Ana Lacerda

O que é essencial na pandemia?

Por 01/07/2020, 07h:58 - Atualizado: 01/07/2020, 08h:03

Dayanne Dallicani

Colunista Ana Lacerda

Ninguém esperava uma reviravolta assim! Em geral, na vida, estamos sujeitos ao inesperado, mas as proporções que estamos experimentando são muito mais elevadas do que jamais imaginamos, e com resultados muito difíceis de lidar.

Notícias mostram todos os dias o que cada governante decidiu manter aberto e o que decidiu fechar. O que é essencial para quem toma as decisões, nem sempre reflete como essencial para cada cidadão. O cenário é de crise, não há como maquiar com nenhum belo discurso.

Estamos diante da necessidade inegociável de enfrentar limites que não gostaríamos de provar

Estamos diante da necessidade inegociável de enfrentar limites que não gostaríamos de provar. Mas, o que incomoda, além do óbvio – que escapa ao nosso parco controle – é aquilo que poderia ser melhor gerenciado, mas que nos atravanca o dia a dia, tornando ainda maior o desafio de passar por esse período. A falta de planejamento, as arbitrariedades e deliberações que privilegiam poucos e condenam muitos, são alguns exemplos que ferem a vida do brasileiro atualmente, lado a lado com a Covid-19.

Para que esse cenário seja gerido com um pouco mais de acesso à justiça, algumas localidades designaram o serviço de advocacia como atividade essencial. Além dos conflitos cotidianos já conhecidos, que não deixaram de existir, atravessamos tempos em que contratos de todas as esferas estão sendo revistos; compromissos precisam ser reajustados; empregados e empregadores estão diante de uma realidade totalmente nova e muito penosa; há decretos publicados e anulados diariamente; direitos fundamentais sendo tolhidos... Nunca foi tão importante contar com a figura de um bom advogado para garantir o mínimo de segurança jurídica e respeito aos direitos dos cidadãos.

É preciso lembrar ainda que a própria Constituição Federal consagra a profissão, conforme o art. 133: “O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.” Outrossim, o § 1º, art. 2º da Lei n. 8.906/94 (Estatuto da Advocacia e da OAB) determina que no “seu ministério privado, o advogado presta serviço público e exerce função social.”.

Nesse sentido, vigora, em Mato Grosso, o Decreto Estadual nº 532, de 24 de junho de 2020, que “altera a classificação de risco e as diretrizes para adoção, pelos Municípios, de medidas restritivas para prevenir a disseminação da COVID-19 [...]”, e que determinou em seu “Art. 5º, IV, d) manutenção apenas de serviços públicos e atividades essenciais, em consonância com o Decreto Federal nº 10.282, de 20 de março de 2020, incluindo o exercício da advocacia....”.

Não se trata de uma tarefa fácil definir o que é essencial e o que não é. O trabalho de muitas pessoas vem sendo impedido, a fonte de renda de famílias inteiras simplesmente está proibida de acontecer. Como medir o quanto a manutenção de uma atividade é importante para a manutenção da vida como um todo? Também não sabemos a resposta do questionamento que mobiliza o país.

De outro norte, Mato Grosso tem sido notícia diária nos jornais nacionais: lockdown; festas clandestinas; colapso na saúde. No momento da elaboração deste texto, cerca de 92,5% dos leitos de UTIs disponíveis no Estado estão ocupados....restam poucos leitos disponíveis,   segundo informações veiculadas na mídia pelo Governo do Estado.

A esperança que promete aliviar o quadro é a tão almejada descoberta de uma vacina. Pesquisadores de todo o mundo empreendem uma corrida científica para a busca dessa proteção. A vacina, que antes se destinava ao uso nobre e fundamental da saúde, ganhou também proporções de salvadora da economia.

O Brasil igualmente está no páreo, na luta, na busca de um alento. Em coletiva de imprensa ocorrida no dia 27 deste mês, o Ministério da Saúde anunciou o avanço no acordo de cooperação Brasil - Reino Unido para a produção de vacinas contra a Covid-19 e a transferência de tecnologia para o país. A expectativa é que as primeiras doses sejam disponibilizadas em dezembro deste ano e em janeiro de 2021.

Fé, determinação e perseverança: o tripé essencial para nossos dias

A vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca e figura como uma das mais promissoras no mundo. Em solo brasileiro a tecnologia será desenvolvida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), do Ministério da Saúde. É uma aposta.

Tenhamos fé na determinação dos nossos bons pesquisadores, que estão diuturnamente estudando maneiras para sairmos desse momento; na perseverança do povo brasileiro, que diariamente se reinventa; nos profissionais da saúde e todas as pessoas, que têm se arriscado e dedicado a salvar vidas; no trabalho dos nossos bons advogados, incansáveis na busca pela justiça e na defesa dos direitos fundamentais da população.

Fé, determinação e perseverança: o tripé essencial para nossos dias.

Ana Lacerda é advogada do escritório Advocacia Lacerda e escreve exclusivamente nesta coluna às quartas-feiras. E-mail: analacerda@advocacialacerda.com. Site: www.advocacialacerda.com

Postar um novo comentário

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

Pátio punido por não licitar transporte

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto) vai concluir o mandato sem conseguir realizar a licitação do transporte coletivo urbano de passageiros, vencido desde março de 2014. Por essa irregularidade na concessão, já que a Cidade de Pedra, empresa que explora o...

Anelise só vai com respaldo de MM

anelise silva 400 curtinha   Filiada ao DEM, Anelise Silva (foto) deve desistir da disputa à Prefeitura de Cáceres, a não ser que o governador Mauro Mendes, com quem ela pretende conversar nos próximos dias, declare apoio irrestrito a sua candidatura. Nos bastidores, Mauro não dá sinais de que...

Deputados "adotam" pré-candidatos

franklin 400 curtinha   Deputados estaduais se transformaram em padrinhos políticos de quatro pré-candidatos a prefeito de Santo Antonio de Leverger. Considerado o nome mais forte eleitoralmente, o ex-vereador por três mandatos e derrotado ao Executivo em 2016, Franklin Silva (foto), do PSDB e sobrinho do ex-prefeito Edu, entrou...

Candidato da Reitoria sob desgaste

julio cesar 400 curtinha   O professor Júlio Cesar (foto), um dos dois candidatos a reitor, tem apoio carimbado do grupo que comanda a instituição há cerca de 20 anos - desde a Escola Técnica, passando pelo CEFET, até o IFMT. Mas, nas viagens e reuniões em busca de voto, e numa tentativa de evitar o...

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.