Judiciário

Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 15h:59 | Atualizado: 25/11/2020, 14h:46

CASO MIRELLA

Justiça autoriza exumação do corpo de avô de menina envenenada pela madrasta

Divulgação

Madrasta da menina Mirella morta envenenada

Polícia investiga se madastra, acusada de matar a enteada envenenada, assassinou, da mesma fora, o avô paterno da menina; motivação seria uma herança

A Justiça determinou a exumação no corpo de Edson Emanoel, avô paterno da Mirella Poliane Chue de Oliveira, morta envenenada em junho do ano passado. A suspeita é que o idoso também tenha sido morto pela madrasta Jaira Gonçalves Arruda, de 42, ré acusada de matar a menina. O processo da qual saiu à decisão corre em segredo.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, a data da realização da exumação deve ser acertada entre a Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) e a Politec. Ainda não há data para a realização da perícia. O Instituto Médico Legal (IML) ainda prepara os trâmites legais.

Os avôs paternos é quem detinham a guarda de Mirella. Em 2017, a esposa de Edson morreu. No ano seguinte, foi à vez dele por problema grave e súbito de saúde. Após a morte do casal, a menina foi ficar com o pai e Jaira. Entre abril e junho de 2019, a madrasta ministrou veneno na comida da menina.

Também em 2019, após 10 anos, Mirella ganhou uma indenização de R$ 800 mil pela morte da mãe, durante o parto.

Durante as investigações da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), investigadores suspeitaram que o avô de Mirella também possa ter sido morto por envenenamento. A exumação do corpo é a medida para investigar a possibilidade. Mas, como já passou muito tempo que ele foi enterrado, não é possível encontrar vestígios do veneno.

Jaira vai ser julgada pelo Tribunal de Júri. Ela responde sozinha pelo crime de homicídio duplamento qualificado (por ter envenando e por motivo fútil). Desde setembro de 2019, ela se encontra presa na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá.

Entenda o crime

De acordo com a Polícia Civil, Mirella foi morta com doses diárias de veneno de venda proibida durante dois meses, período em que ela deu entrada em hospitais diversas vezes. Os delegados informaram que, em todas as vezes em que era internada, a menina se recuperava de três a sete dias. Após melhorar, os médicos liberavam a família para levá-la de volta para casa, onde acabava adoencendo novamente.

Em junho de 2019, a menina deu entrada em um hospital privado já sem vida. Como o hospital não quis declarar a morte, a DHPP foi acionada para liberação do corpo. Indícios de morte violenta levaram a polícia solicitar perícia, mas acabou detectando no sangue da vítima duas substâncias, uma delas um veneno que provoca intoxicação crônica ou aguda e a morte.

O caso foi parar na Deddica e, em setembro, Jaira foi presa pela morte da enteada. O pai da vítima não teve envolvimento direto e teria sido induzido ao erro pela mulher. Investigação da delegacia constatou a existência de um plano criado pela madrasta para ter acesso a uma herança de R$ 800 mil deixada à Mirella após a morte da mãe, por erro médico, durante seu nascimento.

A Justiça autorizou que fosse usada uma pequena parte do dinheiro para despesas da criança, mas a maior quantia ficaria em depósito para uso após a maioridade, aos 24 anos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

Morre mais um pastor da Assembleia

pastor jose alves de jesus 400   A Covid-19 transforma mais um pastor da Igreja Assembleia de Deus em vítima fatal. Morreu nesta terça José Alves de Jesus (foto), que presidia há vários anos o Campo Eclesiástico Autônomo da Igreja de Primavera do Leste e região. Ele estava hospitalizado com o...

Mauro e os "cabeças chatas" do CE

mauro mendes 400   O governador Mauro Mendes está disposto a conhecer a experiência da  educação pública  do Ceará, que há anos apresenta os melhores índices no Ideb e é orgulho dos irmãos Ciro e Cid Gomes, ex-prefeitos de Sobral e ex-governadores. Até pretende...

Seduc e microônibus para municípios

alan porto 400 curtinha   A secretaria estadual de Educação, sob Alan Porto (foto), tem buscado parcerias com prefeituras para construir quadras poliesportivas, laboratórios de informática e escolas, além de ampliar salas de aula, adquirir ares condicionados e microônibus escolares, de modo a atender...

Emanuel é quem mais realizou obras

emanuel pinheiro 400 curtinha   Um levantamento da empresa Percent Pesquisa & Consultoria, feita em Cuiabá entre os últimos dias 13 e 14, destaca que, na percepção de 49% dos cuiabanos, o prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (foto) foi o que mais fez obras e serviços. Em segundo lugar, com 19,8%, é citado...

Emendas ajudam Unemat de ROO

thiago silva 400 curtinha   Em reunião com o reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, e com o pró-reitor Alexandre Porto, o deputado estadual Thiago Silva (foto) tratou da emenda de R$ 1 milhão para manter o curso de direito e abertura do de jornalismo em Rondonópolis neste ano. E, juntos, definiram o modelo de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.