Judiciário

Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 11h:06 | Atualizado: 27/05/2014, 08h:04

Justiça

TJ arquiva investigação de fraude no VLT devido à insuficiência de provas

.

rowles_vlt.jpg

Rowles Magalhães, ex-assessor

O Tribunal de Justiça arquiva o procedimento administrativo investigatório instaurado pelo Ministério Público Estadual, que apurava suposto crime de improbidade administrativa por fraude na licitação para contratação do Veículo Leve sobre Trilhos. A decisão é do presidente do TJ, desembargador Orlando Perri, a pedido do próprio MPE devido à “insuficiência de elementos de prova que justifiquem a demanda judicial cabível”.

A investigação era conduzida pelos promotores do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), Marco Aurélio de Castro, Clóvis de Almeida Júnior e Arnaldo Justino da Silva. O suposto crime começou a ser apurado após denúncia, do jornalista Vinícius Segalla, do Portal UOL, de que membros do Governo teriam recebido R$ 80 milhões de propina para fraudar o processo licitatório do VLT. A afirmação teria sido dada pelo então assessor especial do vice-governador Chico Daltro (PSD), Rowles Magalhães.

Na decisão, o magistrado destaca que a prova colhida durante o desenrolar da investigação não levantou “elementos suficientes para caracterizar a provável prática delitiva, tampouco a autoria do crime”, porque, segundo os promotores, o que se tem são versões conflitantes apresentadas pelo jornalista e pelo ex-assessor. De acordo com o processo, Segalla afirma ter ouvido de Rowles que houve pagamento de propina a agentes públicos por ocasião da escolha do modal de transporte. O fato, no entanto, foi negado veementemente pelo ex-assessor.

O texto ressalta que o jornalista mencionou a existência de um vídeo mostrado pelo ex-assessor, no qual aparecia um secretário de Estado entregando um envelope com maços de dinheiro a duas pessoas que, segundo ele, eram representantes da empresa Santa Bárbara, vencedora da licitação. A prova, contudo, nunca aportou aos autos. “Embora a suspeita inicial fosse robusta, mormente pela riqueza de detalhes com que fora relatada, com o desenrolar da investigação essa suspeita se esvaziou, não havendo respaldo, assim, para justificar a continuidade dos esforços da máquina investigativa Estatal, não havendo que se falar também, ante a míngua de elementos mínimos, em se pleitear qualquer medida judicial cautelar visando sua comprovação”, diz trecho da decisão.

Assessor de Chico Daltro denuncia propina e fraude em licitação do VLT

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Mates | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 21h08
    2
    0

    O povo sábio, nunca criticou as obras da copa. Quem fala mal das obras e com isso contribuem para as jucialização para barrar ou atrasa-las, são uns programinhas de televisão, que tem na sua grade local alguns radialistasinhos que se passa por apresentadorzinhos de TV, que em busca de audiência faz sensacionalismo com as obra da copa. Eles mostram buraco em rua que não tem nada a haver com desvio da copa, poupando o Mauro Mendes que é o responsável, e descendo a lenho no Silval. O povo é sábio governado, sabe que estas critica são tendenciosas para o ano eleitora. Eu mudo de canal quando começam falar bobagem sobre as obra da copa. É meu direito.

  • cuiabano | Segunda-Feira, 10 de Março de 2014, 13h10
    1
    0

    Em terra dos timbiras, quem tem justiça tem tudo.

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.