PARTIDO

Sábado, 17 de Agosto de 2019, 09h:11 | Atualizado: 18/08/2019, 18h:30

Reunião pacifica ânimos no Democratas e diretório em Cuiabá é reconfigurado leia

Gilberto Leite

Coletiva do DEM

Eduardo Botelho, Júlio Campos, Mauro Mendes, Fabio Garcia e Jayme Campos são  a cúpula do DEM em Mato Grosso

Em uma reunião que começou às 17h30 e terminou por volta das 20h30 da noite desta sexta (16) no gabinete do presidente da Assembleia, Eduardo Botelho, a cúpula do DEM alinhou alguns ajustes importantes para que o partido se projete às eleições 2020. A principal decisão foi em torno dos nomes da diretoria do partido em Cuiabá.

No começo da semana, o presidente regional Fabio Garcia, que é 1º suplente do senador Jayme Campos, havia definido alguns nomes, mas considerou apenas pessoas ligadas ao governador Mauro Mendes. Na reunião, nova composição foi aprovada, pacificando os ânimos da ala tradicional do partido, que é liderada por Jayme e seu irmão, o ex-governador Júlio Campos.

A nova composição do diretório municipal contemplou seis indicados pelo governador Mauro Mendes e por Fabio Garcia, mais seis membros indicados por Jayme e Júlio, duas indicações de  Eduardo Botelho e uma pelo líder do Governo, Dilmar Dal Bosco.

Como já estava definido, como presidente ficou o cantor Alberto Machado, o Beto 2 a 1, que ocupa o cargo de secretário de Gabinete do governador. Na vice-presidência, ficou o indicado dos Campos, o advogado João Celestino, desbancando a vaga que tinha sido ocupada pelo ex-vereador e secretário de Estado Domingos Sávio Pereira, que acabou ficando como secretário-geral. O ex-secretário de Fazenda de Mauro enquanto prefeito de Cuiabá, Pascoal Santullo Neto permaneceu na função de tesoureiro.

Já os membros são a ex-deputada e ex-vereadora Chica Nunes, o ex-prefeito, ex-deputado federal e ex-senador Rodrigues Palma, o secretário da Sinfra, Marcelo de Oliveira, o ex-secretário de Mobilidade Urbana da Capital, Thiago França, a irmã de Jayme e Julio, Márcia Auxiliadora de Campos, o sobrinho de Eduardo Botelho, Leonardo Botelho, o cirurgião dentista Rodrigo Vandoni - que é filho da ex-presidente da Ager, Márcia Vandoni, o arquiteto Humberto Costa e Silva, Paulo Traven que é adjunto de Cultura, e Allan Porto que é secretário-adjunto executivo da Seduc.

A reunião contou com a participação dos irmãos Campos, de Botelho, João Celestino, Domingos Sávio e Fábio Garcia, que também representou o governador nas votações. O acordo firmado entre a cúpula do partido também estabeleceu que nenhuma decisão em relação às eleições 2020 será tomada antes de abril do próximo ano.

“Os pré-candidatos que quiserem disputar as prévias do partido tem liberdade para buscar viabilidade e fazer suas alianças. Em abril vamos realizar uma pesquisa e decidir qual é o melhor nome para a disputa eleitoral pela prefeitura”, explica Júlio Campos ao .

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • israel borges | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 07h14
    0
    0

    DEMOCRAS 25 TUDO EM ORDEM A PROZA FOI FEITA ENTRE OS LIDERES EA BOLA JA ESTA PARA ROLAR

  • Mimi | Domingo, 18 de Agosto de 2019, 12h04
    0
    0

    Mimi, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Cida Cortez | Sábado, 17 de Agosto de 2019, 18h05
    3
    1

    Uso da assembleia para reunião do Dem? Uso da estrutura? Uso de recursos públicos

  • kamila araújo | Sábado, 17 de Agosto de 2019, 17h19
    5
    0

    Manda quem pode obedece quem tem juízo...aprende aí "fabinho".

  • Carlos Gordo | Sábado, 17 de Agosto de 2019, 15h10
    1
    1

    Ainda bem, que a paz voltou a reinar nos meio dos Democratas de Cuiabá, pois fui convidado pelo Julio Campos a filiar no DEM para disputar uma vaga de Vereador em 2020, e já estava querendo desisitir dessa empreitada, mais agora posso ir para a parada.

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.