Polícia

Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020, 08h:19 | Atualizado: 21/10/2020, 16h:55

OPERAÇÃO CIRCUMITUS

Empresa alvo da PF tem contrato no IFMT desde 2011; mais de R$ 9 milhões pagos

A empresa Protege Energia, alvo de busca e apreensão da Policia Federal durante a Operação Circumitus deflagrada hoje (21), possui contratos com o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) que incluem pagamentos de mais de R$ 9 milhões entre 2011 e 2018, de acordo com o Portal Transparência. A empresa presta serviços de manutenção predial e rede elétrica do instituto.

Reprodução

Operação Circumitus

A sede do IFMT em Campo Novo do Parecis foi alvo de busca e apreensão da PF pela manhã

A ação investiga esquema de desvio de recursos públicos federais no campus de Campo Novo do Parecis do IFMT. Além da manutenção predial, as investigações conjuntas da PF, do Ministério Público Federal e da Controladoria Geral da União (CGU) identificaram possíveis fraudes no fornecimento de alimentação escolar. Essas irregularidades foram o ponto inicial da investigação, tendo sido identificadas em janeiro de 2020, quando os alunos estavam em férias. Segundo a CGU, os contratos suspeitos giram em torno de R$ 4,8 milhões.

Os agentes da PF cumprem 12 mandados de busca e apreensão em residências, sedes de empresas e no IFMT, sendo que cinco em Cuiabá e sete em Campo Novo do Parecis. Além disso, a Justiça decretou o sequestro de valores de dois investigados.

O dono da Protege Energia, Mauricio Souza de Menezes foi preso por posse ilegal de arma de fogo durante cumprimento das buscas. A servidora do IFMT e candidata a vereadora Samila Dalva de Jesus Silva foi alvo de busca e apreensão.

Reprodução

Samila Dalva de Jesus, candidata e alvo da PF em Campo Novo do Parecis

A servidora do IFMT Samila Dalva foi alvo de busca e apreensão da PF nesta manhã 

O trabalho conta com a participação de 44 policiais federais e com três servidores da CGU. A operação tem por objetivo subsidiar trabalhos de investigação relacionados às fraudes na execução de programas do Governo Federal, com vistas a apurar a responsabilidade das pessoas físicas e jurídicas envolvidas.

Dentre as irregularidades investigadas, cabe destacar, indícios de fraude na entrega de gêneros alimentícios da alimentação escolar, pagamento de notas fiscais em duplicidade, indícios de fraude na execução de manutenção preventiva da infraestrutura do campus, dispensas ilegais de licitações, dentre outras.

A partir dos elementos de prova colhidos foram demonstrados indícios do cometimento dos delitos de peculato, corrupção ativa e passiva, dispensa ilegal de licitação, fraude em licitação mediante entrega de mercadoria diversa e/ou alterando a quantidade, lavagem de dinheiro e associação criminosa, segundo a PF.

As irregularidades praticadas com recursos vinculados à alimentação escolar e à infraestrutura das acomodações de salas de aulas, laboratórios, dentre outras, têm potencial impacto, quantitativa e qualitativamente, na prestação de serviços de educação à população, principalmente a de baixa renda, que muitas vezes tem na “merenda escolar” sua única fonte de alimentação diária.

Assim, fraudes influenciam negativamente os resultados das ações governamentais e levam à degradação dos indicadores sociais. Segundo dados divulgados pelo IFMT, havia, em 2015, aproximadamente 750 alunos matriculados no campus de Campo Novo do Parecis. Portanto, desvios em área tão estratégica, como é a educação, têm a capacidade de afetar diretamente o desenvolvimento de jovens, com consequências que podem ser sentidas por toda a sociedade, argumenta a PF.

Galeria de Fotos

Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Bárbara Sá
Agentes da PF na empresa Protege Energia, no Jardim Califórnia, em Cuiabá
Credito: Bárbara Sá
Agentes da PF na empresa Protege Energia, no Jardim Califórnia, em Cuiabá

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Renato | Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020, 10h25
    0
    0

    Tem Muito mais coisa escondido

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS