Legislativo

Quinta-Feira, 20 de Dezembro de 2018, 17h:44 | Atualizado: 21/12/2018, 10h:34

CUIABÁ 300 ANOS

Vereadores autorizam Cuiabá a contratar empréstimo de R$ 425 milhões para obras

Empréstimo será contraído em dólar, o que gerou críticas pesadas dos cinco vereadores oposicionistas

Brunna Maria

C�mara de Cuiab�

Vereadores por Cuiabá,  em sessão  extraordinária, aprovaram contratação de empréstimo

A Câmara de Cuiabá aprovou, com 17 votos favoráveis e cinco contrários, a autorização para o Executivo contrair empréstimo de 110 milhões de dólares, o que equivale a aproximadamente R$ 425 milhões. A operação de crédito que ainda precisa de autorização do Senado para ser avalizada pela União será contratada junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), que é  o Banco de Desenvolvimento da América Latina. Os recursos serão destinados ao financiamento do Programa Cuiabá 300 Anos.

A sessão extraordinária foi realizada na tarde desta quinta (20). Os favoráveis seguiram a orientação do vereador Misael Galvão (PSB), que exerce a liderança do prefeito enquanto se prepara para assumir a presidência da Câmara.

A matéria teve parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação. Já Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária emitiu parecer contrário.

O vereador Marcelo Bussiki (PSB), que preside essa comissão, fundamentou o parecer contrário afirmando que o contrato não prevê trava cambial. Citou o exemplo de Mato Grosso que sofreu prejuízos com a dolarização da dívida pública.

Bussiki também argumentou que o projeto enviado pelo Executivo não especifica a taxa de juros.  O prazo de carência nem as demais condições de pagamento também não constam na matéria.

Entretanto, o parecer contrário foi derrubado em plenário. Neste caso, 16 vereadores votaram pela rejeição.

O Executivo não se pronunciou oficialmente sobre o Programa Cuiabá 300 anos. O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB)  prometeu  conceder entrevista coletiva sobre o tema somente após a Câmara autorizar o empréstimo.

Segundo Misael, o Programa Cuiabá 300 Anos contempla a construção do chamado  Contorno Leste, viadutos e trincheiras, 200 quilômetros de asfalto e parques em bairros da Capital. Outra ação prevista é a revitalização do Morro da Luz.

Contrários

Os vereadores contrários ao empréstimo foram Bussiki, Diego Guimarães (PP), Felipe Wellaton (PV), Abílio Júnior (PSC) e Dilemário Alencar (Pros). Já a base governista votou favorável.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Robson Araújo de Oliveira | Sexta-Feira, 21 de Dezembro de 2018, 10h10
    0
    0

    Mais uma forma de fundar Cuiabá de vês em dívida. Cadê o VLT ?

  • capataz | Sexta-Feira, 21 de Dezembro de 2018, 10h01
    2
    0

    Desde que os Nobres Vereadores assumam a responsabilidade como "fiadores", pois em caso de Inadimplência por parte do Executivo, os vereadores como pessoa jurídica assumem as responsabilidades...inclusive herdeiros e seus sucessores....

  • Gilmar | Sexta-Feira, 21 de Dezembro de 2018, 08h28
    2
    0

    Mais divida para a população cuiabana pagar.

  • Ana | Quinta-Feira, 20 de Dezembro de 2018, 18h59
    2
    0

    Vai pagar como? Se já está endividado por causa do Mauro com o Banco do Brasil... O asfalto das ruas movimentadas de bairro residencial precisa ser refeito, só tapar buraco não adianta mais, as pessoas precisam se voluntariar mais, pois é o próprio beneficiário, diferente de quem empresta o dinheiro, que não se importa em gerar uma crise financeira. Parabéns Bussiki, pena que uma andorinha só não faz verão!

  • Critico | Quinta-Feira, 20 de Dezembro de 2018, 18h46
    0
    0

    Critico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Moreira | Quinta-Feira, 20 de Dezembro de 2018, 18h41
    0
    0

    Moreira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Fábio tenta tirar aliados do prefeito EP

fabio garcia 400 curtinha   Fábio Garcia (foto), presidente do DEM-MT, começou um movimento forte de bastidores para tentar tirar partidos que hoje estão no arco de alianças do prefeito Emanuel (MDB), mesmo o futuro do Democratas na disputa majoritária em Cuiabá ainda sendo uma incógnita. De forma...

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

Munhoz agora é adjunto na Sinfra

 Mauricio Munhoz-curtinha-400   O governador Mauro Mendes nomeou o economista e escritor Maurício Munhoz (foto) como secretário adjunto de Gestão e Planejamento da Sinfra, pasta comandada por Marcelo Padeiro. Filiado ao PSD, é representante da Fundação Espaço Democrático em MT, que...

Contribuição com óculos às crianças

virginia mendes 400   Após lançamento de campanhas sociais, como o Aconchego, com distribuição de 100 mil cobertores a famílias em situação de extrema vulnerabilidade, de festas para angariar fundos e ajudar entidades, e do empenho pela reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, a primeira-dama do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.