MÁQUINA DO CRIME

Segunda-Feira, 21 de Dezembro de 2020, 08h:22 | Atualizado: 21/12/2020, 08h:41

POLÍCIA E MP

Delegado ironiza organização e promotor não menospreza adversário - veja vídeos

Rodinei Crescêncio

delegado Flávio Stringueta

Delegado Flávio Stringueta, titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado, refuta a ideia de que a orgainização criminosa tenha grande poder

"Comédia Vermelha". É assim que o delegado titular da Gerência de Combate ao Crime organizado (GCCO), Flávio Henrique Stringueta, classifica a facção em Mato Grosso. Por outro lado, o promotor Mauro Zaque, um dos primeiros a investigá-la no Estado, destaca que o crime organizado é um fenômeno, um adversário que não deve ser menosprezado. 

Para tratar sobre o assunto, o delegado Flavio Stringueta recebeu o e explicou que o CV tem comandos regionais. Ele faz um comparativo com a polícia, que também tem os seus delegados regionais. “São pessoas que recebem as ordens aqui do comando geral e passam para os comandos regionais e assim vai. Existe uma hierarquia e, por isso, é chamado de crime organizado, com a formação da pirâmide”, esclarece.

Stringueta refuta a ideia de que o CV seja extremamente organizado e, por conta disso, na GCCO, é chamado de “Comédia Vermelha”.

“Mesmo assim, monitoramos os faccionados o tempo todo. Digo isso, nós da GCCO, com uma força tarefa com a Polícia Federal e a diretoria de inteligência. Temos números de telefones de uns que passam para outros e vamos os monitorando com frequência. Desta forma e de outras, tentamos antecipar as ações deles. Algumas vezes dá certo, outras não. Pois, com os aplicativos de mensagens, eles falam cada vez menos por ligações”.

Veja vídeo

O promotor Mauro Zaque detalha que o Comando Vermelho é um fenômeno da época da ditadura. Cresceu muito e, atualmente, ocupa um espaço importante e exige do Estado como um todo um enorme envolvimento para que seja feito efetivo enfrentamento. 

Rodinei Crescêncio

Mauro Zaque

Promotor Mauro Zaque adverte que o melhor é dar a devida atenção a esse tipo de evento criminoso

"Isso exige da Assembleia e das câmaras municipais, pois é um fenomeno que vem ganhando força e o Estado ainda não mostrou que pode definitivamente superar e encerrar essa evolução da organização criminosa nesses moldes. Mas certamente hoje essas estruturas do crime estão mais organizadas, contudo as estruturas de estados de segurança pública, poder judiciário e MPE também se aprimoraram no combate", diz.

Zaque afirma que não tem o hábito de menosprezar o adversário, principalmente por ele causar um prejuizo enorme a sociedade. Destaca ainda que o Estado olha com atenção devida para esse tipo de evento criminoso.

Ouça

O promotor ainda destaca que não tem o hábito de subestimar o adversário, pois percebe que é um rival importante e que causa um prejuízo imenso à sociedade. Para ele, o Estado deve continuar olhando com responsabilidade para a facção e eventos criminosos produzidos por ela.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Rsantos | Terça-Feira, 22 de Dezembro de 2020, 06h33
    2
    0

    Acho que existem varios poderes neste pais, Legislativo, Judiciários, Executivos, Facções, religiões e imprensa, todos esses mandam e desmandam no pais, criam leis, fazem a cabeça da sociedade e tem seus lideres; então quantas organizações tem este pais

  • Analice | Segunda-Feira, 21 de Dezembro de 2020, 16h46
    9
    0

    Estão tão organizados, basta ver as eleições para vereadores, que tiveram grande influência!

  • ze | Segunda-Feira, 21 de Dezembro de 2020, 10h15
    26
    3

    Delegado contando como trabalha para o bandido saber como não ser pego.... dificil assim

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...