Polícia

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 07h:50 | Atualizado: 09/10/2019, 15h:02

FAKE PAPER

Empresas do agro teriam sonegado mais de R$ 330 mi; Defaz cumpre 9 prisões

Atualizada às 8h

Facebook

Anildo

Anilton Gomes Rodrigues é um dos presos

Para combater milionária sonegação de ICMS envolvendo inclusive o agronegócio, a Delegacia Fazendária (Defaz) deflagrou, nesta manhã (9), a Operação Fake Paper, e cumpre nove ordens de prisão determinadas pelo juiz da Sétima Vara Jorge Luiz Tadeu Rodrigues. O juiz expediu também 16 mandados de busca e apreensão. As investigações, conduzidas pelo delegado Sylvio Vale Ferreira Junior,  apontam um prejuízo aos cofres de Mato Grosso superior a R$ 330 milhões.

As prisões estão sendo feitas em Cuiabá (3) e as outras seis cidades: Tangará, Barra do Bugres, Sorriso, Canarana, Campo novo dos Parecis e Juína.

Um dos alvos é o advogado e contador Anilton Gomes Rodrigues, preso em um condomínio de luxo no bairro Goiabeiras, o Garden Goiabeiras, região nobre da Capital, na casa da namorada. Em seguida, foi levado ao Garden Shangri-la, onde mora e a polícia faz buscas por documentos físicos e virtuais, em computador. A OAB acompanha a operação e informa que as prerrogativas da profissão estão sendo respeitadas.

Outro preso é Bruno da Silva Guimarães, que usava documento falso com o nome de Bruno Dias Ferreira.

Policiais fazendários apuram uma organização criminosa que, através de falsificação de documento público, falsificação de selo ou sinal público e uso de documento falso, abriu empresas de fachada, para disponibilizar notas fiscais frias utilizadas por produtores rurais e empresas para sonegar. Além disso, o esquema possibilitou a prática de crimes não tributários, como a fraude à licitação, ou mesmo "esquentar" mercadorias furtadas ou roubadas.

O delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, que preside as investigações, ressalta que a emissão de notas fiscais frias interfere negativamente na base de dados da Secretaria de Fazenda, distorcendo informações sobre produção econômica do Estado, e, consequentemente, os índices do Fundo de Participação dos Municípios e o cálculo do Fundo de Participação dos Estados. "Isso causa efeitos devastadores ao Estado”, ressalta o delegado.

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso constatou que, juntas, as empresas Rio Rancho Produtos do Agronegócio Ltda. e Mato Grosso Comércio e Serviços e a B. da S.. Guimarães Eireli emitiram exatamente R$ 337.337.930,11 milhões em notas frias, gerando um prejuízo alarmante ao Estado.

O delegado titular da Defaz, Anderson da Cruz e Veiga, ressalta que “a operação busca apreender documentos, dispositivos móveis e computadores que possam robustecer ainda mais a investigação e integra mais uma ação da Defaz em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda, no combate aos crimes contra a ordem tributária”.(Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • O AGRO É POP !!! | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 12h40
    6
    1

    O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!!

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.