Últimas

Terça-Feira, 06 de Maio de 2008, 10h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

LEGISLATIVO

Vereador diz que Santos ficou "chupando dedo"

Vereador Mário Lúcio (PMDB)  O vereador cuiabano Mário Lúcio (PMDB) criticou da tribuna, nesta terça (6), o prefeito Wilson Santos (PSDB) por não ter apoiado o time do Mixto, campeão Mato-Grossense de 2008. “Ele (Santos) não acreditou na vitória do Mixto e ficou chupando dedo”, alfineta. Ainda no pequeno expediente, Mário Lúcio não poupou criticas ao prefeito, que não compareceu a nenhum dos jogos da final do Estadual. Mixto venceu o União por 1 a 0, no último domingo no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis. (Alline Marques)

(Às 10h54) - Relatora, Serys discute LDO em Cuiabá

  A vereadora Enelinda Scala (PT) disse que a senadora Serys Marli (PT) vai abrir, em Cuiabá, a discussão sobre a Lei de Diretrizes Orçamentária, que norteará o Orçamento Geral da União. A parlamentar é a relatora da LDO. O debate acontece na quinta (8), às 14h, na Assembléia Legislativa. "Recebi uma ligação do Senado e quero convidar a todos para participar da discussão da LDO do Brasil, da qual a senadora Serys é a relatora", conta.  

  Serys é a primeira mulher a ser relatora da LDO, que serve para orientar a elaboração dos orçamentos fiscal e da seguridade social e de investimento das empresas estatais. Busca sintonizar o OGU-2009 com as diretrizes, objetivos e metas da administração pública, estabelecidas no PPA.

(Às 12h) - Vereador cobra vigor da PM na Capital

 Deucimar Silva (PP) disse, da tribuna, que a Polícia Militar não deve atuar com veemência apenas em Rondonópolis, como ocorreu durante o jogo entre Mixto e União, mas também em Cuiabá. "Temos que torcer para que a PM faça o mesmo trabalho aqui em Cuiabá", cobra o vereador. Ele elogiou ainda a a atitude do presidente do Mixto, vereador licenciado Júlio Pinheiro (PTB), para quem foi corajoso. "Ele assumiu um time de futebol e isso não para qualquer um. Se não fosse ele (Júlio), o Mixto jamais seria campeão".

(Às 12h45) - Vereador diz que não fala bobagens na tribuna

  O vereador Luiz Poção (PP) está indignado com a declaração do secretário municipal de Habitação, João Vieira, que acusou alguns vereadores de usar a tribuna para falar “bobagem”. Na tribuna, rebateu as criticas de Vieira.  “Bobagens a gente diz de vez em quando, mas não estou usando a tribuna para falar bobagens, estou com os contratos na mão e houve atraso de mais de um ano nas obras”, rebate o progressista, ao lembrar que só recorreu à justiça para conseguir a documentação porque foi a única forma de ter acesso a cópia do contrato solicitado por ele, junto ao órgão.

  Poção conta que desde o ano passado enviou ofícios à secretaria solicitando cópia do contrato entre a Agência Municipal de Habitação e a construtora IP, responsável por realizar as obras do Residencial Milton Figueredo, inaugurado na semana passada. Com o contrato em mão, assinado em 2006, o vereador alega que a obra deveria ter sido concluída em 2007, já que no documento consta a informação de que o prazo para conclusão seria de 12 meses.

  Além do atraso, outra irregularidade seria o número de casas populares construídas. A princípio seriam feitas 298 unidades habitacionais, só que somente 266 foram entregues. “Não estou questionando nem o número de casa, isso foi algo que surgiu depois, questiono a omissão por não querer entregar os documentos”, afirma.

(Às 12h53) - Vereadores discutem interdição da Santa Casa

  Os vereadores Domingos Sávio (PMDB), Luiz Marinho (DEM) e Permínio Pinto (PSDB) travaram embate durante a sessão sobre a interdição da Santa Casa. O peemedebista disse que o fato ocorreu por rixa pessoal, fazendo alusão à briga entre o diretor do hospital, Luís Felipe Sabóia, e o secretário municipal de Saúde, Luiz Soares. Ele ainda cobrou uma ação da Vigilância no Pronto Socorro de Cuiabá, que, na sua avaliação, está em condições muito piores que a Santa Casa. “É calamitosa a situação do Pronto Socorro, onde tem pessoas que  ficam sentadas no chão. Por que não interdita o Pronto Socorro? Não podemos admitir que por questões particulares pessoas deixem de ser operadas. A Santa Casa teve que deixar de atender pacientes com cirurgias marcadas”, questiona. O parlamentar disse também que o risco de contaminação no Pronto Socorro é muito maior do que na Santa Casa e solicitou que a comissão de Saúde e Educação da Câmara faça uma vistoria nos hospitais e acompanhe de perto a situação.

  Já o vereador Luiz Marinho diz que é preciso avaliar quais foram as irregularidades constatadas na Santa Casa para, depois, questionar se houve rixa. “Conforme foi informado, o problema existe e foi detectado na lavanderia, que funcionava de forma irregular”, alega.

  Permínio informou que o prefeito Wilson Santos já se reuniu com Luiz Soares e Sabóia e solicitou uma análise do departamento nacional de auditoria do SUS para verificar se houve atraso no repasse da secretaria Municipal de Saúde. “Se for constatado o atraso, o prefeito garantiu que dentro de 10 dias estará enviando o recurso”. Segundo o diretor da Santa Casa, o repasse é de R$ 1,7 milhão, referente a dezembro do ano passado, além dos recursos para a manutenção da UTI.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Manoel Bagre | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esses vereadores tem que trabalhar....que importancia tem
    o prefeito ir ou não ir no jogo..vai trabalha vagal
    O tal MoAGGI foi na decisão e dai o que aconteceu..vai trabalhar artista o futebol não e tão imporytante assimpara uma cidade .demagogo

  • CARLOS ALBERTO - CPA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prezado Vereador, não só o Sr. está com esta idéia, porém, ontem a grande CPA pode ver o valente, zeloso e agressivo quando necessário Dr. BENEDITO RUBENS, Assessor Jurídico do Mixto, conceder uma entrevista ao RESUMO DO DIA na madrugada de 05/05/2008 no Estàdio Presidente DUTRA, onde, cobrou com firmeza a falta de apoio da SMTU e da Prefeitura em não ter sequer disponibilizado Ônibus para conduzir os torcedores ao Estádio VERDÃO, o que, foi uma tremenda incompetência e papelão da Prefeitura de Cuiabá, pois, centenas de torcedores ficaram frustados em não poder comparecer ao VERDÃO por estes problemas, o que, infelizmente é uma vergonha sob todos os aspectos, devendo assim, servir de lição para o povo Cuiabano, não votar neste pau rodado que além de ser despeitado torcedor do OPERÁRIO DA CIDADE DE VÁRZEA GRANDE, anda teve a infeliz oportunidade de dizer que: o misto será coadjuvante para a festa do UNIão, ISTO TUDO, NO MÍNIMO PARA PUXAR O SACO DO PÉ-FRIO BLAIRO MAGGI.Valeu Dr. BENEDITO RUBENS pela coragem de bem representar os sentimentos e ódio da torcida do MIXTÃO para com este Prefeito, alíás, antes que eu me esqueça, não fez falta nenhuma nos jogos, pois, também é pé frio e BIVICE-CAMPEÃO com o seu inexpressivo BOTAFOGO, para com o grande MENGÃO da qual també tenho a honra de ser torcedor igual ao Assessor Jurídico do MIXTÃO, CCCCCAAAAAAMMMMMPPPPPPEEEÃÃÃÃOOOOOOOOOO!!!!!!!!. CHORA GALINHO, SEU POLEIRO ESTÁ SEM FORÇAS!.

  • Valter Granja | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    enquanto essa gentinha pensa, em coisas pequenas, futebol, Cuiaba vai sendo varrido pela gauchada que se preocupa com grana e trabalho....abra o olho Cuiaba,vamos virar profissionais...a cachaça faz o homem falar e fazer besteira,
    via no discurso o alcool evaporar

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ONIBUS LOTADOS, RUAS ESBURACADAS, ESGOSTO A CÉU ABERTO, E O VEREADOR MÁRIO LUCIO USANDO A TRIBUNA DA CÂMARA PARA CONVERSAR BALÉLA.!!

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    NÃO TIVE NOTÍCIA DA PRESENÇA DO PREFEITO DE SÃO PAULO OU CAMPINAS NA DECISÃO DO PAULISTÃO,NEM DO RIO NA FINAL DO CARIOCA.CHEGA DE DEMAGOGIA.O SENHOR CARLOS ALBERTO TEM que PROCURAR O QUE FAZER,TORCEMOS PARA O MIXTO E NÃO CONCORDAMOS COM A SUA POSIÇÃo.QUANTO AOS ONIBUS,NO DIA DO JOGO ASSIM COMO EM QUALQUER FERIADO,A PASSAGEM CUSTAVA APENAs 1 real.chega de demagogia

  • MARCOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    - QUE FALTA FAZ, O QUE FAZER ???? VEREADOR TEM QUE TRABALHAR E ACABOU, QUEM CUIDA DE TIME É TECNICO, E SE O PREFEITO NÃO QUIS IR AO JOGO, PROBLEMA DELE, VÊ SE ARRUMEM O QUE FAZER, SÓ QUEREM APARECER AONDE A MULTIDÃO OLHA, POR QUE NÃO FAZ O QUE, PARA SER OLHADO????

  • NEUSA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O POÇÃO NAO FALA BOBAGENS NO PLENÁRIO??? ORA, DEIXA DE BOBAGEM...KKKKKKKKKKKKKKKK

  • JULIANA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse walmir Molina é o maior vaselina da Câmara Municipal de Cuiabá, não trabalha e sempre está escorado na ASCAMUC para coçar, assim é fácil discordar dos mixtenses que sentiram a falta do Prefeito que queria pagar RIOS DE DINHEIRO para trazer na final do PELADÃO a Bandeirinha PELADONA ANA PAULA, sai MOLINA, sua vaga como aspone na Câmara ninguém tira, porque você sempre se agarra em alguém, esquece disto? MIXTÃO É CAMPEÃO E PRONTO, CONFESSO QUE NÃO SENTI NENHUMA FALTA DO PREFEITO NOS JOGOS DECISIVOS.

  • CARLOS ALBERTO - CPA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eSSE wALMIR DEVE SER DA PANELA DO GALO PREFEITO, POIS SERÁ QUE MESMO COBRANDO R$ 1,00 É JUSTO ESPERAR QUASE UMA HORA PARA PODER TOMAR UMA LOTAÇÃO, DE DUAS UMA, OU ESTE MOÇO NÃO DE PENDE DE TRANSPORTE COLETIVO, OU É MASOQUISTA CONSIGO E QUER SER CONTRA TODO O POVO CUIABANO. VAI CAÇAR O QUE FAZER PUXA-s....!

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sinceramente a atitude do edil representante da nossa Cuiaba demonstra o seu total descompromisso com a nossa cidade aquela sagrada tribuna deveria ser mais honrada onde os nossos legisladores deveria ocupa-la para debater os interesses maiores da sociedade,fiscalizar os atos do executivo e principalmente a proposetura de leis que abrande os anseios da sociedade,a conclusão que nos deixa é que este legislador não está a altura dos seus eleitores que outorgo-lhe um poder para em seu nome exerce-lo para transformar sonho em realidade de uma Cuiaba com igual oportunidade para todos.A palavra final fica com nós eleitores no intuito de selecionar melhor os nossos legisladores,principalmente os da Câmara por ser o mais próximo do nosso convívio.

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...

Estado paga os servidores nesta 6ª

mauro mendes 400 curtinha   Servidores do Estado recebem salário de fevereiro hoje, dentro do mês trabalho. É a sexta vez seguida que o governador Mauro Mendes consegue pagar a folha dos ativos, inativos e pensionistas antes da virada do mês, depois de promover reformas, redução da máquina e...

Sistema de saúde sob colapso em ROO

Em Rondonópolis, cidade-polo da região Sul, que abrange 17 municípios, não há mais leitos de UTI para socorrer pacientes em quadro grave de Covid-19. Todos os 30 do hospital Santa Casa estão ocupados, inclusive um leito de UTI reservado para atender outros casos, acabou destinado para paciente com o novo coronavírus. Há 10 leitos de UTI no Hospital Regional e todos também estão lotados. Várias pessoas em...

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...