Polícia

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 07h:50 | Atualizado: 09/10/2019, 15h:02

FAKE PAPER

Empresas do agro teriam sonegado mais de R$ 330 mi; Defaz cumpre 9 prisões

Atualizada às 8h

Facebook

Anildo

Anilton Gomes Rodrigues é um dos presos

Para combater milionária sonegação de ICMS envolvendo inclusive o agronegócio, a Delegacia Fazendária (Defaz) deflagrou, nesta manhã (9), a Operação Fake Paper, e cumpre nove ordens de prisão determinadas pelo juiz da Sétima Vara Jorge Luiz Tadeu Rodrigues. O juiz expediu também 16 mandados de busca e apreensão. As investigações, conduzidas pelo delegado Sylvio Vale Ferreira Junior,  apontam um prejuízo aos cofres de Mato Grosso superior a R$ 330 milhões.

As prisões estão sendo feitas em Cuiabá (3) e as outras seis cidades: Tangará, Barra do Bugres, Sorriso, Canarana, Campo novo dos Parecis e Juína.

Um dos alvos é o advogado e contador Anilton Gomes Rodrigues, preso em um condomínio de luxo no bairro Goiabeiras, o Garden Goiabeiras, região nobre da Capital, na casa da namorada. Em seguida, foi levado ao Garden Shangri-la, onde mora e a polícia faz buscas por documentos físicos e virtuais, em computador. A OAB acompanha a operação e informa que as prerrogativas da profissão estão sendo respeitadas.

Outro preso é Bruno da Silva Guimarães, que usava documento falso com o nome de Bruno Dias Ferreira.

Policiais fazendários apuram uma organização criminosa que, através de falsificação de documento público, falsificação de selo ou sinal público e uso de documento falso, abriu empresas de fachada, para disponibilizar notas fiscais frias utilizadas por produtores rurais e empresas para sonegar. Além disso, o esquema possibilitou a prática de crimes não tributários, como a fraude à licitação, ou mesmo "esquentar" mercadorias furtadas ou roubadas.

O delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, que preside as investigações, ressalta que a emissão de notas fiscais frias interfere negativamente na base de dados da Secretaria de Fazenda, distorcendo informações sobre produção econômica do Estado, e, consequentemente, os índices do Fundo de Participação dos Municípios e o cálculo do Fundo de Participação dos Estados. "Isso causa efeitos devastadores ao Estado”, ressalta o delegado.

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso constatou que, juntas, as empresas Rio Rancho Produtos do Agronegócio Ltda. e Mato Grosso Comércio e Serviços e a B. da S.. Guimarães Eireli emitiram exatamente R$ 337.337.930,11 milhões em notas frias, gerando um prejuízo alarmante ao Estado.

O delegado titular da Defaz, Anderson da Cruz e Veiga, ressalta que “a operação busca apreender documentos, dispositivos móveis e computadores que possam robustecer ainda mais a investigação e integra mais uma ação da Defaz em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda, no combate aos crimes contra a ordem tributária”.(Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • O AGRO É POP !!! | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 12h40
    6
    1

    O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!! O AGRO É POP !!!

Matéria(s) relacionada(s):

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

Rosana reassume Sinop na quinta

gilson de oliveira 400 curtinha sinop   Pela segunda vez, o apresentador de TV Gilson de Oliveira (foto), do MDB, comanda temporariamente Sinop, a chamada capital do Nortão. A prefeita e empresária Rosana Martinelli saiu de licença não remunerada por 12 dias para cuidar de assuntos pessoais. Viajou aos Estados Unidos....

Vereador induzindo as pessoas ao erro

diego guimaraes curtinha 400   O vereador oposicionista pela Capital Diego Guimarães (foto), do PP, está induzindo a erro às pessoas. Mesmo o prefeito Emanuel já tenho anunciado que vetará a proposta da Câmara Municipal de aumentar o seu próprio salário, uma forma de criar o efeito cascata e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.