Judiciário

Terça-Feira, 07 de Abril de 2020, 11h:25 | Atualizado: 07/04/2020, 16h:26

CONCURSO PÚBLICO

TJ deve empossar 25 novos juízes assim que efeito-coronavírus passar no Estado

Alair Ribeiro/Midianews

Carlos Alberto da Rocha

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto, destacou que o compromisso é 25 novos juízes sejam empossados neste ano

O Tribunal de Justiça deve finalizar o concurso público e dar posse a 25 novos juízes de 1ª instância assim que os efeitos do novo coronavírus permitirem a volta do funcionamento do Judiciário. A informação foi confirmada pelo presidente do Judiciário, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, em live com o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, nesta terça (7).

“O concurso não está suspenso. A última fase em que estávamos antes da paralisação era a inscrição definitiva, com busca de informações pessoais, e isso já foi feito. A comissão deve se reunir, mesmo neste período, para deferir as inscrições. E independentemente disso, estamos preparando a fase oral e assim que voltarmos à normalidade nós vamos fazer essa fase”, revelou.

O desembargador destacou que tem consciência que deve haver dificuldades financeiras para o Estado por causa da redução na arrecadação durante o período de pandemia. Ele, porém, destacou a necessidade de novos juízes para suprir uma demanda já reprimida no Tribunal de Justiça.

“Temos essa nossa dificuldade, mas temos o compromisso de nomear 25 magistrados. Eram sete magistrados (no edital original), conseguimos o orçamento para 25, e essa é a nossa pretensão. Sabemos de tudo que vamos sofrer (por eventuais dificuldades financeiras), mas nós vamos lutar por pelo menos esses 25 o mais brevemente possível”, disse.

Carlos Alberto lembrou que, principalmente no interior, há juízes que respondem por até três comarcas e que isso, considerando o tamanho do Estado, é uma situação insustentável. “É um compromisso que eu quero cumprir mesmo com todas as dificuldaude que devemos ter pela frente”.

Além dos 25 juízes, o Tribunal de Justiça também já aprovou a criação de nove vagas para desembargador. O processo administrativo tramita e ainda tem de ser aprovado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • MARCOS PETRI NETO | Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020, 20h34
    0
    0

    Mais impostos

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...