Executivo

Segunda-Feira, 29 de Junho de 2020, 16h:09 | Atualizado: 30/06/2020, 07h:53

OFÍCIO À PGM

Federação não encontra documentos nem dinheiro da venda do Dutrinha à prefeitura

Gilberto Leite

Dutrinha campo

Campo do Dutrinha, em Cuiabá, antes do início das obras de reforma do local; FMF cobra da prefeitura documentação que comprovam repasse

Em 29 de maio, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) notificou a Prefeitura de Cuiabá, por meio do procurador-geral do Município, Marcus Brito, para que apresente documentos que comprovem a aquisição de maneira legal do Estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, em 2011. Entretanto, até o presente momento, não obteve resposta.

A solenidade de entrega do Dutrinha para prefeitura foi realizada em 30 de setembro de 2011. O ex-prefeito Francisco Galindo (PTB) recebeu o estádio oficialmente das mãos do então presidente da FMF, Carlos Orione (já falecido). A negociação foi feita pelo então presidente da Câmara Júlio Pinheiro (PTB) – também falecido – no período em que assumiu a chefia do Executivo interinamente.

A Prefeitura pagou para a FMF o valor de R$ 3,5 milhões pela desapropriação. Deste total, R$ 1 milhão foram para pagamento das dívidas que o estádio possuía. O projeto era transformá-lo em centro de treinamento para as seleções que jogaram a Copa de 2014 em Cuiabá.

PageFlips: Escritura doação Dutrinha

A FMF está buscando essas informações, porque auditoria interna da FMF não encontrou documentos que detalhem a transação, em especial se os valores foram quitados e de que forma foram pagos. Em uma busca no cartório, ficou comprovado que o Dutrinha ainda pertence a instituição, que continua pagando IPTU do imóvel.

Informações extraoficiais indicam que o Palácio Alencastro também não encontrou documentos que comprovem a venda do estádio para a Prefeitura. Em nota, a Procuradoria Geral do Município (PGM) informou que está trabalhando para reunir a documentação capaz de esclarecer a situação.

“A Procuradoria Geral do Município informa que recebeu o pedido da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), de apresentação de documentos de compra do Estádio Eurico Gaspar Dutra e que, no momento, possui equipe trabalhando na reunião de toda a documentação pertinente ao caso e, assim que oportuno, irá apresentá-la para a Federação, imprensa e sociedade, de maneira transparente”, diz nota divulgada na tarde desta segunda (29).

PageFlips: Pedido de documentos

História 

O estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, está localizado na Rua Joaquim Murtinho - Praça Benjamin Constant, no bairro Porto, em Cuiabá. O estádio foi declarado "Tombado como Patrimônio Histórico de Cuiabá-MT", pela Lei Municipal 2.761 de 25/05/1990, de autoria do então  vereador Emanuel Pinheiro, hoje prefeito da Capital, como forma de preservá-lo.

Construído em 1952, o Dutrinha foi o segundo estádio de Cuiabá (o primeiro foi o "Estádio do Comércio", hoje nos fundos do Colégio Liceu Cuiabano). O estádio foi o principal palco do futebol matogrossense até a inauguração do Verdão, em 1976. O Dutrinha é o local de maior identificação do Mixto Esporte Clube, que ali viveu grandes momentos de sua história. A característica mais marcante do "velho" Dutrinha é a proximidade da torcida com os jogadores em campo.

A doação do terreno onde foi construído o Dutrinha, uma área de 25.650m2, foi feita pela Prefeitura de Cuiabá, através do prefeito Leonel Hugueney, à Federação Matogrossense de Desportos - FMD (antigo nome da Federação Matogrossense de Futebol - FMF).

Existem relatos ou boatos que o Presidente Dutra esteve em Cuiabá em 1952 para a inauguração do estádio, e constatando que o imóvel não fora construído conforme previsto no projeto, um Mini-Maracanã, recusou-se a inaugurá-lo, retornando imediatamente para o Rio de Janeiro (a então capital brasileira).

Atualmente, o Dutrinha está em reforma. Com um ano de atraso, a execução da obra está em 60% e deve ser entregue no final de 2020.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Benevides | Segunda-Feira, 29 de Junho de 2020, 22h51
    0
    0

    Não há evidências que o cuiabano ex-presidente da República Eurico Gaspar Dutra tenha vinda à Cuiabá naquela ocasião. Dutra tinha isso sim, em seu escritório de livros e leituras flâmulas dos times de Cuiabá: Mixto, Dom Bosco e Atlético Matogrossense.

  • Crítico | Segunda-Feira, 29 de Junho de 2020, 21h04
    0
    0

    Crítico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

Esforço de ex-senadora para eleger 2

rafael ranalli curtinha 400   Eleita no pleito de 2018 e cassada em definitivo em abril deste ano, a ex-senadora Selma Arruda, presidente do Podemos de Cuiabá, pode deixar o partido após o processo eleitoral deste ano. Segundo informações, a juíza aposentada se afastaria da política partidária para...

6 parlamentares já foram infectados

wilson santos 400 curtinha   Desde o início da pandemia, em março, seis dos 24 deputados estaduais já testaram positivo para Covid-19. O último foi Wilson Santos (foto). Ele disse que recebeu medicação e está em isolamento. Observa que a doença está no início e segue trabalhando...

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.