Polícia

Segunda-Feira, 03 de Dezembro de 2018, 07h:24 | Atualizado: 03/12/2018, 08h:14

Polícia deflagra operação para prender 10 envolvidos em licenças ilegais na Sema

A Polícia Judiciária Civil deflagrou na manhã desta segunda-feira (3), a 3ª fase da Operação Polygonum para o cumprimento de 28 ordens judiciais, 10 mandados de prisão, 15 de busca e apreensão e 3 sequestros de carros.

É decorrente de investigação sobre fraudes ambientais, conduzida pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e do Ministério Público Estadual. As supostas fraudes são datadas da gestão do ex-secretário da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Carlos Fávaro.  A investigação corre em sigilo de Justiça.

A operação é originária de investigação da Delegacia do Meio Ambiente em conjunto com o Ministério Público, decorrente de esquema detectado no sistema de regularização e monitoramento de propriedades rurais e instrumentalizados no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

As ordens judiciais foram expedidas pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso para o cumprimento em 6 escritórios de engenharia florestal e de administração de fazendas e 9 residências, nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Barão de Melgaço, Nossa Senhora do Livramento Sinop e Colíder.

São cumpridos também três ordens de sequestro de carros, que teriam sido objeto de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Participam da operação 12 delegados, 40 investigadores, 8 escrivães, 3 promotores de justiça. Peritos da Politec e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) também atuam em apoio a operação.

O nome da operação, Polygonum, faz referências a medidas geométricas de áreas, referenciadas em dados de propriedades, terrenos e cálculos de desmatamento.(Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Maria | Segunda-Feira, 03 de Dezembro de 2018, 10h52
    2
    0

    A REALIDADE É UMA SÓ, A FLORESTA DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO ILEGAL A MUITO TEMPO. A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA, E TAMBÉM A PORTA DO ESTADO ESTÁ ABERTA ( SEM FISCALIZAÇÃO ) PARA O TRANSPORTE DE MADEIRAS COMO A CASTANHEIRA (PROIBIDA DE CORTE) E TANTAS OUTRAS, E AINDA MAIS A FISCALIZAÇÃO E A IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS SEMPRE INCOMODOU E INCOMODA A MAIORIA DOS DEPUTADOS E AQUELES QUE QUEREM ANDAR NA ILEGALIDADE, AVANTE TJ, DEMA E PROMOTORIA DE JUSTIÇA DO MEIO AMBIENTE, A FLORESTA É PARA A PRESENTE E AS FUTURAS GERAÇÕES.

  • Servidor | Segunda-Feira, 03 de Dezembro de 2018, 08h17
    5
    1

    Parabéns a todos os envolvidos nesta operação graças a Deus Mato grosso dispõe de promotores ambientais, delegados e Juízes empenhados no combate aos crimes ambientais, porque nós servidores desta área temos muito dificuldade com alguns deputados madeireiros que usam do cargo para criarem leis que facilitam as falcatruas e senão fosse a atuação firme dos promotores, delegados, juízes e nós servidores que lutamos contra tudo para trabalharmos Mato Grosso já tinha acabado as florestas....

Matéria(s) relacionada(s):

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

Demitida por ter apoiado Bolsonaro

josenai 400 curtinha   A aprovação em seletivo não foi suficiente para que o contrato da professora Josenai Terra (foto), que se estenderia até dezembro deste ano, fosse cumprido pela Unemat Campus Tangará da Serra. A professora lecionava desde 2017, mas em setembro de 2018 foi a única contratada para...

Prioridade do DEM é reeleger Bussiki

marcelo bussiki 400 curtinha   Dos 25 vereadores, inclusive todos determinados a buscar a reeleição, um deles vai concorrer numa condição um tanto confortável. Trata-se de Marcelo Bussiki (foto), que integra o grupo político do governador Mauro, de quem, aliás, foi controlador-geral do...

Detran-MT recria taxa e fixa R$ 316

Entra em vigor a partir de hoje a lei 10.956, que cria uma taxa de R$ 316 para registro de contrato de financiamento de veículo, com cláusula de alienação fiduciária, de arrendamento mercantil, de compra e venda com reserva de domínio ou de penhor. A taxa será paga pelas agências financeiras e não pelos compradores. A partir de agora o serviço passa a ser executado e gerenciado 100% pelo Detran-MT. Por se tratar de nova...

Efetivos ilegais temem delação de Riva

Não são só os deputados e ex-parlamentares que estão em desespero por causa da eminente delação do ex-presidente da Assembleia José Riva junto ao MPE. Quem também se encontra em apuros são aqueles servidores que já enfrentam processo na Justiça por terem sido supostamente efetivados de forma ilegal à época em que Riva comandava a AL. Segundo o MPE,  eles foram estabilizados por atos administrativos...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.