Executivo

Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020, 16h:19 | Atualizado: 28/10/2020, 20h:15

NA ESTEIRA DE SP

Mauro aposta em suporte federal, mas não descarta comprar vacina contra Covid

Marcos Vergueiro Secom-MT

Governador Mauro Mendes vacina Covid Lan�amento do Mais MT

Governador Mauro Mendes em discursso durante o lançamento do programa de investimentos em 12 áreas, o Mais MT; diz que não quer entrar em polêmica

O governador Mauro Mendes (DEM) não descarta a compra da vacina coronavac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butatan, para o combate ao coronavírus (a doença causada pelo coronavírus). O democrata afirma que o Governo tem recursos para comprá-la – mesmo se não tiver ajuda do Governo Federal. A declaração é diferente do que falou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, mais cedo para a imprensa.

O governador falou sobre o assunto com jornalistas na manhã desta quarta (28) durante o lançamento do programa de investimentos “Mais MT”, que prevê obras em praticamente todos os setores, no Centro de Eventos do Pantanal.

Se o Governo Federal não comprar, com certeza, o Governo de Mato Grosso vai ter o recurso para comprar

Governador Mauro Mendes

Mauro começa afirmando que não vai entrar na polêmica da compra da vacina. De acordo com o governador, o ministro e general Eduardo Pazuello tinha anunciado, em uma audiência com os governadores do país, que o Ministério da Saúde estava predisposto a comprar as vacinas. Mas, em seguida, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desautorizou a compra de 46 milhões de doses das vacinas chinesas.

A polêmica do presidente envolve uma rixa política com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), próximos as eleições majoritárias de 2022. O tucano é o principal apoiador da vacina e chegou prometer o início da vacinação para o fim deste ano. Mas o presidente foi na contramão do seu ministro por que  as doses são de origem chinesa e não tem liberação da Anvisa, além de defender a não obrigatoriedade da imunização.

Mauro também falou o contrário de seu secretário Gilberto Figueiredo. O gestor da pasta da Saúde disse que Mato Grosso, assim como a maioria dos estados do país, não tem recursos financeiros para investir na compra das vacinas, como Dória está fazendo para São Paulo. O governador disse, porém, que a vacina vai chegar ao Estado – independente da vontade do Governo Federal.

"Se o Governo Federal não comprar, com certeza, o Governo de Mato Grosso vai ter o recurso para comprar”, afirma. Contudo, o planejamento e a aplicação da campanha de vacinação são feitas dentro do plano nacional, continua o governador. Assim, o Governo Federal vai ter que se envolver de alguma forma.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonio | Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020, 19h29
    0
    1

    Mauro Mentes, Não existe vacina..................... como vai comprar.....

  • CHIRRÃO | Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020, 16h56
    0
    3

    TANTAS VACINAS CONFIÁVEIS E GASTAR DINHEIRO COM VACINA CHINESA ?? MELHOR A DE OXFORD.

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...