Polícia

Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 07h:09 | Atualizado: 18/06/2019, 15h:22

Diretores da PCE e militares são presos por facilitar entrega de celulares a facção

Reprodução

Revetrio Francisco da Costa

O diretor da PCE Revétrio Francisco da Costa, na entrada da unidade; ele foi preso durante operação deflagrada hoje

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) deflagrou a Operação Assepsia na manhã desta terça (18) e prendeu o diretor da Penitenciária Central do Estado (PCE) Revétrio Francisco da Costa, o sub-diretor Reginaldo Alves dos Santos, conhecido  como Peixe,  e três policiais militares, sendo dois da Rotam - sub-tenente Ricardo e o cabo Denizel -, e o tenente Ferreira, lotado no 3º Batalhão.

Eles, de acordo com a Polícia Civil, estariam facilitando a entrada de celulares na unidade. Além deles, outros dois presos tiveram o mandado de prisão cumpridos. 

Revétrio ficou popularmente conhecido após dar declarações por meio do Whatsapp, logo após a vitória do presidente Jair Bolsonaro (PSL), em 28 de outubro. Em um grupo ele afirmou "esperar só chegar a ordem para eliminar um raio".

Minutos depois, ele teria afirmado: "vamos estar descautelando as munições de borracha. Agora é no aço", em alusão ao modo como a segurança pública deveria se portar a partir da gestão de Bolsonaro.

No total estão sendo cumpridos 15 ordens judiciais autorizados pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá, e foram expedidas depois de representação dos delegados e manifestação favorável do Ministério Público Estado, via o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

Investigações

Divulgação

celulares apreendidos

Aparelhos de celular, carregadores, fones de ouvido e chips foram apreendidos dentro de freezer, que entraria na PCE

Em 6 de junho, na Penitenciária Central do Estado (PCE), foram localizados 86 aparelhos celulares, dezenas de carregadores, chips e fones de ouvido.  Todo o material estava escondido dentro da porta de um freezer, que foi deixado lá para ser entregue a um dos detentos.

Equipes da GCCO estiveram na PCE e verificaram que não havia nenhum registro de entrada ou mesmo informações acerca da entrega do referido eletrodoméstico.  Diante dos fatos e da inconsistência das informações, todos os agentes penitenciários presentes foram conduzidos até a Gerência e questionados sobre os fatos.

No mesmo dia, a autoridade policial determinou a apreensão das imagens do circuito interno de monitoramente da unidade, que foram extraídas por meio da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Por meio dos depoimentos, da análise das imagens e conteúdo de aparelhos celulares apreendidos e ainda, da realização de diversas diligências, foi possível identificar e comprovar de maneira robusta, que três policiais militares, dentre eles um oficial de carreira, foram os responsáveis pela negociação e entrega do freezer recheado com os celulares. 

Com a ciência do diretor e do subdiretor da unidade, os militares enviaram o aparelho congelador que era destinado a um dos líderes de uma facção criminosa atuante no Estado.

Ao longo das investigações, a Polícia Civil conseguiu comprovar que nomesmo dia, duas horas antes do freezer ser interceptado, os três militares e os diretores da unidade, participaram de uma reunião a portas fechadas com o preso líder da organização criminosa, por mais de uma hora, dentro da sala da direção. "Toda a dinâmica dos fatos foi registrada pelas imagens da unidade prisional”, aponta o relatório da investigação.

No decorrer das investigações, ficou constado ainda que o veículo utilizado para a entrega do freezer, na unidade, pertence a outro reeducando, que também é considerado uma das lideranças da mesma facção. Esse reeducando divide cela com o destinatário do equipamento.

Além das prisões preventivas dos servidores públicos e dos líderes da facção criminosa, serão cumpridas medidas de busca e apreensão nas dependências da Penitenciária Central do Estado.

O inquérito será concluído nos próximos 10 dias. Os investigados poderão responder pelos crimes de integrar organização criminosa, corrupção passiva e ainda por facilitação de entrada de celulares em estabelecimento prisional (Com Assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • JUSTIÇA SERÁ FEITA | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 11h14
    5
    1

    ESSA CANALHICE QUE ESTÃO FAZENDO COM O REVÉTRIO, POR AQUELES URUBUS CARNICEIROS VAI TER VOLTA. A JUSTIÇA DIVINA SERÁ FEITA. QUEM O CONHECE E CONHECE SEU TRABALHO, SABE O QUANTO EL É DEDICADO E HONESTO. ESSE TURMINHA QUE O TENTA INCRIMINAR SÃO "LAGARTIXAS COMENDO O PRÓPRIO RABO PRA NÃO PASSAR FOME". OS VERDADEIROS CRIMINOSOS SERÃO IDENTIFICADOS, DESMASCARADOS, DESACREDITADOS E HUMILHADOS. PODE TER CERTEZA!

  • pescador de ilusão | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 10h45
    5
    1

    uma pergunta simples!!!! porque não se investe em bloqueadores no entorno de presídios?

  • Jango | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 16h35
    4
    2

    E assim caminha a desumanidade...

  • OSCAR | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 13h19
    3
    13

    TAO ACUSANDO POLICIAIS MILITARES INJUSTAMENTE SEM PROVAS

  • mauro santana | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 08h17
    19
    6

    Infelizmente, isso acontece sempre, vemos agentes dos presídios com carros novos, mansões, etc. Sabemos também que quem comanda as prisões não são as policias e sim os comandos. Tem até mercado dentro dos presídios dos agentes prisionais com preços abusivos e vendem de tudo.

  • Pedro | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 07h26
    15
    1

    Caramba! Será que ele vai para esse raio que será eliminado?

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

A bronca de Saad com Wilson Santos

ricardo saad curtinha 400   O vereador Ricardo Saad (foto), presidente do PSDB da Capital, resolveu disparar a metralhadora verbal contra colegas tucanos. Sobre o ex-prefeito e hoje deputado Wilson Santos, considera que este nada fez para ajudar o partido a se reestruturar, visando as eleições de outubro. Mesmo sendo vice-presidente...

Janela tira muitos políticos do calvário

gilberto figueiredo curtinhas   O fechamento da janela partidária, que encerrou-se no último sábado, dia 4, marcou o fim de um longo calvário aos partidos, que tiveram que suportar em seus quadros políticos que não estavam mais de “alma”, mas somente de “corpo”. Na Câmara...

Só 2 vereadores não vão à reeleição

felipe wellaton curtinha 400   Apenas dois entre os 25 parlamentares cuiabanos não vão buscar a reeleição. O licenciado Gilberto Figueiredo, que trocou o PSB pelo DEM, quer concorrer a prefeito, assim como Felipe Wellaton (foto), que até trocou de partido, saindo do PV e agora no Cidadania. Pretende disputar...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

thiago muniz 400 curtinha   Dos 21 vereadores de Rondonópolis, somente quatro não vão à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (foto), agora no DEM, Hélio Pichioni (PSD), Jailson do Pesque-Pague e Rodrigo da Zaeli (ambos do PSDB). Eles garantem se tratar de um caminho sem volta. Destes, dois tentam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.