PARREIRAIS NO CERRADO

Terça-Feira, 22 de Maio de 2018, 08h:22 | Atualizado: 22/05/2018, 09h:06

Cultura da uva avança em 4 municípios e maior parreiral agora fica em Nova Mutum


Enviado especial a Primavera do Leste

Enquanto em Primavera do Leste, o título de Capital da Uva deixou de ser uma realidade, a 468 km de distância da região, em Nova Mutum está o maior parreiral de Mato Grosso. A propriedade é do francês Michel Le Plus, 71 anos, que chegou na cidade nos anos de 1970.

Assessoria

parreiral uva Melina Agropecu�ria em Nova Mutum

Plantação de videiras em Nova Mutum que tem maior parreiral de MT; uvas são produzidas também em Primavera do Leste, Chapada e São Pedro da Cipa

Entusiasmado com a ideia de produzir uva no Cerrado, Le Plus, acompanhado do irmão Alan, conta com o apoio das unidades da Embrapa de Jales (SP) e Bento Gonçalves (RS). Mantendo hoje um parreiral de 35 hectares, o primeiro plantio na propriedade foi realizado em 1998, a título experimental, em apenas um hectare. À época foram testadas 14 variedades de uvas, entre viníferas e de mesa.

Atualmente, a fazenda produz as variedades Niágara, Violeta e Isabel. Em 2000, a fábrica de suco Melina foi instalada. Le Plus passou a distribuir o suco integral de uva, em 2001, para várias cidades mato-grossenses, principalmente Nova Mutum, Sorriso, Rondonópolis e Cuiabá.

A fábrica também já forneceu suco para uma grande rede de supermercados presente em todo o país. Atualmente, a capacidade de produção da fábrica é de aproximadamente 500 mil litros de suco por ano e conta, para isso, com o trabalho de seis empregados.

Mário Okamura

Gr�fico mapa produ��o de uva em MT

Além de Primavera e Nova Mutum há cultivo de parreirais em Chapada e São Pedro da Cipa

Apesar do legado na produção de suco de uva com produção própria no cerrado, o viticultor afirma que não tem perspectiva de se manter no negócio por muito tempo em razão da idade.

Além de Primavera do Leste e Nova Mutum, outras regiões de Mato Grosso também cultivam parreirais, como em Chapada dos Guimarães e na região do Vale do São Lourenço, mais precisamente em São Pedro da Cipa (a 148 km de Cuiabá).

Novas variedades estão sendo testadas, mas a Niágara Rosada é a que predomina nas 4 cidades do Estado onde há plantio de videiras. A razão pela qual a variedade da uva é a preferida entre os viticultores é a preferência dos consumidores devido ao sabor adocicado. Por isso, a fruta é consumida, majoritariamente, in natura.

Ex-capital da Uva

Se Primavera do Leste voltará a ser a Capital da Uva, só o tempo pode dizer. Potencial para produção a cidade possui, assim como potenciais consumidores.

Redes de supermercados de Cuiabá e Rondonópolis já manifestaram interesse nas uvas produzidas pelos viticultores da região. Atualmente, a produção de uvas serve, integralmente, para abastecer os consumidores da cidade.

Mário Okamura

L�bero Favarim

Viticultor Líbero Favarin, que tem única produção de vinho em atividade e que na última safra produziu 800 litros

Uva in natura, suco ou vinho. Essa são as opções que os primaverenses e visitantes têm para consumir a uva. Em relação ao vinho, a única produção ainda em atividade é mantida pelo viticultor Líbero Favarin, que na última safra produziu 800 litros de vinho.

O vinho artesanal feito por Líbero é comercializado em uma pequena cantina. O espaço inaugurado há 18 anos pelo produtor rural é chamado “Cantina da Uva”. Além do vinho, consumidores podem comprar uvas in natura e suco artesanal.

Nos demais parreirais, a maioria dos consumidores se dirigem até as fazendas para comprar os cachos de uvas diretamente onde são produzidas. Os viticultores também distribuem as uvas nos supermercados locais e para os feirantes, geralmente ao preço médio de R$ 5/kg.

Também viticultor, Itacir Gatti relata que a uva produzida em 2017 não foi suficiente para suprir a demanda do município. Além do mais, muitos donos de mercados chegaram a entrar em contato com a fazenda para negociar o abastecimento em unidades de Cuiabá e Rondonópolis, o que não aconteceu por falta de produto. A perspectiva é que na safra deste ano, entre julho e dezembro, uvas de Primavera do Leste sejam vendidas em redes de supermercados de Cuiabá e de Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • telmo silva | Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 17h29
    0
    0

    Fui a duas festas da uva em Primavera. A primeira estava excelente. Na segunda perdemos a viagem, visto que não tinha uvas de Primavera, e as poucas que tinha eram de Maringá PR. Diziam que era porque o veneno pulverizado nas lavouras, atingiu os parreirais e acabou com o parreiral. Hoje não sei como está. De qualquer maneira, eu jamais imaginei que MT poderia produzir uvas, e a que eu já ouvia falar muito era de Mutum, do frances, que já produzia o suco Melina vendido no Carrefour. Até aqui em P.Prudente SP, encontrava na loja. Acredito que falta acertar as mudas próprias para essa região e teremos uvas o ano inteiro.

  • JHOY | Terça-Feira, 22 de Maio de 2018, 18h08
    1
    0

    APROXIMADAMENTE, QUANTO CUSTA A GARRAFA DO VINHO???

Matéria(s) relacionada(s):

Kalil descarta candidatura a prefeito

kalil baracat curtinha   O secretário de Governo Kalil Baracat (foto), do MDB, assegura não ter nenhum projeto para disputa a prefeito de Várzea Grande e nem foi procurado pelo casal Jayme e Lucimar Campos, senador e prefeita, para debater o assunto. Pondera que ainda é cedo e que as discussões eleitorais...

Selma retribui elogio de Sérgio Moro

selma arruda curtinha   A senadora Selma Arruda (foto), que foi elogiada e utilizada como exemplo pelo ministro da Justiça  na CCJ do Senado, fez questão de expressar solidariedade a Sérgio Moro.  O ministro  está na defensiva desde que o site The Intercept começou a publicar supostas conversas com...

Cotia também quer disputar Cáceres

cotia curtinha   Surge mais um pré-candidato a prefeito de Cáceres, além dos três aliados do prefeito Francis Maris e de outros cinco pretendentes pela oposição. Trata-se de Renancildo Soares França, o Cotia (foto), filiado ao PSD. Ex-assessor do ex-federal Pedro Henry, do ex-vice-governador...

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.