Últimas

Domingo, 10 de Junho de 2007, 22h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

PESAR

Morre empresário investigado por elo com máfia

Abel era proprietário de fazenda em Jaciara e mantinha amizade com ex-prefeito Valdizete, indiciado pela PF  

  O empresário Abel Pereira, que faleceu no sábado, em Piracicaba (SP), vítima de infarto durante uma partida de futebol, era proprietário de uma fazenda em Jaciara (130 km ao Sul de Cuiabá). Ele mantinha relação de amizade com o ex-prefeito Valdizete Nogueira. Ambos foram denunciados à Justiça Federal por suposta ligação com a máfia das sanguessugas -  esquema especializado na compra superfaturada de ambulâncias por meio da apresentação de emendas parlamentares ao Orçamento da União.
     Abel Pereira foi apontado pelo empresário Luiz Antonio Vedoin como elo da quadrilha dentro do Ministério da Saúde durante a gestão de Barjas Negri (PSDB), atual prefeito de Piracicaba. Dono da Planam, Vedoin revelou à PF que Abel tinha ligação com Barjas e atuava no Ministério da Saúde em 2002 para liberar verbas. Em troca, o empresário receberia 6,5% por verba liberada. Vedoin registrou ainda em depoimento que Abel conseguiu a liberação de R$ 3 milhões a R$ 3,5 milhões no ministério.
 Valdizete Nogueira, que administrou a Prefeitura de Jaciara de 2000 a 2004, prestou depoimento acerca de sua ligação com Abel e confessou que recebeu R$ 7 mil de Vedoin. O ex-prefeito acabou indiciado pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção passiva. Para a PF, Valdizete confirmou que era amigo de Abel e admitiu ter se encontrado com Barjas Negri. Negou, porém, que ambos tivessem discutido a liberação de recursos para a compra de ambulâncias, mas sim sobre construção de um hospital em Jaciara.
     Essa versão também havia sido dada por Abel, que afirmou que acompanhou em 2002 Valdizete a uma reunião com Barjas Negri para tratar da liberação de verbas para um hospital.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.