Polícia

Terça-Feira, 13 de Dezembro de 2016, 15h:43 | Atualizado: 13/12/2016, 15h:43

Laudo do IML fica pronto, mas não aponta causa da morte de Rodrigo

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) aponta que a causa da morte do soldado aluno Rodrigo Claro não foi ocasionada por uma doença pré-existente e nem por conta do treinamento realizado na Lagoa Trevisan. O exame ficou pronto na manhã desta terça (13).

Facebook

rodrigo.jpg

  Aluno do Corpo de Bombeiros Rodrigo Claro, que faleceu em 16 de novembro

A informação foi dada ao pelo secretário estadual de Segurança Publica, Rogers Jarbas. “O exame pericial mostrou que ele, de fato, não tinha uma doença, mas também não foi capaz de vincular o acidente vascular cerebral a qualquer tipo de conduta externa. O laudo manteve a dúvida”, explica.

O secretário destaca que os elementos mais importantes dentro das atividades investigativas são as testemunhas. “São os alunos, a postura deles, que vão indicar o que aconteceu. A finalidade das investigações é obter a verdade. Então eles optaram por ouvir todos os alunos, instrutores, coordenação, enfim, todos que participaram desse processo, porque o que queremos é a verdade”.

Rogers ainda ressalta que as investigações estão bem adiantadas e que se for necessário o prazo de encerramento do inquérito pode ser prorrogado. “Todas as testemunhas serão ouvidas, somente elas poderão esclarecer o que, de fato, ocorreu nos treinamentos”, diz.

Pelo menos 17 pessoas já foram ouvidas pela Corregedoria do Corpo de Bombeiros, entre elas os pais de Rodrigo, os três alunos que o tiraram da água e a tenente Izadora Ledur. A previsão é de que o inquérito policial seja concluído na próxima terça (20), e a investigação paralela da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) somente em janeiro.

Oitivas

A tenente Izadora Ledur de Souza e o tenente coronel Revelis negaram, durante oitivas, que tenham ocorrido perseguições durante o curso de formação do Corpo de Bombeiros. Disseram ainda que Rodrigo estava muito bem quando chegou ao treinamento. Rodrigo, entretanto, passou mal, foi levado ao hospital, onde entrou em coma e não resistiu.

Segundo o depoimento dos oficiais, não ocorreram também os populares “caldos”. Garantem que todo o treinamento ocorreu de forma “normal” e “tranquila”.

Tenente nega perseguição e diz que treinamento foi normal e tranquilo

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Cuiabano Indignado | Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016, 14h10
    0
    0

    Deve ser muito doído para a mãe desse rapaz ficar ouvindo que NÃO VAI DAR NADA NÃO... o pior é que não vai dar mesmo... essa tenente vai seguir a sua vida esnobando e humilhando a todos, gastando seu alto salários em viagens custeada com o suor, sangue e até a vida do cidadão (Rodrigo Claro) e deve estar rindo da nossa cara... tenho nojo desse Estado! É Ruim saber que essa mulher não será punida. Mas, as mãos divinas há de pesar sobre a vida dessa mulher... não ficará isenta das maldades que tem feito dentro do corpo de bombeiro. Queremos Justiça! Queremos Justiça! Expulsão Já!

  • Bombeiro | Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016, 14h05
    0
    0

    Só uma pergunta ao Secretário de Segurança ROGERS JARBAS: POr que essa Tenente ainda não foi presa???? Cadeia nela Já!

  • alexandre | Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016, 13h12
    3
    0

    não é o primeiro caso de morte em treinamento aqui em MT, vai dar nada não, corporativismo, por isso o laudo inconclusivo...

  • Debora | Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016, 10h39
    5
    0

    Nesse Estado onde não existe lei, é certo que o rapaz levou a pior. Sei bem o que é isso. Perseguição é a pior coisa que existe! Essa Tenente merece uma expulsão, mas conhecendo bem esse Estado nada disso ocorrerá. Mas essa mulher não escapará da fúria divina. Vai pagar caro pelo que fez! Talvez terá um filho e irão assassiná-lo da mesma forma que ela assassinou o filho dessa mãe. Meus sinceros sentimentos a essa mãe e peço que lute. Vá até a ONU se preciso for, mas corra atrás da punição dessa tenente cruel.

  • FAGUNDES | Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016, 09h21
    5
    0

    Kkkkkkkkkkk, não vai dar em nada, quem perdeu foi o rapaz que morreu, daqui alguns dias tudo estará esquecido, ela voltará ao posto, será promovida, daqui mais algum tempo, será comandante e dai pouco tempo, estará aposentada com salário de R$ 35.000,00(Posto de coronel pm ou bm hoje, salvo engano, tem o salário de R$ 28.000,00) e PONTO

  • Joacyr | Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016, 08h50
    4
    0

    As mensagens envidas pelo soldado à sua mãe, comprovam que existia sim uma perseguição por parte da Tenente. Isso não está sendo levado em conta?

  • WALISSON | Terça-Feira, 13 de Dezembro de 2016, 23h26
    7
    0

    SR. GOVERNADOR, CADÊ O ESTADO DE TRANSFORMAÇÃO? ESSA MULHER NÃO ERA PARA ESTAR MAIS NO BOMBEIRO CASO NOSSAS AUTORIDADES FOSSEM SÉRIAS O SUFICIENTE PARA NÃO TOLERAR ESSA ABOMINÁVEL PRÁTICA!

  • Marcos | Terça-Feira, 13 de Dezembro de 2016, 23h17
    6
    0

    Expulsão Já! Essa mulher e outras que comete assédio moral deve ser demitida a bem do serviço público! CHEGAAAAA!!!! FORA TENENTE!!

  • Rubens | Terça-Feira, 13 de Dezembro de 2016, 20h05
    5
    0

    Infelizmente, o Secretário de Estado de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso, mais uma vez comete uma gafe, pois o laudo conclusivo do IML ainda não está pronto, o titular da pasta em uma entrevista ao vivo na TV Centro América em uma oportunidade anterior já cometeu esse mesmo equívoco, o secretário anda muito mal assessorado.

  • Rubens | Terça-Feira, 13 de Dezembro de 2016, 18h12
    4
    0

    Infelizmente mais uma gafe e equívoco praticado pelo Secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, pois o laudo do IML ainda não foi concluído e não sei quem assessorou ele para transmitir essa informação mentirosa a sociedade matogrossense, aliás esse mesmo titular da pasta já passou informação errada ao vivo no programa da TV Centro América.

Licença da PRF para disputar eleição

Arthur Nogueira_400_curtinha   As eleições municipais e ao Senado continuam inflacionando o número de pré-candidatos. O ex-superintendente da PRF, Arthur Nogueira (foto), anunciou que se afastou das atividades policiais para colocar o seu nome à disposição da Rede para concorrer a vaga da senadora...

Possível recuo de Fábio pra prefeito

fabio garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal, primeiro-suplente do senador Jayme e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia (foto), faz mistério sobre encarar ou não a corrida pela Prefeitura de Cuiabá. Empurrou a decisão para a próxima semana, sem precisar data e horário. O dirigente do...

Fórum aponta traição de 3 deputados

joao batista 400 curtinha   Fórum Sindical está na bronca com os deputados que aprovaram a reforma da Previdência, mas voltam seus canhões com mais força contra 3 deles: João Batista (ex-presidente do Sindispen), Delegado Claudinei e Faissal Calil. Em nota, o Fórum dispara que se elegeram com os votos...

Vereadora cacerense vira opção à vice

valdeniria 400 curtinha caceres   Em Cáceres, a vereadora de cinco mandatos Valdeniria Dutra Ferreira (foto), do PSC, está sendo cortejada pelos principais pré-candidatos a prefeito. Todos querem-na de vice da chapa. Até Paulo Donizete, que entrou na disputa majoritária apoiado pelo prefeito Francis Maris, passou...

Selma deve mesmo deixar o Podemos

selma arruda 400 curtinha   Para evitar um novo pedido de expulsão do Podemos, Selma Arruda dá sinais de que deixará o partido nos próximos dias. A ex-senadora, que preside o Podemos de Cuiabá, foi "convidada" a deixar a sigla após demonstrar resistência em apoiar a pré-candidatura do deputado...

Arco de alianças define vice de Eliene

eliene liberato 400 curtinha   A professora e vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (foto), pré-candidata do PSB à sucessão municipal, disse que a definição do nome para vice de sua chapa só sairá na pré-convenção. Até lá, o amplo arco de alianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.