleição. Ligado ao grupo político do governador Pedro Taques, já compôs o staf neste governo. Assumiu a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Os cabos eleitorais foram ouvidos, conduzidos à sede da PF e liberados.

Delegado federal Marcellus Henrique de Araújo assumiu o caso e ainda não decidiu se vai intimar Avalone.  Ele vai informar à Justiça do ocorrido. Avalone não pode ser preso, na condição de candidato, a não ser em flagrante delito, assim como todo brasileiro, desde terça (2).

O acompanha o caso.

Outro lado

O tentou falar com o Avalone e com o presidente do PSDB em Mato Grosso, Paulo Borges, para tratar do assunto, mas ninguém atendeu. A assessoria de imprensa do candidato disse que ainda não está sabendo de nada e informou que estão em campanha no interior.

Crime eleitoral

Outro caso foi flagrado pela PRF nesta quinta (4) e que também está sendo tratado como suposto crime eleitoral. Um casal foi preso com mais de R$ 20 mil em dinheiro em Rondonópolis (a 212 Km de Cuiabá).  O dinheiro seria para comprar votos na região. Denúncia anônima levou à apreensão. A identidade do casal não foi divulgada pela polícia e nem o nome de quem é dono do dinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • ademir | Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018, 13h33
    0
    0

    ademir, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eleitor | Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018, 13h33
    0
    0

    Eleitor, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eleitor | Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018, 11h03
    0
    0

    Eleitor, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Edivaldo Augusto Ribeiro | Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018, 10h45
    0
    0

    Edivaldo Augusto Ribeiro, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.