Fellipe Valle

O que fazer quando o ombro sai do lugar?

Por 02/03/2021, 07h:25 - Atualizado: 02/03/2021, 07h:35

Rodinei Crescêncio

Fellipe Valle_colunista_medico

O deslocamento frequente do ombro recebe o nome de instabilidade glenoumeral. Ela é definida como uma incapacidade de manter a cabeça do úmero (osso do braço) centrada na glenóide (osso da escápula) durante a movimentação do ombro (glenoumeral). Esta articulação é extremamente móvel e pouco estável, sendo sua estabilidade dependente de músculos e ligamentos.

Dentre as principais causas, destacam-se a traumática e a hiperfrouxidão ligamentar, que é quando o paciente voluntariamente desloca o ombro e recoloca no local.

A traumática ocorre após uma queda ou um trauma local, que resulta na lesão da estrutura que insere a capsula articular, chamada de labrum, e fazendo com que a cabeça do úmero escape da articulação. Esse paciente vai necessitar de uma manobra para recolocar o ombro no lugar, que é realizada por um médico e ele vai imobilizar esse membro com tipóia por algum tempo. Se após esse primeiro evento houver uma nova luxação, estamos diante de uma instabilidade do ombro.

A cirurgia realizada geralmente é a artroscopia, que é uma técnica minimamente invasiva na qual é introduzido uma câmera e instrumentos delicados dentro da articulação. São reinseridas as estruturas lesadas junto ao osso, através de pequenos parafusos absorvíveis de 3mm que tem fios de sutura na sua ponta, chamados de âncoras

Fellipe Valle

Cada vez que o ombro sai do local ocorre uma nova ferida no osso, chamada de Bankart (quando ocorre no labrum ou na glenóide) ou Hill-Sachs (quando ocorre na cabeça umeral), e é por isso que dói tanto. E essa lesão vai aumentando a cada nova luxação, podendo levar a uma destruição da articulação.

Então devemos impedir que isto ocorra. É preciso um tratamento, que na maioria dos casos é uma cirurgia, na qual é feito o fechamento da articulação evitando novos episódios.

A cirurgia realizada geralmente é a artroscopia, que é uma técnica minimamente invasiva na qual é introduzido uma câmera e instrumentos delicados dentro da articulação. São reinseridas as estruturas lesadas junto ao osso, através de pequenos parafusos absorvíveis de 3mm que tem fios de sutura na sua ponta, chamados de âncoras. As estruturas reinseridas no seu local adequado retensionam a capsula articular, restabelecendo a anatomia e os mecanismos estabilizadores do ombro perdidos durante a luxação.

Já nos casos onde não houve trauma e o paciente tem o quadro de luxação voluntária, geralmente é realizado um tratamento com reforço muscular e fisioterapia direcionados.

Para saber qual é o seu caso exatamente, é preciso uma avaliação ortopédica detalhada. E, até que se procure o médico, devemos evitar que ocorra uma nova luxação. Entre as recomendações, destacam as seguintes:

Evitar realizar esportes de contato como futebol e rugby e esportes com muitas quedas, como jiu jitsu, judô e outros.

Evitar o principal movimento que faz o ombro sair do lugar que é o de levantar o braço, e o direcionar pra região posterior, igual quando vamos jogar algum objeto, ou quando vamos colocar a mão atrás da cabeça ou atrás do sofá.

A órtese estabilizadora pode ser útil em casos muitos excepcionais e deve ser prescrita por um médico.

Fellipe Valle é médico ortopedista e traumatologista, com especialização em cirurgia de ombro e cotovelo, cirurgia do joelho, especializando em medicina da dor e ortopedia regenerativa, além de idealizador do programa Descomplicando a Ortopedia. Ele é membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - MT, da American Academy of Orthopaedic Surgeons e da AO Trauma Latin America. É sócio fundador da associação brasileira de ultrassonografia músculo esquelética, professor de medicina na Univag e da residência de ortopedia Unic-Hgu. Escreve com exclusividade para esta coluna às terças. E-mail: fellipevalle@hotmail.com. Instagram: @dr.fellipe.

Postar um novo comentário

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

MAIS LIDAS